Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Efeito Volátil de Óleos Essenciais no Desenvolvimento de Patógenos em Amêndoas de Castanhas-do-Brasil

DOI: http://dx.doi.org/10.18188/1983-1471/sap.v15n2p121-126

http://e-revista.unioeste.br/index.php/scientiaagraria/index 

downloadpdf

Alexandre Lorini¹, Solange M. Bonaldo² & Bruno L. Mendes³

 

Resumo: Apresentando um sistema de colheita extrativista, as amêndoas de castanhas-do-Brasil necessitam de cuidados na área fitossanitária para manter a qualidade pós-colheita do produto. Assim, avaliou-se o efeito volátil de óleos essenciais de cravo (Syzygium aromaticum), canela (Cinnamomum cassia), alecrim (Rosmarinus officinalis) e eucalipto (Corymbia citriodora) no desenvolvimento de fungos em amêndoas de castanhas-do-Brasil, comercializadas em Itaúba, MT. O delineamento foi inteiramente casualizado com esquema fatorial de cinco tratamentos em cinco repetições. Utilizou-se 100 μL dos óleos, adicionados sobre papel filtro em uma lâmina no centro de placas de Petri, com cinco amêndoas ao redor. As placas foram vedadas e mantidas em 25 ± 2 °C/escuro. Foram realizadas duas avaliações (cinco e dez dias após a incubação) da incidência e severidade de fungos. Observou-se que houve incidência de Aspergillus niger, A. flavus, Rhizopus sp. e Penicillium sp. O óleo de eucalipto foi eficaz na inibição de Penicillium sp., enquanto que o óleo de cravo apresentou maior inibição de Rhizopus sp.; e canela inibiu A. niger, A. flavus, Rhizopus sp. e Penicillium sp. O óleo essencial de alecrim estimulou o desenvolvimento de todos os fungos. A severidade dos fungos em castanhas tratadas com óleo de canela foi de 9,5%; enquanto que nas tratadas com cravo, alecrim e eucalipto a severidade foi de 22,52%, 38,2% e 24,72%, respectivamente. Com isso, conclui-se que os óleos essenciais de canela, cravo e eucalipto apresentam compostos voláteis que inibem o desenvolvimento de fungos em amêndoas de castanhas-do-Brasil, sendo que o óleo de canela apresentou maior eficácia.

Palavras-chave : Aspergillus sp., Bertholletia excelsa, controle alternativo, Penicillium sp., Rhizopus sp.

 

Abstract : Due thea system of extractive harvest of almonds of Brazil nuts is necessary care in the phytosanitary area to maintain postharvest quality of the product. Therefore, we assessed the effect of volatile essential oils of clove (Syzygium aromaticum), cinnamon (Cinnamomum cassia), rosemary (Rosmarinus officinalis) and eucalyptus (Corymbia citriodora) in the development of fungi in almond of Brazil nuts, collected in Itaúba, MT State, Brazil. The design was completely randomized factorial with five treatments in five replicates. We used 100 μL of oils, added on a filter paper on a slide glass in the center of Petri dishes with five almonds around. The plates were sealed and kept at 25 ± 2 °C/dark. Two evaluations (five and ten days after incubation) of incidence and severity of fungi were performed. It was observed incidence of Aspergillus niger, A. flavus, Rhizopus sp. and Penicillium sp. Eucalyptus oil was effective in the inhibition of Penicillium sp. while clove oil showed greater inhibition of Rhizopus sp.; and cinnamon inhibited A. niger and A. flavus, Rhizopus sp. and Penicillium sp. The essential oil of rosemary stimulated the development of all fungi. The severity of fungi in nuts treated with cinnamon oil was 9.5%, whereas in the treatment with clove, eucalyptus and rosemary oils the severity were 22.52%, 24.72% and 38.2%, respectively. We conclude that the essential oils of cinnamon, clove and eucalyptus have volatile compounds that inhibit the growth of some fungi in almond of Brazil nuts, and cinnamon oil was more efficient.

Key words : Aspergillus sp., Bertholletia excels, alternative control, Penicillium sp., Rhizopus sp.

