Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Atmosfera Modificada Passiva na Qualidade Pós-Colheita do Rabanete ‘Cometa’ Refrigerado

DOI: http://dx.doi.org/10.12971/2179-5959/agrotecnologia.v6n2p81-96

http://www.prp.ueg.br/revista/index.php/agrotecnologia/index 

downloadpdf

Vanessa M. Silva1, Kari K. S. Araujo2, Carolina C. Sena3 & André J. Campos4

 

Resumo: As embalagens combinadas às temperaturas adequadas de estocagem podem retardar os processos metabólicos. Nesse aspecto, objetivou-se com esse trabalho avaliar o efeito da temperatura de armazenamento, associada à atmosfera modificada passiva, na qualidade pós-colheita do rabanete ‘Cometa’ provenientes da região de Anápolis/GO, verificando as variáveis físico-químicas. Após a colheita, os frutos foram transportados ao Laboratório de Secagem e Armazenamento Pós-colheita do curso de Engenharia Agrícola, pertencente ao Campus de Ciências Exatas e Tecnológicas – Henrique Santillo da Universidade Estadual de Goiás, onde foram mantidos a 85-90%UR em B.O.D., por 12 dias. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial 5 x 5 (condições de armazenamento x dias de análise), sendo 3 repetições por dia de análise para cada tratamento. Os tratamentos estudados foram: controle (sem embalagem e armazenado em temperatura ambiente), tratamento 1 (embalagem de poliestireno expandido (EPS) + filme de cloreto de polivinila (PVC) à 0ºC), tratamento 2 (EPS+PVC à 5ºC), tratamento 3 (Papel Kraft à 0ºC) e tratamento 4 (Papel Kraft à 5ºC). A cada três dias avaliaram-se análises físicas e físico-químicas, como: perda de massa, firmeza, pH, sólidos solúveis, acidez titulável e índice de maturação. Após os resultados, foi realizado análise de variância e as médias foram comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade (P<0,05). Concluiu-se que o rabanete acondicionado na embalagem de EPS+PVC à 5ºC apresentou menor perda de massa, menor evolução dos sólidos solúveis e maior manutenção da firmeza, durante os 12 dias de armazenamento.

Palavras-chave: Raphanus sativus L. Armazenamento. Conservação. Temperatura

 

Abstract: The combination packagings of appropriate storage temperatures can slow the metabolic processes In this respect, the aim of this work was to evaluate the effect of storage temperature, associated with passive modified atmosphere, postharvest quality of radish 'Cometa' from Anapolis/GO region, by checking the physical and chemical variables. After harvest, the fruits were transported to the Laboratory of Drying and Storage Postharvest of Agricultural Engineering course, belonging to Campus de Ciências Exatas e Tecnológicas – Henrique Santilo of State University of Goias, where were kept at 85-90% RH in BOD, per 12 days. The experimental design was completely randomized, in factorial scheme 5 x 5 (storage conditions x days analyzes), with 3 repetitions per day of analysis for each treatment. The treatments were: control (without packaging and stored at environment temperature), treatment 1 (package of expanded polystyrene (EPS) + film of polyvinyl chloride (PVC) at 0ºC), treatment 2 (EPS + PVC at 5°C); treatment 3 (Kraft Paper at 0ºC) and treatment 4 (Kraft Paper at 5 ºC). Every three days were evaluated analyzes physical and physical-chemical properties, such as: mass loss, firmness, pH, soluble solids, titratable acidity and maturity index. After the results, we performed analysis of variance and means were compared by Tukey test at 5% probability (P <0.05). It was concluded that radish in aseptic EPS + PVC at 5°C had lower mass loss, lower evolution of higher soluble solids and maintaining firmness during 12 days of storage.

Key words: Raphanus sativus L. Storage. Conservation. Temperature

 

1 Engenheira Agrícola, Universidade Estadual de Goiás, UEG/Anápolis-GO, vanessa_moreirasilva@hotmail.com
2 Engenheira Agrícola, Mestranda, Universidade Estadual de Goiás, UEG/Anápolis-GO, kari.katiele@hotmail.com
3 Engenheira Agrícola, Mestranda, Universidade Estadual de Goiás, UEG/Anápolis-GO, eng.carolsena@hotmail.com
4 Engenheiro Agrônomo, Prof. Doutor, Universidade Estadual de Goiás, UEG/Anápolis-GO, andre.jose@ueg.br

 

Literatura Citada

AGUILA J. S; HEIFFIG ,L. S.; JACOMINO,A.P. Qualidade de Rabanete Minimamente Processado e Armazenado em Embalagens com Atmosfera Modificada Passiva e Refrigeração. Brazilian Journal of Food Technology, v.9, n.1, p. 19-24, 2006.

