Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Diagnóstico Participativo de Saneamento Básico na Comunidade Rural do Baixo Rio Araguari no Município de Ferreira Gomes - Amapá, Brasil

DOI: http://dx.doi.org/10.18561/2179-5746/biotaamazonia.v6n2p17-23

http://periodicos.unifap.br/index.php/biota/index 

downloadpdf

Elielson B. da Silva, Charles S. Alves, José C. dos S. Portilho

 

Resumo: Este trabalho teve como objetivo realizar o levantamento participativo em saneamento básico nas residências da comunidade rural do Baixo Rio Araguari, no município de Ferreira Gomes. A coleta de dados em campo ocorreu no período dos meses de julho a agosto de 2014 e consistiu de entrevistas com perguntas fechadas, baseadas em questionário adaptado de LENE/MSD - Levantamento de Necessidades de Melhorias Sanitárias Domiciliares, da Fundação Nacional de Saúde - FUNASA, registro de imagens e da localização das propriedades dos entrevistados (GPS). O estudo revelou que a dívida sanitária na comunidade rural é enorme e que precisa de uma solução socioambiental correta, já que não há rede de distribuição de água encanada e tratada, não há coleta e tratamento de esgoto, não há drenagem de águas pluviais e nem coleta de resíduos sólidos. A obtenção de água é feita por uso de igarapés e rios (60,5%), seguida de poços próprios (37,2%) e de fontes alternativas (2,3%). A destinação do esgotamento sanitário é realizada por fossas negras (70,9%), fossa séptica (23,3%) e 5,8% por fontes alternativas. No saneamento domiciliar, 33,7% possuem reservatório de água, 70,93% lavatório (jirau), 15,1% tanque de lavar roupas, 29% pia de cozinha, 5,8% usam filtro doméstico, 65,12% privada rudimentar, 34,8% banheiro (com vaso sanitário e com ou sem chuveiro e/ou lavatório (pia para higiene corporal) e nenhuma utiliza tanque séptico. Isso denota que as famílias dessa comunidade rural estão poluindo diretamente o solo, o lençol freático e os corpos hídricos, em especial, o Rio Araguari na sua porção baixa.

Palavra-chave: saneamento básico, insalubridade ambiental, Baixo Rio Araguari.

 

Abstract: This study aimed to carry out participatory survey on sanitation in homes of the rural community of the Lower Rio Araguari, in the municipality of Ferreira Gomes. The collection of field data occurred in the period of July and August 2014 and consisted of interviews with closed questions, based on questionnaire adapted from LENE / MSD - Sanitary Improvement Needs Survey Household, the National Health Foundation - FUNASA, record images and the location of the properties of the respondents (GPS). The study found that the health debt in the rural community is huge and needs a proper environmental solution, since there is no piped and treated water distribution network, there is no collection and treatment of sewage, no rainwater drainage nor solid waste collection. The source of water is made by use of streams and rivers (60.5%), followed by own wells (37.2%) and alternative sources (2.3%). The allocation of sewage is performed by black tanks (70.9%), septic tank (23.3%) and 5.8% for alternative sources. Household sanitation, 33.7% have water tank, 70.93% sink (loft), 15.1% tank washing, 29% kitchen sink, 5.8% use domestic filter, 65.12% Private rudimentary, 34.8% bathroom (with toilet and with or without shower and / or sink (sink for personal hygiene) and no use septic tank. This shows that families of this rural community are directly polluting the soil, the water table and water bodies, in particular the Araguari River in its lower portion.

Key words: basic sanitation; environmental unhealthiness; lower Araguari River

 

1 Engenheiro florestal e Especialista em Economia Verde (Universidade do Estado do Amapá, Brasil).
2 Doutor em Desenvolvimento Sustentável (Universität der Bunderswehr, Alemanha).
3 Secretaria Municipal de Saúde de Ferreira Gomes, Amapá, Brasil.

 

Literatura Citada

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal; Edições 70, LDA, 2009.

COSTA, S.; BRONDIZIO, E. Dependência Interurbana entre as Cidades Amazônicas: Crescimento Urbano, Deficiências em Infra-estrutura e Redes Sociais. In: REDES, v. 14, n. 3, p. 211 – 234, set./dez. 2009.

DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE – DATASUS. Indicadores socioeconômicos dos municípios brasileiros. 2013. Disponível em http://dtr2004.saude.gov.br/sinanweb/index.php (Acessada em 18/11/2014).

ECOTUMUCUMAQUE. Plano diretor Participativo de Ferreira Gomes. 2013.

ECOTUMUCUMAQUE. PBA – Plano Básico Ambiental do Aproveitamento Hidrelétrico Cachoeira Caldeirão. Volume I. Apresentação – Programas Institucionais - Programas de Controles Ambientais das Obras e Construções, 2010.

FUNDAÇÃO NACIONAL DE SAÚDE - Funasa. Manual de orientações técnicas para elaboração de projeto de melhorias sanitárias domiciliares – Brasília: Funasa, 68 p. 2014.

HELLER, L.; AZEVEDO, E. A. Exclusão sanitária em Belo Horizonte – MG: caracterização e associação com indicadores de saúde. 1º Caderno de Pesquisa em Engenharia de Saúde Pública. Brasília: FUNASA, 2010.

IBGE - INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Pesquisa Nacional de Saneamento Básico. Rio de Janeiro, 2010.

LEONETI, A. B.; DO PRADO, E. L.; DE OLIVEIRA, S. V. W. B. Saneamento básico no Brasil: considerações sobre investimentos e sustentabilidade para o século XXI. Revista de Administração Pública - RAP, n. 2, p. 331-348, 2011.

MARTINI, R.; COSTA, C. D.; BOTEON, M. Gestão do lixo: um estudo sobre as possibilidades de reaproveitamento do lixo de propriedades hortícolas. XLIV Congresso da Sober. 2006.

MARTINS, L. F. V.; ANDRADE, H. H. B.; PRATES, K. V. M. C. Diagnóstico quali-quantitativo dos resíduos sólidos domiciliares gerados no assentamento rural luz, Luiziana/Paraná. Saúde e Biologia, Campo Mourão, v.4, n.2, p.14-20, 2009.

MARTINS, N. D. Estudo da prevalência de enteroparasitoses no município de Ferreira Gomes/AP após enchente em 2011. 91f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Amapá/UNIFAP, Macapá. 2012.

PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICÍLIOS – PNAD. Dados do saneamento básico por municípios brasileiros. Rio de Janeiro, 2012.

PESQUISA NACIONAL POR AMOSTRA DE DOMICÍLIO – PNAD. Síntese de Indicadores. IBGE. 2009.

PNUD. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento. Atlas do Desenvolvimento. 2014. Disponível em http://www.pnud.org.br (Acessada em 19/01/2015).

ROSSETO, R.; SAMBUICHI, R. H. R. Resíduos Agrosilvopastoris II: resíduos inorgânicos e resíduos domésticos da área rural. Caderno de Diagnóstico. 2011.

SANTOS, L. F. P. Indicadores de Salubridade Ambiental (ISA) e sua aplicação para a gestão urbana. 131f. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Amapá, Macapá, 2012.

SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE FERREIRA GOMES. Introdução ao Plano Municipal de Saneamento Básico. 2014.

SILVA, E. B. Diagnóstico Participativo de Saneamento Básico: uma contribuição para as ações de saneamento rural no município de Ferreira Gomes – Amapá, Brasil. 66 f. Monografia (Especialização) – Universidade do Estado do Amapá/UEAP, Macapá, 2015.

VIDA AMBIENTAL DO BRASIL. Plano Municipal de Saneamento Básico de Calçoene. Prefeitura Municipal de Calçoene. Amapá. 2013.

VIEIRA, P. C.; SILVEIRA, J. L. G. C.; RODRIGUES, K. F. Percepção e hábitos relacionados ao lixo doméstico entre moradores da comunidade do Coripós, Blumenau, SC. Revista APS. 15(1): 82-91. 2012.

ZOBY, J. L. G. Panorama da qualidade das águas subterrâneas no Brasil. Revista Águas Subterrâneas, Natal, Supl. XV Congresso Brasileiro de Águas Subterrâneas, 2008.