Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Biometria de Frutos e Sementes, Análise Química e Rendimento de Polpa de Araçá Amarelo (Psidium cattleianum Sabine)

DOI: http://dx.doi.org/10.15871/1517-8595/rbpa.v18n3p313-323

http://rbpaonline.com/ 

downloadpdf

Maria C. B. Silva1, Francisco J. C. Moreira2, Maria K. N. Tavares1 & Karla F. Silva3

 

Resumo: As características de frutos e sementes, em algumas espécies de plantas nativas, ainda são resumidas quanto à literatura, sendo esses fatores importantes para obtenção de informações para facilitar sua produção, comercialização e posteriores estudos, sendo que uma dessas espécies nativas é o araçazeiro. Nesse sentido, objetivou com o referido estudo, avaliar características físicas e químicas de frutos e sementes de araçá, com um intuito de melhorar seu aproveitamento e despertar seu cultivo racional, principalmente na agricultura familiar. O trabalho foi desenvolvido no Laboratório de Fitossanidade e Sementes, do Instituto Federal do Ceará - Campus Sobral, no período de junho a julho de 2014. Os frutos foram colhidos no município de Santana do Acaraú, em junho de 2014 e levados ao referido Laboratório, onde foram submetidos às análises posteriores. Foram utilizados 36 frutos para realizar todas as análises químicas e físicas, sendo esses divididos em três repetições com 12 frutos cada. Foram realizadas análises físicas dos frutos e sementes (diâmetros, pesos, número de sementes por fruto, espessura de polpa e rendimento de polpa) e químicas dos frutos e polpa (pH e Sólidos solúveis). Os dados foram tabulados e analisados com o auxílio da planilha eletrônica Microsoft Excel®. O diâmetro dos frutos de araçá de acordo com os resultados, tem largura e comprimento médios de 31 e 33 mm respectivamente, seu rendimento médio de polpa está em tordo de 94%, peso médio de 18 gramas, pH de 3,55 e Sólidos Solúveis (medido em ºBrix) mediano de 8,08. Pode-se concluir que os frutos de araçá tem forma arredondada, peso médio de 18 g, sementes pequenas e uma porcentagem de polpa satisfatória, podendo ser aproveitados para o consumo in natura e também no processamento, em doces, licores, compotas, etc.

Palavras-chave: Caracterização biométrica, flora nativa, Myrtaceae, Psidium cattleianu

 

Abstract: The fruit characteristics and seeds, in some species of native plants, are also summarized as to the literature, these important factors for obtaining information to facilitate their production, marketing and further studies, one of these native species is the strawberry guava. In this sense, the objective with this study and evaluate the physical and chemical characteristics of fruit and guava seed, with a view to improving its use and awakening their rational cultivation, especially in family farming. The study was conducted in the Plant Health and Seed Laboratory, the Federal Institute of Ceará - Campus Sobral, from June to July 2014. The fruits were harvested in the city of Santana do Acaraú in June 2014 and taken to that Laboratory, where they were subjected to further analysis. 36 fruits were used to carry out all the chemical and physical analysis, these being divided into three replications of 12 fruits. Physical analysis of the fruits and seeds were performed (diameters, weights, number of seeds per fruit, pulp thickness and yield pulp) and chemical fruit and pulp (pH and soluble solids). Data were tabulated and analyzed with the aid of electronic Microsoft Excel® spreadsheet. The diameter of the fruits of guava according to the results, has width and average length of 31 and 33 mm respectively, the average yield pulp is thrush 94%, average weight of 18 grams, pH 3.55 and Soluble Solids (measured as ºBrix) Median 8.08. It can be concluded that guava fruit is rounded shape, average weight 18 g, and a small percentage of seeds satisfactory pulp for being able to be exploited for fresh consumption and also in the processing, in sweets, liqueurs, jams, etc.

Key words: Araçá, biometric characterization, native flora, Myrtaceae.

