Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

O Ruído na Indústria da Construção Civil

DOI: http://dx.doi.org/10.15601/2359-5302/ptr.v2n1p56-71

http://www3.izabelahendrix.edu.br/ojs/index.php/ptr/index 

downloadpdf

Ana K. G. Dias1, Marcel S. Xavier2 & Adilza C. Dode3

 

Resumo: Cada vez mais elevados, os níveis de produção de ruído são um problema no campo laboral, especialmente nas indústrias, e causam danos para a saúde de muitos operários. Nesta perspectiva, este artigo pretendeu descrever mecanismos de avaliação e controle do ruído no canteiro de obras da indústria da construção civil. Assim, foram escolhidos equipamentos de uso contínuo nessa indústria: betoneira e serra circular, monitorados a partir do cálculo dos Níveis de Pressão Sonora emitidos, bem como do limite de tolerância e níveis de exposição ao ruído, de acordo com a NR-15 do Ministério do Trabalho. O produto deste estudo veio de encontro com um ambiente insalubre de trabalho. Dessa forma, se reafirmou a necessidade de ações de higiene ambiental.

Palavras-chave: Ruído; Canteiro de Obras; Construção Civil; Níveis de Pressão Sonora.

 

Abstract: Higher levels of noise are a serious problem in the workplace especially in the industries, and cause damage to health of many workers. In this context, this study aimed to develop mechanisms for evaluation and noise control at the site productivity of the civil construction industry. So, in this article was raised the similar noise level derived from the main noise generators machines. The chosen machines for the analysis were the concrete mixer and the circular saw. It was evaluated the exposure of the workers for executed tasks based on the NR-15 (Regulation Norm) of the Ministry of Labor. This norm calculates the dose of daily exposition and the sound pressure level corresponding to the tolerance limit. The result of this survey was that the state of the work environment is insalubrious. Thus, the need of environmental hygiene actions was confirmed.

Key words: Noise. Construction site; Civil construction; Sound pressure level.

 

1 Graduando em Engenharia Civil pelo Centro Universitário Izabela Hendrix (CEUNIH), anadias.engcivil@gmail.com
2 Graduando em Engenharia Civil pelo Centro Universitário Izabela Hendrix (CEUNIH), bhxd@gmail.com
3 Doutora e Mestre em Saneamento, Meio Ambiente e Recursos Hídricos (UFMG), docente do Centro Universitário Izabela Hendrix (CEUNIH), adilza.dode@izabelahendrix.edu.br

 

Literatura Citada

ANDRADE, S. M. M. Metodologia para Avaliação de Impacto Ambiental Sonoro da Construção Civil no Meio Urbano. 2004. Tese (Doutorado) – URFJ, Rio de Janeiro, Brasil.

AZEVEDO, A.P. Ruído – um problema na saúde pública? (Outros agentes físicos). In: ROCHA, EL. (org.). Isto é trabalho de gente? Vida, doença e trabalho no Brasil. Petrópolis: Vozes, 1993.

BONAVIDES, Paulo, Curso de Direito Constitucional. 18. ed. São Paulo: Malheiros Editores, 2006.

BRASIL, Ministério do Meio Ambiente - RESOLUÇÃO/Conama/N.º 002 de 08 de março de 1990. Disponível em: <http://www.mma.gov.br/port/conama/res/res90/res0290.html> Acesso em: 5 jun. 2015.

BRASIL, Ministério do Trabalho. Norma Regulamentadora NR-15. Manual de Legislação Atlas. 59. ed., 2006.

BRASIL. Consolidação das Leis do Trabalho, Decreto-lei nº 5452/43. Disponível em <http//www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto-lei/Del5452.htm>. Acesso em: 25 jun. 2015.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília-DF: Senado, 1988.

BRASIL. Ministério do Trabalho. Portaria nº 3214, de 08 de junho de 1978. Disponível em: <http://www.diariodasleis.com.br/busca/exibelink.php?numlink=1-94-13-1978-06-08-3214>. Acesso em: 5 jun. 2015.

