Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Análise das Práticas de Offset nos Contratos de Defesa no Brasil

DOI: http://dx.doi.org/10.21544/1809-3191/regn.v22n1p169-196

https://www.egn.mar.mil.br/arquivos/revistaEgn/index.html 

downloadpdf

Vitelio M. Brustolin1, Cleber A. de Oliveira2 & Claudio J. D’Alberto Senna3

 

Resumo: Neste estudo são apresentados dados históricos e econômicos acerca da utilização internacional de contratos militares de offset. Em seguida são analisados aspectos da política de compensação nas aquisições de produtos de defesa no Brasil. Sobre tais análises é apresentado um modelo das relações entre as partes interessadas na sistemática de compensação, possibilitando estabelecer quatro estratégias de offset para a Força Armada contratante. Também é traçada uma dinâmica de categorização e priorização das tecnologias de interesse. Além disso, são sugeridos processos necessários para a operacionalização das atividades de offset, especificamente, no período anterior à negociação dos Acordos de Compensação. Complementarmente, são analisados os processos propostos, à luz do relatório do Tribunal de Contas da União sobre as atividades de offset. A metodologia empregada é de revisão da literatura, bem como de mapeamento da legislação e das normas vigentes. Na Conclusão são traçadas considerações sobre a relevância dos offsets na absorção de tecnologias militares e civis pelo Brasil, à luz das diretrizes expressas na Estratégia Nacional de Defesa.

Palavras-chave: Aquisição de produtos de Defesa. Offsets militares. Gestão de processos na Marinha do Brasil. Compensações industriais, tecnológicas ou comerciais. Compensações na aquisição de tecnologias de uso dual.

 

Abstract: In this study, historical and economic data about the international use of military offset agreements are presented. Then, aspects of the offset policy in defense equipment acquisition in Brazil are analyzed. On such analysis, a systematic model of relations between stakeholders is presented, allowing the establishment of four offset strategies for an Armed Force contractor. It is also drawn a dynamic categorization and prioritization of technologies of interest. In addition, necessary processes for the operation of the offset activities are suggested, specifically in the period prior to the negotiation of offset agreements. Besides, the proposed processes are analyzed under the orientation of a Brazilian Court of Accounts report on the offset activities. The methodology used is a literature review, as well as a mapping of the Brazilian legislation and regulations. In the Conclusion, considerations about the relevance of offsets for the absorption of military and civilian technologies in Brazil are presented, taking into account the guidelines contained in the Brazilian National Defense Strategy.

Key words: Acquisition of defense products. Military offsets. Management processes in the Navy of Brazil. Industrial, technological or commercial offsets. Offsets in the acquisition of dual use technologies.

 

1 Doutor em Políticas Públicas, Estratégias e Desenvolvimento. Professor adjunto do Instituto de Estudos Estratégicos (INEST) da Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterioi, RJ. E-mail: info@viteliobrustolin.com
2 Doutor em Engenharia Aeronáutica e Mecânica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). Mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal Fluminense (UFF) Niterioi, RJ. E-mail: caoliveira@ezute.org.br ou oacleber@gmail.com
3 Mestre em Ciência Navais pela Escola de Guerra Naval, MBA pela COPPEAD-UFRJ. E-mail: csenna@ezute.org.br

 

Literatura Citada

HANNA, Jim; WILLEN, Bob; ZUAZUA, Maurice. GCC Defense Offset Programs: the trillion-dollar opportunity. ATKEARNEY, South Korea, 2013. Disponível em:<https://www.atkearney.com/documents/10192/3278959/GCC+Defense+Offset+Programs+-+The+Trillion-Dollar+Opportunity+v2.pdf/4a92196a-fb52-4bb8-835c-cc4f04cf30ce>. Acesso em: 17 ago. 2015.

BORGOGNA, Alessandro; MAJDALANI, Fadi; MONTI, Leonardo. Redesigning offsets for the 21st century: how to make offsets successful. Abu Dhabi: Strategy&, 2014.

BRASIL. Decreto Legislativo n. 373 de 2013. Aprova a Política Nacional de Defesa, a Estratégia Nacional de Defesa e o Livro Branco de Defesa Nacional, encaminhados ao Congresso Nacional pela Mensagem nº 83, de 2012 (Mensagem n. 323, de 17 de julho de 2012, na origem). Diário Oficial da União, Brasília: DF, 2013a.

BRASIL. Decreto n. 6.703, de 18 dez. 2008. Aprova a Estratégia Nacional de Defesa, e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília, DF, 2008. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/Decreto/D6703.htm>. Acesso em: 17 ago. 2015.

BRASIL. Decreto n. 7.546, de 02 ago. 2011. Regulamenta o disposto nos §§ 5 a 12 do art. 3o da Lei n. 8.666, de 21 de junho de 1993, e institui a Comissão Interministerial de Compras Públicas. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2011. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/Decreto/D7546.htm> . Acesso em: 17 ago. 2015.

BRASIL. Decreto n. 7.970, de 28 mar. 2013. Regulamenta dispositivos da Lei n. 12.598, de 22 de março de 2012, que estabelece normas especiais para as compras, as contratações e o desenvolvimento de produtos e sistemas de defesa, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2013b. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2013/Decreto/D7970.htm>. Acesso em: 17 ago. 2015.

BRASIL. Estado-Maior da Armada. Portaria n. 180/MB de 10 ago. 2010. Dispõe sobre a constituição do Conselho de Compensação da Marinha do Brasil (CCMB). Brasília, DF, 2010.