 

1 Tecnólogas em Irrigação e Drenagem, IFCE - Campus Sobral. Av. Dr. Guarani, nº 317 - Derby Club, CEP: 62.042-030 - Sobral-CE - E-mail: crismariabarbosa@gmail.com / kllecianeves@hotmail.com
2 Eng. Agrônomo, MSc., Professor do Eixo Tecnológico de Recursos Naturais, IFCE – Campus Sobral - Av. Dr. Guarani, nº 317 - Derby Club, CEP: 62.042-030 - Sobral-CE E-mail: franze.moreira@ifce.edu.br
3 Graduanda do Curso Tecnologia em Irrigação e Drenagem, IFCE – Campus Sobral - Bolsista PIBIC/IFCE, Av. Dr. Guarani, nº 317, Derby Club, CEP: 62.042-030 - Sobral-CE - E-mail: karla236fonseca@gmail.com

  

Literatura Citada

Agostini-Costa, T.; Vieira, R.F. Frutas nativas do cerrado: qualidade nutricional e sabor peculiar, 2000. Capturado em: 25 fev. 2005. Online Disponível na internet http://www. ambientebrasil.com.br/composer.php3?base=./biotecnologia/index.html.

Andrade, J.S., Aragão, C.G., Ferreira, S.A.N. Caracterização física e química de frutos de araçá-pêra (Psidium acutangulum D.C.). Acta Amazonica. v.23, n.2-3, p. 213-217, 1993.

Balbino, J.M. de S. Manejo na colheita e pós-colheita do maracujá. In: Costa, A. de F.S.; Costa, A.N. (Eds.). Tecnologias para a
produção de maracujá. Vitória: INCAPER, 2005. p. 153-179.

Barroso, G.M.; Morin, M.P.; Peixoto, A.L.; Ichaso, C.L.F. Frutos e sementes: morfologia aplicada à sistemática de dicotiledôneas. Viçosa: UFV, 1999. 443p.

Baskin, C. C.; Baskin, J. M. Seeds: ecology, biogeography, and evolution of dormancy and germination. London: Academic Press, 1998. 667p.

Beltrati, C.M. Morfologia e anatomia de sementes In: Curso de Pós-Graduação em Ciências Biológicas, Área de Biologia Vegetal. Apostila. Rio Claro: Departamento de Botânica / Instituto de Biociências / UNESP, 1994. 112p.

Berniz, P. J. Avaliação industrial de variedades de manga (Mangifera indica L.), para elaboração de néctar. Viçosa, MG, 1984. 57f. Dissertação - (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos), Departamento de Tecnologia de Alimentos, Universidade Federal de Viçosa.

Caldeira, S.D., Hiane, P.A., Ramos, M.I.L., Ramos Filho, M.M. Caracterização físico-química do araçá (Psidium guineense Sw.) e do tarumã (Vitex cymosa Bert.) do Estado do Mato Grosso do Sul. Boletim CEPPA 22: 145-154. 2004.

Carvalho, J. E. U.; Nascimento, W. M. O.; Müller, C. H. Características físicas e de germinação de sementes de espécies frutíferas nativas da Amazônia. Belém: Embrapa-Cpatu, 1998. 18p.

Chitarra, M.I.F., Chitarra, A.B. Pós-colheita de frutos e hortaliças: fisiologia e manuseio. UFLA, Lavras, Brasil. 786 p. 2005.

Cisneiros, R.A., Matos, V.P., Lemos,M.A., Reis, O.V., Queiroz, R.M. Qualidade fisiológica de sementes de araçazeiro durante o armazenamento. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambienta. v.l7, n.3, p.513-518, 2003.

Conti, J.H., Minami, K., Tavares, F.C.A. Produção e qualidade de frutos de morango em ensaios conduzidos em Atibaia e Piracicaba. Horticultura Brasileira. v.20, n.1, p. 10-17, 2002.

