Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Modificação das Fibras Dietéticas no Armazenamento de Vegetais sem Tratamento Térmico

DOI: http://dx.doi.org/10.15871/1517-8595/rbpa.v18n4p423-426

http://rbpaonline.com/ 

downloadpdf

Revenli F. do Nascimento1 & Maria H. G. Canteri2

 

Resumo: Atualmente, há uma grande diversidade de alimentos disponíveis no mercado, sendo que seu consumo não é apenas para saciar a fome. Existem outras necessidades supridas com os alimentos, sendo as principais a manutenção da saúde e o bem-estar. Em meios aos múltiplos constituintes dos alimentos, a fibra dietética assume um papel de grande significância, em se tratando de benefícios a saúde. Segundo a RDC nº 360 de 2003, a ingestão diária recomendada de fibra alimentar é 25g. A fibra dietética é alvo de diversos estudos, devido às suas características que trazem inúmeras vantagens para a saúde humana e para as indústrias de alimentos. O presente trabalho utilizou–se do método enzimático–gravimétrico para a quantificação de fibras em alimentos vegetais. Adicionalmente, este trabalho objetiva acompanhar possíveis modificações desses componentes relacionadas à manutenção de enzimas em produtos que não foram submetidos ao branqueamento.

Palavras-chave: Fibras, vegetais, quantificação, modificações.

 

Abstract: Currently, there is a great diversity of foods available in the market, where its consumption is not only to satisfy the hunger. There are many other needs helped with food, like the maintenance of health and well-being. Among the multiple constituents of foods, the dietary fiber plays a role of great significance, when it is related to health benefits. According to RDC No. 360 of 2003, the recommended daily intake of dietary fiber is 25g. The dietary fiber is the subject of many studies due to its features that bring numerous benefits to human health and food industries. This work used the enzymatic - gravimetric method for the quantification of dietary fiber in plant foods. Furthermore, this work objective to follow possible changes of these components related to enzyme maintaining in products without thermal treatment (bleaching).

Key words: fiber, vegetables, quantification, changes.

 

1 Aluno do curso de Graduação em Tecnologia em Alimentos, UTFPR. Av. Av Monteiro Lobato, s/n - Km 04, CEP 84016-210, Ponta Grossa – PR E-mail: revenli_fernanda@hotmail.com
2 Professora Dr. do Departamento de Alimentos UTFPR. Av. Av Monteiro Lobato, s/n - Km 04, CEP 84016-210, Ponta Grossa – PR E-mail: canteri@utfpr.edu.br

  

Literatura Citada

AACC (2001) The definition of dietary fiber. Cereal Foods World, 46(3): 112- 126.

Araújo, J. M. A. Química de Alimentos: teoria e prática. 2. ed. Viçosa: UFV, 2001

Bernaud, F. S. R.; Rodrigues, T. C. Fibra alimentar – Ingestão adequada e efeitos sobre a saúde do metabolismo. Arq. Bras. Endocrinol Metab. 2013; 57/6 397

Giuntini, E. B.; Menezes, E. W. Funções Plenamente Reconhecidas de Nutrientes - Fibra Alimentar / ILSI Brasil (2011).

Mattosa, L. L.; Martinsb, I. S. Consumo de fibras alimentares em população adulta. Rev Saúde Pública 2000; 34:50-55

Resolução RDC nº 360, de 23 de dezembro de 2003 da ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Disponivel em <http://portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/ec3966804ac02cf1962abfa337abae9d/Resolucao_RDC_n_360de_23_de_dezembro_de_2003.pdf?MOD=AJPERES> Acesso em: 23 jun 2014

Santos, J. R. Determinação do teor de fibra alimentar em produtos hortofrutícolas. 2013. 63 f. Dissertação (Mestre em Engenharia Alimentar) – Instituto Superior de Agronomia, Universidade de Lisboa, Lisboa. 2013.