 

1 Graduando em Ciências Naturais e Matemática com Habilitação em Química, Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Av. Alexandre Ferronato 1200, CEP 78557-267, Sinop, Mato Grosso, Brasil. E-mail: alexandrelorini@hotmail.com
2 Dra., Prof., Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientais (PPGCAM), UFMT. E-mail: sbonaldo@ufmt.br *Autor para correspondência
3 Graduando em Agronomia, UFMT. E-mail: blmendes@ig.com.br

 

Literatura Citada

ABREU, C.L.M. Controle de Alternaria solani em tomateiro (Lycopersicon esculentum) com óleos essenciais. 2006. 82p. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Estadual Paulista, Botucatu, 2006.

ALMEIDA, L.F.D.; CAVALCANTI, Y.W.; CASTRO, R.D.; LIMA, E.O. Atividade antifúngica e alterações morfológicas induzidas pelo óleo essencial de Cinnamomum cassia frente cepas de Candida albicans isoladas de pacientes HIV positivos. Pesquisa Brasileira em Odontopediatria e Clínica Integrada, João Pessoa, v.12, n.3, p.393-398, jul./set. 2012.

ALTHAUS, R.A.; CANTERI, M.G.; GIGLIOTI, E.A. Tecnologia da informação aplicada ao agronegócio e ciências ambientais: sistema par análise e separação de médias pelos métodos de Duncan, Tukey e Scott-Knott. In: X ENCONTRO ANUAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, Parte 1, 2001, Ponta Grossa, PR. Anais… Ponta Grossa, PR, 2001. p.280-281.

AMARANTE, A.G.M.; DREHMER, A.M.F.; STEFFENS, C.A.; HEINZEN, A.; ESPÍNDOLA, B.P.; AMARANTE, C.V.T.; CASA, R.T. Controle de podridões pós-colheita causadas por Penicillium expansum em maçãs ‘Fuji’ através do uso de óleos essenciais. In: 24º SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UDESC, 2014, Florianópolis, SC. Anais… Florianópolis, SC, 2014.

AMORIM, L.; BERGAMIN FILHO, A. Fenologia, patometria e quantificação de danos. In: AMORIN, L.; REZENDE, J.A.M.; BERGAMIN FILHO, A. Manual de Fitopatologia: princípios e conceitos. 4.ed. São Paulo: Agronômica Ceres, 2011. v.1, p.517-542.

BELAN, H.C.; CANTERI, M.G. AGROSTAT - Sistema de análise e separação de médias em experimentos agrícolas. In: XIII ENCONTRO ANUAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, Londrina, 2004.

BRUM, R.B.C.S. Efeito de óleos essenciais no controle de fungos fitopatogênicos. 2012. 135p. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) - Universidade Federal do Tocantins, Gurupi, 2012.

CANTERI, M.G.; ALTHAUS, R.A.; VIRGENS FILHO, J.S.; GIGLIOTI, E.A.; GODOY, C.V. SASM-Agri: Sistema para análise e separação de médias em experimentos agrícolas pelos métodos Scott-Knott, Tukey e Duncan. Revista Brasileira de Agrocomputação, Ponta Grossa, v.1, n.2, p.18-24, 2001.

CALDAS, E.D.; SILVA, S.C.; OLIVEIRA, J.N. Aflatoxinas e ocratoxina A em alimentos e riscos para a saúde humana. Revista Saúde Pública, São Paulo, v.36, n.3, p.319-323. 2002.

DI STASI, L.C. Química de produtos naturais: principais constituintes ativos. In: DI STASI, L.C. Plantas medicinais: arte e ciência - um guia de estudos multidisciplinares. São Paulo: Universidade Paulista, 1996. p.109-127.

GASPAROTTO, L.; PEREIRA, J.C.R.; LIMA, M.I.P.M.; VÉRAS, S.M. Doenças de fruteiras da Amazônia. In: KIMATI, H.; AMORIM, L.; REZENDE, J.A.M.; FILHO, A.B.; CAMARGO, L.E.A. Manual de Fitopatologia: doenças das plantas cultivadas. 4.ed. São Paulo 2005. v.2, p.355-360.

LORENZETTI, E.R. Controle de doenças do morangueiro com óleos essenciais e Trichoderma spp. 2012. 107p. Tese (Doutorado em Fitopatologia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.

LORENZETTI, E.R.; MONTEIRO, F.P.; SOUZA, P.E.; SOUZA, R.J.; SCALICE, H.K.; DIOGO JUNIOR, R.; PIRES, M.S.O. Bioatividade de óleos essenciais no controle de Botrytis cinerea isolado de morangueiro. Revista Brasileira de Plantas Medicinais, Botucatu, v.13, n. especial, p.619-627, nov./dez. 2011.