FECHNER, G. (1966). Elements of psychophysic.s (D. H. Howes & E. G. Boring, Edit.s; H. Adler, Trad.). New York: Holt, Rinehart and Winston. (Originalmente publicado em 1860).

FERREIRA JÚNIOR, M. Perda auditiva induzida por ruído: bom senso e consenso. São Paulo: VK, 1998.

FIORINI, A. C; NASCIMENTO, P.E.S. Programa de prevenção em perdas auditivas. In: NUDELMANN, A. A. et al. PAIR: Perda Auditiva Induzida pelo Ruído. Rio de Janeiro: Revinter, 2001, v. 2, p. 51-61.

FUNDACENTRO NHO-01 – Procedimento técnico: avaliação da exposição ocupacional ao ruído. Disponível em: <http://www.fundacentro.gov.br/biblioteca/normas-de-higieneocupacional/publicação/detalhe/2012/9/nho-01-procedimento-tecnico-avaliacao-da-exposicao-ocupacional-ao-ruido>. Acesso em: 6 jun. 2015.

GERGES, Samir. N. Y. Ruído. Fundamentos e Controle. 2. ed. Florianópolis: Editora Imprensa Universitária UFSC, 2000.

GOMES, J.R. et al. Tópicos da saúde do trabalhador. São Paulo: Hucitec, 1989.

IIDA, I. Ergonomia: projeto e produção. 2. ed. rev. e ampl. São Paulo: Edgard Blücher, 2005.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA (IBGE). Estatísticas da Construção Civil. Rio de Janeiro: 2000. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/home/>. Acesso em: 2 nov. 2015.

LACERDA, A. P. de. Audiologia Clínica. Rio de Janeiro: Guanabara, 1976.

Legislação - Normas Regulamentadoras. Disponível em: <http://portal.mte.gov.br/legislacao/normas-regulamentadoras-1.htm> Acesso em: 4 jun. 2015

MAGRINI, Rosana Jane. Poluição sonora e lei do silencio. RJ nº 216. Out/1995.

MAIA, P. A. Estimativa de exposições não contínuas a ruído: desenvolvimento de um método e validação na Construção Civil. 2001. Tese (Doutorado em Engenharia Civil) - UNICAMP, Campinas, Brasil.

MAIA, Paulo A.; BERTOLLI, Stelamaris R. Ruído e seus efeitos no homem na construção civil. VII Encontro Nacional de Tecnologia do Ambiente Construído – Qualidade no Processo Construtivo. Florianópolis/SC, 1998. Disponível em: <http://www.higieneocupacional.com.br/download/ruido-bertoli.pdf> Acesso em: 5 jun.2015.

MELNICK, W. Saúde auditiva do trabalhador. In: Tratado de audiologia clínica. São Paulo: Manole, 1999.

MORATA, T. C. et al. Perda auditiva e a exposição ocupacional a agentes tóxicos. In: NUDELMANN, A. A et al. Perda auditiva induzida pelo ruído. Porto Alegre: Bagagem Comunicação, 1997.

RIOS, A. L. Efeito do ruído tardio na audição e na qualidade do sono em indivíduos expostos a níveis elevados. [Dissertação]. Ribeirão Preto: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – USP, 2003.

SANTOS, Ubiratan de Paula. Ruído: riscos e prevenção. São Paulo: Hucitec, 1996.

SARLET, Ingo Wofgang; FIGUEIREDO, Mariana Filchtiner. Algumas considerações sobre o direito fundamental à proteção e promoção da saúde aos 20 anos da Constituição Federal de 1988. Disponível em: <http://www.stf.jus.br/arquivo/cms/processoAudienciaPublicaSaude/anexo/O_direito_a_saude_nos_20_anos_da_CF_coletanea_TAnia_10_04_09.pdf> Acesso em: 20 jun. 2015.

SCIELO. Prevalência de perdas auditivas em trabalhadores no processo admissional em empresas na região de Campinas/São Paulo. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-72992001000500010&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 5 jun. 2015.

VIEIRA, S. Manual de Saúde e Segurança do Trabalho: qualidade de vida no trabalho, volume 2. São Paulo: LTr, 2005.