Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Bromatologia e Nutrição do Milho Submetido à Doses de Potássio em Sistema de Integração Lavoura-Pecuária

DOI: http://dx.doi.org/10.12971/2179-5959/agrotecnologia.v4n1p1-16

http://www.prp.ueg.br/revista/index.php/agrotecnologia/index 

downloadpdf

Simério C. S. Cruz1, Silvio J. Bicudo2, Carla G. Machado3, Francisco R. S. Pereira4 & Elizeu L. Brachtvogel5

 

Resumo: Objetivou-se com este trabalho avaliar o efeito da adubação potássica sobre a bromatologia e o teor de macronutrientes na planta de milho cultivado em sistema de integração lavoura-pecuária. O experimento foi conduzido na UNESP, em Botucatu (SP), nos anos agrícolas de 2007/2008 e 2008/2009. O experimento consistiu de 16 tratamentos estabelecidos em esquema de blocos casualisados com parcelas subsubdivididas em quatro repetições. Cada dose de K2O (0, 75, 150, 225 kg ha-1) correspondeu a uma parcela, sendo as subparcelas formadas pela presença ou ausência de Brachiaria brizantha cv. Marandu cultivada como planta de cobertura; as subsubparcelas foram compostas por dois sistemas de cultivo (milho solteiro e milho consorciado com Brachiaria brizantha cv. Marandu). Os valores de fibra em detergente neutro, fibra em detergente ácido e proteína bruta se ajustaram a equações lineares, as quais foram negativas para fibra em detergente neutro e fibra em detergente ácido e positivas para proteína bruta; noutros termos, os valores de fibra em detergente neutro e fibra em detergente ácido reduziram significativamente com o aumento das doses em kg ha-1 de K2O. Conclui-se então, que a planta de milho tem sua qualidade bromatológica melhorada quando cultivada sob palhada de Brachiaria brizantha cv. Marandu e submetida a doses crescentes de K2O.  A presença de Brachiaria brizantha cv. Marandu como planta de cobertura proporciona maiores teores de Mg, N e P na planta de milho cultivado em sucessão. A Brachiaria brizantha cv. Marandu quando cultivada em consórcio, eleva o teor de Ca no tecido vegetal do milho.

Palavras-chave: neutral detergent fiber; acid detergent fiber; crude protein; K2O levels

 

Abstract: This work aimed at assessing the effect of potassic fertilization on the bromatology and macronutrients content of maize grown in a system integrating agriculture and cattle raising. The experiment was carried out at UNESP, in Botucatu, São Paulo state, during the agricultural season of 2007–8 and 2008–9. It consisted of sixteen treatments in random blocks with parcels being subdivided in four replications. Each K2O dosage (0, 75, 150, and 225 kilos per hectare) corresponded to a parcel, the sub-parcels being made up by the presence or absence of Brachiaria brizantha cv. Marandu grown as mulch. Subsub-parcels were made up of growing systems (maize intercropped or not with Brachiaria brizantha cv. Marandu). One can notice that rates of neutral detergent fiber, acid detergent fiber and of crude protein fitted linear equations, which were negative regarding both neutral detergent fiber and acid detergent fiber; and positive in regard to crude protein. In other words, neutral detergent and acid detergent fibers’ rates reduced dramatically with the increase of K2O dosages per hectare. These results lead to the conclusion that maize plant bromatologic quality improves when it is grown under mulch of Brachiaria brizantha cv. Marandu and treated with increasing K2O dosages.  The presence of Brachiaria brizantha cv. Marandu grown as mulch provides higher levels of Mg, N and P in corn grown in succession. The Brachiaria brizantha cv. Marandu when grown in intercropping increased the content of Ca in plant tissue of corn.

Key words: genomic analysis, quantitative genetics, molecular markers

 

1,3 Professor Doutor da Universidade Federal de Goiás, Campus Jataí. BR 364, km 193, CEP: 75801-615 – Jataí - GO – Brasil. Email: simerio_cruz@yahoo.com.br.
2 Professor Doutor do Departamento de Produção Vegetal; UNESP, Avenida José Barbosa de Barros, CxP. l 237, CEP: 18603-970 – Botucatu – SP – Brasil.
4 Professor Doutor do Instituto Federal de Alagoas. Rua Odilon Vasconcelos, n. 103, Jatiúca - CEP: 57035-350 - Maceió – AL – Brasil.
5 Professor Instituto Federal do Mato Grosso, Campus Confresa. Av. Vilmar Fernades, n. 300, Setor Santa Luzia, CEP: 78 652-000. Confresa – MT – Brasil.

 

Literatura Citada

AGUIAR, A. P. A. Possibilidades de intensificação do uso da pastagem através de rotação sem ou com uso mínimo de fertilizantes. In: SIMPÓSIO SOBRE MANEJO DA PASTAGEM, 14, 1999, Piracicaba, SP. Anais... Piracicaba: FEALQ, 1999. p. 85-138.

ANDRADE, A. C.; FONSECA, D. M. DA; GOMIDE, J. A.; ALVAREZ, V. H. MARTINS, C. E.; SOUZA, D. P. H. DE. Produtividade e valor nutritivo do CapimElefante cv. Napier sob doses crescentes de nitrogênio e potássio. Revista Brasileira de Zootecnia, Viçosa, v. 29, n.6, p.15891595, 2000.

AOAC. Official methods of analysis. 13th. Ed. Washington, DC, 1990. 1015 p.

BORGHI, E.; CRUSCIOL, C. A. C.; COSTA, C.; MATEUS, G. P. Produtividade e qualidade das forragens de milho e de Brachiaria brizantha em sistema de cultivo consorciado. Revista Brasileira de Milho e Sorgo, Sete Lagoas, v. 5, n. 3, p. 369-381, 2006. 