ALMEIDA, E.I.; RIBEIRO, W.S.; COSTA, L. C.; LUCENAL, E.H.; BARBOSA, J. A. Análise da eficiência de biofilmes e filme de pvc sobre o aumento da vida útil pós-colheita de cenoura. Agropecuária Técnica, v. 32, n. 1, p 1–6, 2011.

AYUB, R. A.; SPINARDI, B.; GIOPPO, M. Storage and fresch cut radish. Acta Scientiarum. Agronomy. Maringá, v. 35, n. 2, p. 241-245, 2013.

CALBO, ADONAI GIMENEZ. Póscolheita de hortaliças. Embrapa Hortaliças. Disponível em: <http://w.cnph.embrapa.br/laborato/pos_colheita/pos_colheita.htm>. Acesso em: 18 fev. 2016.

CAMARGO, G.A.; CONSOLI, L.; LELLIS, I.C.S.; MIELI, J.; SASSAKI, E.K. Bebidas naturais de frutas; perspectivas de mercado, componentes funcionais e nutricionais. Revista Brasileira de Engenharia de Biossistemas, v.1, p. 181-195, 2007. https://doi.org/10.18011/bioeng2007v1n2p179-205

CARMO, S.A. Conservação pós-colheita de pimentão amarelo ‘zarco hs’. 2004. p. 180., Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola), Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 2004.

CAVALINI, F. C. JACOMINO, A. P.; LOCHOSKI, M. A.; KLUGE, R. A.; ORTEGA, E. M. M. Índices de maturidade para goiabeiras 'Kumagai' e 'Paluma'. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 28, n. 2, p. 176-179, 2006. https://doi.org/10.1590/S0100-29452006000200005

CHITARRA, M. I. F.; CHITARRA, A.B. Pós-colheita de frutos e hortaliças: fisiologia e manuseio. 2 ed., Lavras: Ed UFLA, , 2005,785 p.

FERRI, V. C. Controle da maturação e conservação de caquis (Diospyrus kaki , L.) cultivar fuyu. p.73, 2000.Tese (Doutorado em Agronomia), Faculdade de Agronomia Eliseu Maciel, Universidade Federal de Pelotas (UFPEL). Pelotas, 2000.

FILGUEIRA, F.A. R. Novo manual de olericultura: agrotecnologia moderna na produção e comercialização de hortaliças. 4ª ed. Viçosa: UFV, 2012, 402p.

FISCHER, M.; AMADO, R. Changes in the pectic substances of apples during development and postharvest ripening. Part 1: Analysis of the alcoholinsoluble residue. Carbohydrate Polymers Great Britain, v. 25,n, p.161-166, 1994.

HOJO, E.T. D.; CARDOSO, D.; HOJO, R. H.; VILAS BOAS, E. V. B.; ALVARENGA, M. A. R. Uso de películas de fécula de mandioca e pvc na conservação pós-colheita de pimentão. Ciência e Agrotecnológia. Lavras, v. 31, n. 1, p. 184 -190, 2007.

IAL-INSTITUTO ADOLFO LUTZ (São Paulo). Métodos físico-químicos para análise de alimentos. Coordenadores Odair Zenebon, Neus Sadocco Pascuet e Paulo Tiglea – São Paulo: Instituto Adolfo Lutz, p. 1020, 2008.

LEMOS, O. L.; REBOUÇAS, T. N. H.; JOSÉ. A. R. S.; VILA, M. T. R; SILVA,K.S. Utilização de biofilme comestível na conservação de pimentão ‘magalir’ em duas condições de armazenamento. Bragantia. Campinas, v.66, n.4, p.693-699, 2007. https://doi.org/10.1590/S0006-87052007000400020

LOPEZ-RUBIO, A. GAVARA, R.; LAGARON, J. M. Bioactive packaging: turning foods into healthier foods through biomaterials. Trends in Food Science e Technology, Cambridge, v. 17, n. 10, p. 567-575, 2006. https://doi.org/10.1016/j.tifs.2006.04.012

LUENGO, R. F. A. Dimensionamento de embalagens para comercialização de hortaliças e frutas no Brasil. p.77, 2005. Tese (Doutorado em Fitotecnia) ESALQ, Piracicaba, 2005.

MARIANO, F. A. C.; BOLIANI, A. C.; CORRÊA, L. S.; MOREIRA, E. R. Vidade-prateleira de goiabas, cv. Sassaoka, minimamente processadas e armazenadas em diferentes embalagens. Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v.33 no.spe1, 2011.

