Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Fotografia e Memória: Eventos Religiosos que Compõem a Identidade Cultural em Ji-Paraná/RO

DOI: http://dx.doi.org/10.18328/2179-0019/plura.v7n1p342-371

http://www.abhr.org.br/plura/ojs/index.php/plura/index 

downloadpdf

Mônica do C. A. de Oliveira1

 

Resumo: Considerando a religiosidade como mecanismo de construção cultural e os álbuns fotográficos como representações da memória social e coletiva, este estudo compreende uma ação de leitura de imagens de eventos religiosos que ocorreram em diferentes momentos da constituição histórica do município de Ji-Paraná/RO. As imagens carregam em si marcas de um tempo vivido, de um tempo religioso munido de significação, marcado pela confluência de perspectivas temporais, espaciais e sociais. Considerando esse pressuposto, a presente pesquisa se valeu do aporte teórico de Panofsky (1979), Barthes (1982) e Kossoy (2002) para leitura dos elementos visuais a partir de conceitos fundamentados na teoria da imagem. Para o desenvolvimento da análise de conteúdo, buscamos subsídios em Bardin (1979), que, em sintonia com conceitos de memória, representação e história social, dispostos nos estudos de Halbwachs (2006), Chartier (1990), Durkheim (1989), Bourdieu (1989), entre outros, permitiu análise qualitativa de eventos religiosos formadores da identidade cultural no município.

Palavras-chave: Fotografia. Memória. Identidade Cultural. Eventos Religiosos.

 

Abstract: Regarding religiosity as a cultural construction mechanism and photo albums as representations of social and collective memory, this study comprises a reading action of religious events images that took place at different times of the historical process of the city of Ji-Paraná/RO. The images bear in them marks of a period of live experiences, of a religious time armed with significance, marked by the confluence of temporal, spatial and social perspectives. Given this assumption, the present study has made use of the theoretical framework of Panofsky (1979), Barthes (1982) and Kossoy (2002) for reading the visual elements from concepts based on image theory. For the development of content analysis we have sought subsidies in Bardin (1979), which, in line with concepts of memory, representation and social history, and arranged in the studies of Halbwachs (2006), Chartier (1990), Durkheim (1989), Bourdieu (1989) among others, allowed qualitative analysis of religious events shapers of cultural identity in the city.

Key words: Photography. Memory. Cultural Identity. Religious Events.

 

1 Mestre em História e Estudos Culturais na Universidade Federal de Rondônia – UNIR, professora de História do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia – IFRO, campus Ji-Paraná, membro do grupo de pesquisa GELLIC – Grupo de Estudos em Leitura, Linguagens e Identidade Cultural. Email: monica.oliveira@ifro.edu.br.

 

Literatura Citada

ARENDT, H. A condição humana. Rio de Janeiro: Forense, 1997

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1979.

BARTHES, R. A mensagem fotográfica. In: O óbvio e o obtuso: ensaios críticos. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1982

BARTHES, R. A câmara clara: notas sobre fotografia. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984.

BERGER, P. O dossel sagrado: elementos para uma teoria sociologica da religião. São Paulo: Paulus, 2004.

BÍBLIA. Português. Bíblia Cagrada. 34. ed rev. São Paulo: Ave Maria, 1982.

BOURDIEU, P. Sociologia. (Org. Renato Ortiz). São Paulo: Ática, 1983.

BOURDIEU, P. Sociologia. Poder simbólico. Lisboa, Difel, 1989.

BRASIL. Presidência da República. Constituição (1937). Constituição da República dos Estados Unidos do Brasil de 1934. Disponível em: <http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/Constituicao34.htm>. Acesso em: 24 jul. 2014.

CASTORIADIS.C. A Instituição Imaginária da Sociedade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

CHARTIER, R. A história cultural: entre práticas e representações. Lisboa: Difel, 1990.

CHARTIER, R. Textos, Impressões, Leitura. In: L. Hunt: A Nova História Cultural. São Paulo: Martins Fontes, 1992, p. 211-238.

CHARTIER, R. Cultura Popular: revisitando um conceito historiográfico. Rio de Janeiro: Estudos Históricos, 1995.

DUBOIS, P. O ato fotográfico. Campinas: Papirus, 1994.

DURKHEIM, Émile. As formas elementares da vida religiosa. São Paulo: Martins Fontes, 1989.

FELZKE, Lediane F. Deus e Zagapóhj na terra dos Gavião: um encontro de cosmologias e seus desdobramentos. Projeto de doutorado em Antropologia Social da Universidade de Brasília, UNB, 2014.

HALBWACHS, M. A memória coletiva. São Paulo: Centauro, 2006.

HALL, S. Da diáspora: identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Unesco, 2003.

HECK, E. , LOEBENS F. E CARVALHO, P. D. Amazônia indígena: conquistas e desafios. Estud. av., Abr. 2005, v. 19, n. 53, p. 237-255.

IFRO – Instituto Federal de Rondônia. A imagem vale mais que mil palavras. Banco de imagens fotográficas do projeto de pesquisa PIBIC EM: A fotografia no Ensino de História. 2013. Fotografias.

IFRO – Instituto Federal de Rondônia. A imagem vale mais que mil palavras. Banco de imagens fotográficas do projeto de pesquisa PIBIC EM: Fatos e Fotos. 2014. fotografias.

KOSSOY, B. Realidades e ficção na trama fotográfica. 2. ed. São Paulo: Ateliê Editorial, 2002.

KOSSOY, B. Fotografia & História. 2. ed. São Paulo: Ateliê Editorial, 2001.

KOSSOY, B. Os tempos da fotografia: o efêmero e o perpétuo. Cotia, SP: Ateliê Editorial, 2007.

LEITE, Miriam Moreira. Retratos de família. 3. ed. São Paulo: Edusp, 2001.

LIMA, A. A Amazônia, a terra e o homem. Col. Brasiliana, vol. 104, São Paulo. Cia. Editora Nacional, 1975.

MARX. Karl. Contribuição à critica da economia política. São Paulo, Martins Fontes, 1977.

MENESES, U. B. Fontes visuais, cultura visual, história visual: balanço provisório, propostas cautelares: o ofício do historiador. Revista Brasileira de História, 2003, p. 11-36. https://doi.org/10.1590/S0102-01882003000100002

MISSÃO NOVAS TRIBOS DO BRASIL. Nisto cremos. Disponível em: http://novastribosdobrasil.org.br/quem-somos/nisto-cremos. Acesso em: dez. 2014.

NORA, Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. Projeto História. São Paulo: PUC-SP, n. 10, 1993, p. 12.

OLIVEIRA, M.C.A, BUENO, J. L.P. e MOSER, L.M. Fotografia e Religião: a construção imagética como mecanismo de significação cultural na memória de Ji-Paraná/RO. Revista Labirinto, Porto Velho-RO, Ano XV, v. 22, 2015, p. 336-360.

PANOFSKY, E. Singnificado nas artes visuais. 2. ed. São Paulo: Perspectiva, 1979. PESAVENTO, Sandra Jatahy. História & história cultural. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2005, 132p.

SILVA, Edna e MENEZES, Estela. Metodologia de pesquisa e elaboração de dissertação. Florianópolis. Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, 2001.

SONTAG, Susan. Ensaios sobre fotografia. Lisboa. Dom Pixote, 1986.

SOUZA, Valdir Aparecido de. Rondônia, uma memória em disputa. Tese (Doutorado em História) UNESP – Assis, 2011.