BRASIL. Estado-Maior da Armada. EMA-410: Plano de Desenvolvimento Científico-Tecnológico e de Inovação da Marinha (PDCTM). Brasília, DF, 2009.

BRASIL. Estado-Maior da Armada. EMA-420: Normas para Logística de Material. Rev. 2. Brasília, DF, 2002.

BRASIL. Gabinete do Comandante da Marinha. Portaria n. 59/MB. Aprova as Diretrizes para a Compensação Comercial, Industrial e Tecnológica (“offset”) da Marinha do Brasil. Brasília, DF, 2010.

BRASIL. Lei n. 8.666, de 21 jun.1993. Regulamenta o art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências.Diário Oficial da União, Brasília, DF, 1993. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L8666cons.htm>. Acesso em: 10 out. 2015.

BRASIL. Lei n. 12.349, de 15 dez. 2010. Altera as Leis nos 8.666, de 21 de junho de 1993, 8.958, de 20 de dezembro de 1994, e 10.973, de 2 de dezembro de 2004; e revoga o § 1o do art. 2o da Lei no 11.273, de 6 de fevereiro de 2006. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2010. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12349.htm>. Acesso em: 10 out. 2015.

BRASIL. Lei n. 12.598, de 22 mar. 2012. Estabelece normas especiais para as compras, as contratações e o desenvolvimento de produtos e de sistemas de defesa; dispõe sobre regras de incentivo à área estratégica de defesa; altera a Lei no 12.249, de 11 de junho de 2010; e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2012. Disponível em:< http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2012/Lei/L12598.htm>. Acesso em: 10 out. 2015.

BRASIL. Ministério da Defesa; BRAZIL. Ministério da Ciência e Tecnologia. Concepção estratégica: ciência, tecnologia e inovação de interesse da defesa nacional. Brasília, DF, 2003. Disponível em: <ftp://ftp.mct.gov.br/Biblioteca/890-Concepcao_estrategica_CTI_defasa_nacional.pdf>. Acesso em: 17 ago. 2015.

BRASIL. Ministério da Defesa. Portaria Normativa n. 586/MD. Aprova as ações estratégicas para a Política Nacional da Indústria de Defesa (PNID). Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2006. Disponível em: <http://www.defesa.gov.br/arquivos/File/legislacao/emcfa/publicacoes/port_norm_n0_586_md_2006_ac_estratg_pnid.pdf>. Acesso em: 17 ago. 2015.

BRASIL. Ministério da Defesa. Portaria Normativa n. 661. Institui a Comissão Militar da Indústria de Defesa (CMID) e descreveu a composição da CMID por representantes do MD. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2005.

BRASIL. Ministério da Defesa. Portaria Normativa n. 764/MD. Aprova a Política e Diretrizes de Compensação Comercial, Industrial e Tecnológica do Ministério da Defesa. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 2002. Disponível em: <http://www.defesa.gov.br/arquivos/File/legislacao/emcfa/publicacoes/port_norm_n0_764_md_2002_pltc_dtz_comps_cmc_indu_tecnl_md.pdf>. Acesso em: 10 out. 2015.

BRASIL. Secretaria-Geral da Marinha. SGM-102: Normas sobre Licitações, Acordos e Atos Administrativos. Rev. 4. Brasília, DF, 2013c.

BRASIL. Tribunal de Contas da União. Auditoria operacional. Processos de transferência de tecnologia existentes no Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB) e no projeto H-XBR. 2013d. Disponível em: <http://portal.tcu.gov.br/lumis/portal/file/fileDownload.jsp?inline=1&fileId=8A8182A14EFA53A9014EFA865FCC564A>. Acesso em: 10 out. 2015.

DORMAN, A.; FREEDMAN, L.; UTTLEY, M. Pitfalls of the defence industry. In: Business ethics, global companies and the defence industry: ethical business conduct in BAE systems plc – the way forward. London: Woolf Committee, 2008. Appendix G ESTADOS UNIDOS. Department of Commerce Bureau of Industry and Security (BIS). Offsets in Defense Trade: nineteenth study. Nineteenth Report to Congress, Washington, 2015.

GANASAN, Aruntethy Bay; DOMINIC, Dhanapal Durai. Knowledge audit made comprehensive thru 6 stages. Malaysia: University of Technology Petronas, 2012.

IANAKIEV, G.; MLADENOV, N. Offset Policies in Defence Procurement: lessons for the European Defence Equipment Market. In: Annual Conference on Economics and Security, 13., 2009, Thessaloniki, Greece. Anais...Thessaloniki: CITY College, 2009.

MAGAHY, Ben; CUNHA, Francisco Vilhena da; PYMAN, Mark. Defense offsets: addressing the risks of corruption & raising transparency. Transparency Internacional, London, UK, 2010.

MELO, Regiane de. Industria de defesa e desenvolvimento estratégico: estudo comparado França – Brasil. Brasília: FUNAG, 2015. p. 211.

PERLO-FREEMAN, Sam. et al. Trends in world military expenditure, 2014. Stockholm International Peace Research Institute Fact Sheet, Stockholm, April 2015 . Disponível em: < https://www.sipri.org/sites/default/files/files/FS/SIPRIFS1504.pdf>. Acesso em: 10 out. 2015.

SÃO PAULO. Departamento da Indústria de Defesa da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo. Offset: conceito, entraves e possibilidades. São Paulo: Fiesp, 2012.

SUMAN, Mrinal. Bharat Rakshak Online Edition . India, 2005.