BORGHI, E.; CRUSCIOL, C. A. C. Produtividade de milho, espaçamento e modalidade de consorciação com Brachiaria brizantha em sistema plantio direto. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 42, n. 2, p. 163-171, 2007. https://doi.org/10.1590/S0100-204X2007000200004

COSTA, K. A. P.; OLIVEIRA, I. P. de; FAQUIN, V.; MACHADO, E. L.; RAMOS, J. C.; LIMA, FILHO, A. K. de. Efeitos quantitativo e qualitativo do nitrogênio e do potássio no desenvolvimento da Brachiaria brizantha cv. MG-5. Revista Eletrônica Faculdade Montes Belos, São Luís de Montes Belo, v. 1, n. 1, p. 56-70, 2006.

CRUSCIOL, C. A. C.; SORATTO, R. P.; BORGHI, E.; MATEUS, G. P. Integração lavoura-pecuária: benefícios das gramíneas perenes nos sistemas de produção. Informações Agronômicas, Piracicaba, n. 125, p. 2-15, 2009.

CRUZ, S. C. S.; PEREIRA, F. R. S; BICUDO, S. J.; ALBUQUERQUE, A. W.; SANTOS, J. R.; MACHADO, C. G. Nutrição do milho e da Brachiaria decumbens cultivados em consórcio em diferentes preparos do solo. Acta Scientiarum Agronomy, Maringá, v. 30, p. 733-739, 2008. Suplemento. https://doi.org/10.4025/actasciagron.v30i5.5975

EMPRESA BRASILEIRA DE PESQUISA AGROPECUÁRIA. Sistema brasileiro de classificação de solos. Brasília, DF, 1999. 412 p.

EUCLIDES, V. P. B. Valor alimentício de espécies forrageiras do gênero Panicum. In: SIMPÓSIO SOBRE MANEJO DA PASTAGEM, 12, 1995. Piracicaba. Anais... Piracicaba: FEALQ, 1995. p. 245274.

GOERING, H. K.; VAN SOEST, P. J. Forage fiber analysis (apparatus, reagents, procedures and some applications). Washington, DC: USDA, 1970, 379 p. (Agricultural handbook).

JAKELAITIS, A. SILVA, A. A. da; FERREIRA, L. R.; SILVA, A. F. da; PEREIRA, J. L. Produtividade e plantas daninhas na cultura do feijão em sucessão ao milho consorciado com Brachiaria brizantha. Revista Ceres, Viçosa, v. 52, n. 302, p. 602- 612, 2005.

LEONEL, F. P. Consórcio de capimbraquiária com milho ou soja: produção e composição químico-bromatológica das silagens. 2007. 166 p. Tese (Doutorado em Zootecnia)–Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2007.

MALAVOLTA, E.; VITTI, G. C.; OLIVEIRA, S. A. Avaliação do estado nutricional das plantas: princípios e aplicações. Piracicaba: POTAFÓS, 1997. 201 p.

MALAVOLTA, E. Manual de nutrição mineral de plantas. São Paulo: Ceres, 2006. 638 p.

MARSCHNER, H. Fuctions of mineral nutrients: macronutrients mineral. In: Mineral nutrition of higher plants. London: Academic Press, 1995. 889 p. https://doi.org/10.1016/B978-012473542-2/50010-9

MARTINEZ, H. E. P.; CARVALHO, J. G. de; SOUZA, R B. Diagnose foliar. In: RIBEIRO, A. C.; GUIMARÃES, P. T. G.; ALVAREZ, V. H. (Eds.). Recomendações para o uso de corretivos e fertilizantes em Minas Gerais: 5ª aproximação. Viçosa: Comissão de Fertilidade do Solo do Estado de Minas Gerais, 1999. p. 143168.

MISTURA, C.; OLIVEIRA, F. A.; ARAGÃO, A. S. L.; PEREIRA, L. G. R.; SOUSA, T. C.; VIEIRA, P. A. S.; BRANDÃO, L. G. N. Composição bromatológica da cunhã cultivada em diferentes doses de calcário dolomítico. In: REUNIÃO ANUAL DA SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOTECNIA, 46., 2009, Maringá. Resumos... Maringá: Sociedade Brasileira de Zootecnia, 2009. 1 CD-ROM.

NUSSIO, G. L.; CAMPOS, F. P.; PAZIANI, S. de F.; SANTOS, F. A. P.
Volumosos suplementares – estratégias de decisão e utilização. In: FORRAGICULTURA E PASTAGENS, 3., 2002, Lavras. Anais... Lavras: UFLA, 2002, p. 193-232.

PREZOTTI, L. C. DEFELIPO, B. V.; ALVARES V. V. H. Nível crítico de potássio no solo para a produção de mudas de eucalipto. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Campinas, v. 12, n. 1, p. 65-70, 1988.

RAIJ, B. van; ANDRADE, J. C.; CANTARELA, H.; QUAGGIO, J. A. Análise química para avaliação da fertilidade de solos tropicais. Campinas: Instituto Agronômico, 2001. 285 p.

SOUSA, V. F. de, FOLEGGATTI, M. V.; FRIZZONI, J. A. DIAS, T. J.; ALBUQUERQUE JUNIOR, B. S.; BATISTA, E. C. Níveis de irrigação e doses de potássio sobre os teores foliares de nutrientes do maracujazeiro amarelo. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 12, n. 1, p. 41-46, 2008. https://doi.org/10.1590/S1415-43662008000100006

VAN SOEST, P. J. Nutritional ecology of the ruminant: plant, animal and environment. 2.ed. Ithaca: Cornel University, 1994. 476 p.