Damiani, C., Vilas Boas, E.V.B., Asquieri, E.R., Lage, M.E., Oliveira, R.A., Silva, F.A., Pinto, D.M., Rodrigues, L.J., Silva, E.P., Paula, N.R.F. Characterization of fruits from thes avanna: Araça (Psidium guinnensis Sw.) and Marolo (Annona crassiflora Mart.). Ciência e Tecnologia de Alimentos. v.31, n.3, p.723-729, 2011.

Danner, M. A.; Raseira, M. C. B.; Sasso, S. A. Z.; Citadin, I.; Scariot, S. Repetibilidade de caracteres de fruto em araçazeiro e pitangueira. Ciência Rural, v.40, n.10, p. 2086-2091p,out, 2010.

Fachinello, J.C.; Hoffmann, A.; Nachtigal, J.C.; Kersten, E.; Fortes, G.R.L. Propagação de plantas frutíferas de clima temperado. Pelotas: Editora e Gráfica Universitária, 1994. 179p.

Fetter, M. Da R.; Vizzotto, M.; Cordelini, D. D.; Gonzales, T. N. Propriedades funcionais de araçá-amarelo, araçá-vermelho (Psidium cattleyanum Sabine) e araçá-pera (P. acutangulum D.C.) cultivados em Pelotas/RS. Braz. J. Food Technol., III SSA, 92-95 p, 2010.

Ferrer, R. E. N. Avaliação das Características da Polpa de Manga (Mangifera indica L.) para Elaboração e Armazenamento do Néctar. Viçosa, MG, 1987. 66p. Dissertação - (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos), Departamento de Tecnologia de Alimentos, Universidade Federal de Viçosa.

Franzon, R.C., Campos, L.Z.O., Proença, C.E.B., Sousa-Silva, J.C. Araçás do gênero Psidium: principais espécies, ocorrência,
descrição e usos. Embrapa Cerrados, Brasília, Brasil. 48 p. 2009.

Godoy, R.C.B., Matos, E.L.S., Amorim, T.S., Sousa Neto, M.A., Ritzinger, R., Waszczynskj, N. Avaliação de genótipos e variedades de acerola para consumo in natura e para a elaboração de doces. Boletim CEPPA. v.29, p.197-204, 2008.

Gordon, A., Jungfer, E., Silva, B.A.S., Maia, G.S., Marx, F. Phenolic Constituents and Antioxidant Capacity of Four Underutilized Fruits from the Amazon Region.Journal of Agricultural and Food Chemistry. v.59, p. 7688–7699, 2011.

IBGE, 2014. disponível em: http://www.ceara. gov.br/municipios-cearenses/805-municipios -com-a-letra-s?format=pdf. Acesso em: 15/ 10/ 2014.

Legrand, C.D.; Klein, R.M. Myrtaceaes: 10 Psidium L. In: Reitz, P.R. Flora Ilustrada Catarinensis. I Parte Itajaí: Herbário Barbosa Rodrigues, 1977. 730p.

Lira Júnior, J. S., Musser, R.S., Melo, E.A., Maciel, M.I.S., Lederman, I.E., Santos, V.F. Caracterização física e físico-química de frutos de cajá-umbu (Spondias spp.). Ciência e Tecnologia de Alimentos. v.25, n.4, p.757-761, 2005.

Lorenzi, H. Árvores brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. Nova Odessa: Editora Plantarum, 1992. 268p.

Lorenzi, H. Árvores Brasileiras: Manual de Identificação e Cultivo de Plantas Arbóreas Nativas do Brasil. Nova Odessa: Plantarum, 1992. 368 p.

Lorenzi, H.; Bacher, L.B.; Lacerda, M.T.C. De; Sartori, S.F. Frutas Brasileiras e Exóticas Cultivadas. Nova Odessa: Plantarum, 2006. 640p

Manica, I. Frutas Nativas, Silvestres e Exó- ticas. Porto Alegre: Cinco Continentes, 2000. 327 p.

