Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Avaliação da Contribuição do Programa Mais Educação para o Ensino Fundamental Público: Estudo de Caso de Rio Verde (GO)

DOI: http://dx.doi.org/10.15600/2238-121X/comunicacoes.v23n1p107-125

https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/comunicacao 

downloadpdf

Sebastiana A. Moreira1 & Julio C. G. Bertolin2

 

Resumo: A qualificação do Ensino Fundamental público é um dos maiores desafios contemporâneos da educação no Brasil. Nos últimos anos, o governo federal e os governos municipais e estaduais têm envidado esforços para melhorar os fatores que contribuem para a aprendizagem dos alunos. Nesse contexto, um dos mais importantes e arrojados projetos é o Programa Mais Educação (PME), que se baseia na ideia de educação integral, por meio de escola de tempo integral. Desde o início, em 2008, mais de 15 mil escolas, em centenas de municípios do país, implementaram o referido programa. Mas será que o programa está obtendo êxito e alcançando os seus objetivos? Será que ele está ajudando a melhorar a aprendizagem? Buscando respostas para tais questões, este artigo apresenta uma avaliação do PME por intermédio de um estudo de caso na cidade de Rio Verde (GO). Não obstante as incertezas do IDEB, a percepção dos alunos, monitores, professores e gestores indica que o programa está obtendo êxito e atingindo os seus objetivos.

Palavras-chave: educação integral; ensino fundamental; escola de tempo integral; programa mais educação.

 

Abstract: The qualification of public elementary public is one of the biggest contemporary challenges of education in Brazil.  In recent years, the federal government and state and local governments have made   efforts to improve the factors that contribute to student learning. In this context, one of the most important and audacious designs is the More Education Program (MEP), which is based on the idea of integral education through full-time school. Since its beginning, in 2008, more than 15,000 schools, in hundreds of municipalities in this country, implemented this program in order to improve the quality of public schools.  However, is the program succeeding and reaching its goals? Is it helping to improve learning?  Searching for answers to such questions, this article presents an evaluation of the MEP through a case study in the city of Rio Verde (GO). Despite the IDEB’s uncertainties, the perception of students, monitors, teachers and managers indicates that the program is succeeding and reaching its goals.

Key words: elementary education; full time school; integral education; more education program.

 

1 Universidade de Passo Fundo tianinharv@yahoo.com.br
2 Universidade de Passo Fundo julio@upf.br

 

Literatura Citada 

BOURDIEU, Pierre. L’écoleconservatrice. Les inégalitésdevantl’écoleet devant la culture. Revuefrançaise de sociologie, v. 7, p. 325-347, 1966. http://dx.doi.org/10.2307/3319132

BRASIL. Decreto nº 7.083, de 27 de janeiro de 2010. Ministério de Educação. Dispõe sobre o Programa Mais Educação. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, jan. 2010.

BRASIL. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Disponível em http://www.fnde.gov.br. Acessado em 12 mai. 2013.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Disponível em http://www.inep.gov.br. Acessado em 12 mai. 2013.

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Censo Escolar de 2008. Brasília: INEP, 2007.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, DF, dez. 1996.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Programa Mais Educação – Passo a Passo. Brasília: MEC, Secadi, 2012.

BRASIL. Ministério da Educação (MEC). Programa Mais Educação (PME). Disponível em http://portal.mec.gov.br/index. Acessado em 12 mai. 2013.

BROOKE, Nigel; SOARES, José Francisco. Pesquisa em eficácia escolar: origem e trajetórias. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2008.

CAVALIERE, Ana Maria. Tempo de escola e qualidade na educação pública. Educ. Soc., Campinas, vol.28, n.100, p. 1.015-1.035, out. 2007.

FARIA, T. C. L. Reflexões sobre a implantação do Programa Mais Educação na rede municipal de ensino do Natal, RN. Quipus, v. 1, p. 25-38, 2011.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da esperança. São Paulo: Editora Paz e Terra, 1992.

GADOTTI, Moacir. Educação Integral no Brasil: inovações em processo. São Paulo: Editora e Livraria Instituto Paulo Freire, 2009.

GADOTTI, Moacir. Qualidade na Educação: uma nova abordagem. Disponível em http://rede.unifreire.org/municipio-que-educa/leituras/fundamentacao-teorica/gadotti-qualidade-educacao- forum-undime.pdf. Acessado em 15 mai. 2013.

MATOS, S. C. M.; MENEZES, J. S. S. Os Saberes Experienciais nas Práticas Educativas das Turmas de Jornada Ampliada Atendidas pelo Programa Mais Educação: um estudo de caso em Duque de Caxias/RJ. Reflexão e Ação (On-line), v. 20, p. 38-55, 2012.

MENEZES FILHO, Naércio. Os Determinantes do Desempenho Escola do Brasil. In: DELFIN NETO, Antônio (coord.); SILBER, Simão; GUILHOTO, Joaquim; DUARTE, Pedro Garcia (Orgs.). O Brasil do século XXI. São Paulo: Saraiva, 2011.

MOLL, Jaqueline (Org.). Educação integral: texto referência para o debate nacional. Brasília: MEC, Secadi, 2009.

MOLL, Jaqueline. A agenda da educação integral: compromissos para sua consolidação como política pública. In: MOLL, Jaqueline (Org.). Caminhos da educação integral no Brasil: direito a outros tempos e espaços educativos. Porto Alegre: Penso, 2012.

MORAIS, Artur Gomes de. Políticas de avaliação da alfabetização: discutindo a Provinha Brasil. Revista Brasileira de Educação, vol.17, n.51, p. 551-572, 2012. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-24782012000300004

ORGANISATION ECONOMIC CO-OPERATION AND DEVELOPMENT (OECD). Disponível em http://www.oecd.org/pisa/46643496.pdf. Acessado em 11 mai. 2013.

PARENTE, Cláudia da M. Darós; AZEVEDO, E. N. Monitoramento do Programa Mais Educação: educação integral em construção. In: XXV Simpósio Brasileiro / II Congresso Ibero-americano de Política e Administração da Educação, 2011, São Paulo. Cadernos ANPAE. São Paulo: PUCSP/FACED/PPGE, 2011.

PORTAL ODM. Acompanhamento Municipal dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio. Disponível em http://www.portalodm.com.br/. Acessado em 17 mai. 2013.

RIBEIRO, Darcy. O Brasil como Problema, 2ª ed., Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1995. TEIXEIRA, Anísio. Educação é um direito, 2ª ed. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 1996.

TODOS PELA EDUCAÇÃO. De Olho nas Metas 2012. Disponível em http://www.todospelaeducacao.org.br//arquivos/biblioteca/de_olho_nas_metas_2012.pdf. Acessado em 11 maio. 2013.

UNITED NATIONS EDUCATIONAL, SCIENTIFIC AND CULTURAL ORGANIZATION (UNESCO). The Education for All. Global Monitoring Report. The hidden crisis: Armed conflict and education. Paris: UNESCO, 2011.