MENGAI, B. Efeito dos óleos essenciais de diferentes espécies de Eucalyptus sobre a microflora do milho pó-colheita. 2010. 113p. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos) - Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2010.

MINISTÉRIO DA AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO – MAPA. Prevenção de aflatoxinas em castanha-do-Brasil: cartilha do produtor. Brasília, 2000.

OLIVEIRA, R.A.; REIS, T.V.; SACRAMENTO, C.K.; DUARTE, L.P.; OLIVEIRA, F.F. Constituintes químicos voláteis de especiarias ricas em eugenol. Revista Brasileira de Farmacognosia, Curitiba, v.19, n.3, p.771-775, jul./set. 2009.

PEREIRA, M.C.; VILELA, G.R.; COSTA, L.M.A.S.; SILVA, R.F.; FERNANDES, A.F. Inibição do desenvolvimento fúngico através da utilização de óleos essenciais de condimentos. Revista Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v.30, n.4, p.731-738, jul./ago. 2006.

PEREIRA, R.B.; LUCAS, G.C.; PERINA, F.J.; RESENDE, M.L.V.; ALVES, E. Potential of essential oils for the control of brown eye spot in coffee plants. Revista Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v.35, n.1, p.115-123, jan./fev. 2011.

PIMENTEL, F.A.; CARDOSO, M.G.; BATISTA, L.R.; GUIMARÃES, L.G.L.; SILVA, D.M. Ação fungitóxica do óleo essencial de Tanaecium nocturnum (Barb. Rodr.) Bur. E L. Shum sobre o Aspergillus flavus isolado da castanha-do-Brasil (Bertholletia excelsa). Acta Amazônica, Manaus, v.40, n.1, p.213-220, mar./abr. 2010.

PIPER, P.; CALDERON, C.O.; HATZIXANTHIS, K.; MOLLAPOUR, M. Weak acid adaptation: the stress response that confers resistance to organic acid food preservatives. Microbiology, Washington, v.147, n.10, p.2635-2642, out. 2001.

PORTE, A.; GODOY, R.L.O. Alecrim (Rosmarinus officinalis L.): propriedades antimicrobiana e química do óleo essencial. Boletim do Centro de Pesquisa de Processamento de Alimentos, Curitiba, v.19, n.2, p.193-210, jul./dez. 2001.

RIBEIRO, D.S.; MELO, D.B.; GUIMARÃES, A.G.; VELOZO, E.S. Avaliação do óleo essencial de alecrim (Rosmarinus officinalis L.) como modulador da resistência bacteriana. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v.33, n.2, p.687-696, abr./mai. 2012.

SANTIAGO, M.F.; UENO, B. Atividade fungitóxica de 35 óleos essenciais de plantas sobre Aspergillus niger isolado de cebola. In: XIV ENCONTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO UFPEL, 2012, Pelotas, RS. Anais… Pelotas, RS, 2012.

SCHWAN-ESTRADA, K.R.F.; STANGARLIN, J.R.; CRUZ, M.E.S. Uso de extratos vegetais no controle de fungos fitopatogênicos. Revista Floresta, Curitiba, v.30, n.1-2, p.129-137, 2000.

SOUZA, J.M.L.; CARTAXO, C.B.C.; LEITE, F.M.N.; SOUZA, L.M. Manual de segurança e qualidade para a cultura da castanha-do-Brasil. Brasília: CampoPAS, 2004. 60p.

SOUZA, M.L.; MENEZES, H.C. Extrusão de misturas de castanha-do-brasil com mandioca. Revista Ciência e Tecnologia de Alimentos, Campinas, v.28, n.2, p.451-462, abr./jun. 2008.

SOYLU, E.M.; KURT, S.; SOYLU, S. In vitro and in vivo antifungal activities of the essential oils of various plants against tomato grey mould disease agent Botrytis cinerea. International Journal of Food Microbiology, v.143, n.3, p.183-189, 2010.

TYAGI, A.K.; MALIK, A. Antimicrobial potential and chemical composition of Mentha piperita oil in liquid and vapour phase against food spoiling microorganisms. Food Control, v.22, p.1707-1714, 2011.

VIEGAS, E.C.; SOARES, A.; CARMO, M.G.F.; ROSSETTO, C.A.V. Toxicidade de óleos essenciais de alho e casca de canela contra fungos do grupo Aspergillus flavus. Horticultura Brasileira, Brasília, v.23, n.4, p.915-919, out./dez. 2005.