Mattos, J. R. Myrtaceae do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: CEUE, 1989. 721 p.

Melo, A. P. C; Seleguini, A.; Veloso, V. R. S. Caracterização física e química de frutos de araçá (Psidium guineense Swartz). Comunicata Scientiae (Fitotecnia de Defesa Fitossanitária), Goiás, p. 91 -95. 2013.

Mielke, J.C.; Fachinello, J.C.; Raseira, A. Fruteiras nativas - Características de 5 myrtaceas com potencial para exploração comercial. HortiSul, Pelotas, v.1, n.2, p.32-36, 1990.

Nachtigal, J.C. Propagação de araçazeiro (Psidium cattleyanum Sabine) através de estacas semilenhosas. 66f. (Dissertação de Mestrado) – Universidade Federal de Pelotas, Pelotas, Brasil. 1994.

Nascimento, T.B. do. Qualidade do maracujá-amarelo produzido em diferentes épocas no sul de Minas Gerais. 1996. 56f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 1996.

Oliveira, E.C. Sementes florestais tropicais. In: Aguiar, I.B.; Piña-Rodrigues, F.C.M.; Figliolia, M. B. Sementes florestais tropicais. Brasília: ABRATES, p.175-213. 1993.

Oliveira, E.C.; Pereira, T.S. Myrtaceae: morfologia da germinação de algumas espécies. In: Congresso Nacional De Botânica, 2., 1984. Porto Alegre. Anais... Porto Alegre: SBB, p.501-520.

Paiva, M. C., Fioravanço, J. C., Manica, I. Características físicas dos frutos de quatro cultivares e duas seleções de goiabeira no 5º ano de produção em Porto Leucena - RS. Ciência Rural. v.25, n.2, p.209-213, 1995.

Patel, S. Exotic tropical plant Psidium cattleianum: a review on prospects and threats. Reviews in Environmental Science and Biotechnology. v.11, p.243–248. 2012.

Piocorrea, M. Dicionário das plantas úteis do Brasil e das exóticas cultivadas. Rio de Janeiro, Instituto Brasileiro de Desenvolvimento Florestal, 1984. 747p.

Raven, P.H; Evert, R.F.; Eichhorn, S.E. Biologia vegetal. 6. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan S/A, 2001. 928p

Rebouças, E. R., Gentil, D.F.O., Ferreira, S.A.N. Caracterização física de frutos e sementes de goiaba-da-costa-rica, produzidos em Manaus, Amazonas. Revista Brasileira de Fruticultura. v.30, n.2, p. 546-548, 2008.

Sanchotene, M. C. C. Frutíferas nativas úteis a fauna na arborização urbana. Porto Alegre: FEPLAN, 1989. 304p.

Sanchotene, M.C.C. Frutíferas nativas úteis arborização urbana. 2. ed. Porto Alegre: Sagra, 1989. 306p.

Santos, M. S., Petekowicz, C. L. O., Wosiacki, G., Nogueira, A., Carneiro, E. B. B. Caracterização do suco de araçá vermelho (Psidium cattleianum Sabine) extraído mecanicamente e tratado enzimaticamente. Acta Scientiarum Agronomy. v.29, p. 617-621, 2007.

Silva, D.B. et al. Frutas do cerrado. Brasília: Embrapa Informação Tecnológica, 179p. 2001.

Suguino, E.; Heiffig, L.S.; Aguila, J.S. De; Minami, K. Mirtáceas com frutos comestíveis do Estado de São Paulo: conhecendo algumas plantas. Piracicaba, Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, 56p. 2006.

Wille, G. M. F. C. Desenvolvimento de tecnologia para a fabricação de doce em massa com Aracá-Pera (Psidium acutangulum D. C.) para o pequeno produtor. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 28, n. 6, p.1360-1366p, 2004.