MIRANDA, M. R; BENBADIS, A.K. Alterações em Firmeza e na Atividade da β-Galactosidase de Sapoti (Manilkara zapota L. P. Royen) Armazenados sob Refrigeração e Atmosfera Modificada. Proc. Interamer. Soc. Trop. Hort. Fortaleza, v.46, p. 46-48, 2002.

OSHIRO, A. M.; DRESCH, D, M.; SCALON, S. P. Q. Preservação de goiabas ‘pedro sato’ armazenadas sob atmosfera modificada em refrigeração. Revista de Ciências Agrárias, Lisboa, v. 35, n. 1, p. 213-221. 2012.

OLIVEIRA, L.M. Requisitos de Proteção de Produtos em Embalagens Plásticas Rígidas. Campinas: CETEA – Centro de Tecnologia de Embalagens, 2006.328p.

RINALD, M. M.; BENEDETTI, B. C.; CALORE L. Efeito da embalagem e temperatura de armazenamento em repolho minimamente processado. Ciência e Tecnologia de Alimentos. Campinas. v.2, n.3, p. 480-486, 2005.

RINALDI, M. M.; SANDRI, D.; OLIVEIRA, B. N.; SALES, R. N.; AMARAL, R. D. A. Avaliação da vida útil e de embalagens para tomate de mesa em diferentes condições de armazenamento. Boletim do Centro de Pesquisa de Processamento de Alimentos, Curitiba, v. 29, n. 2, p. 305-316, jul./dez. 2011. https://doi.org/10.5380/cep.v29i2.25510

RODRIGUES, L. J. O Pequi (Caryocar brasiliense Camb):ciclo vital e agregação de valor pelo processamento mínimo.2005, p. 150. Dissertação (Mestrado em Ciência dos Alimentos) Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2005.

RUSSO, V. C.; DAIUTO, E. R.; Bruna Lourenço SANTOS, R. L.; LOZANO, G.; VIEITES, R.L.; VIEIRA, M. R. Qualidade de abóbora minimamente processada armazenada em atmosfera modificada ativa. Ciências Agrárias, Londrina, v. 33, n. 3, p. 1071-1084, 2012. https://doi.org/10.5433/1679-0359.2012v33n3p1071

RUSSO, V. C.; VIEITES, R. L.; DAIUTO, E. R. Conservação refrigerada de abacate ‘hass’ e ‘fuerte’ submetidos à atmosferas modificadas ativas. Energia na Agricultura, Botucatu, v. 28, n.4, p.264269, 2013.

SANCHES, J.; CIA, P.; VALENTINI, S. R. T.; BENATO, E.; CHAGAS, E. A; PIO, R. Atmosfera modificada e refrigeração para conservação pós-colheita da nêspera ‘Fukuhara’. Bragantia, Campinas, v. 70, n. 2, p.455-459, 2011. https://doi.org/10.1590/S0006-87052011000200029

SIGRIST, J. M. M.; BLEINROTH, E. W.; MORETTI, C. L. Manuseio pós-colheita de frutas e hortaliças. In: CORTEZ, L. A. B.; HONÓRIO, S. L; MORETTI, C. L. (Ed.) Resfriamento de frutas e hortaliças. Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2002. 428p.

SILVA, E. O. Fisiologia pós-colheita de repolho ( Brassica oleraceaae var, capitata) minimamente processado. 2000. Tese p. 79 (Doutorado em Fisiologia Vegetal). Federal de Viçosa, Viçosa, 2000.

SOUZA, P. A.; AROUCHA, E. M. M.; SOUZA, A. E. D.; COSTA, A. R. F. C.; FERREIRA, G. S.; BEZERRA, N. F. Conservação pós-colheita de berinjela com revestimentos de fécula de mandioca ou filme de PVC. Horticultura Brasileira. Departamento de Ciências Ambientais- Mossoró: RN. v. 27 n.2 p. 235 -239, 2009.

VILAS BOAS, B. M.; SIQUEIRA, H. H.; LEME, S. C; LIMA.; L.C. O.; ALVES, T. C. Conservação de pimentão verde minimamente processado acondicionado em diferentes embalagens plásticas. Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 42, n. 1, p. 34 -39, 2012.  https://doi.org/10.1590/S1983-40632012000100005

WERNER, E.T.; JUNIOR, L.F.G.O.; DE BONA, A.P.; BRUNA CAVATI, B.; URSULA, T.D. E GOMES, H. (2009) - Efeito do cloreto de cálcio na pós-colheita de goiaba Cortibel. Bragantia, 68, 2: 511518. https://doi.org/10.1590/s0006-87052009000200026