Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Pensar Uma Laicidade Cosmopolita

DOI: http://dx.doi.org/10.18328/2179-0019/plura.v7n1p372-404

http://www.abhr.org.br/plura/ojs/index.php/plura/index 

downloadpdf

Marcos H. de O. Nicolini1

 

Resumo: Partindo da crítica ao conceito de soberania, que tanto se fundaria na teologia-política, quanto suportaria o conceito de secularização, pensamos um conceito que nos permita articular em sociedades cada vez mais plurais, como o Brasil, a convivência pacífica entre diferentes, o reconhecimento das diferenças numa mesma sociedade por meio do diálogo em busca de uma ampliação da justiça e partilha do bem social em um mundo fragmentado, aberto e em transformação. Nosso texto, então, busca aproximar o debate sobre a laicidade com os trabalhos em torno do cosmopolitismo, tendo em vista o ideário democrático de liberdade e igualdade, privilegiando os interesses dos mais vulneráveis. Portanto, trabalhar os debates sobre a questão da Religião e Estado, mas que nos permita perceber a ampliação de uma democracia social.

Palavras-chave: Laicidade. Cosmopolitismo. Periferia.

 

Abstract: Starting from the criticism to the concept of sovereignty that would be based on political theology and would support the concept of secularization, we think of a concept which we can articulate in more and more plural societies – like Brazil –, the peaceful coexistence of diversity and the recognition of differences in the same society through dialogue in search of an expansion of justice and share of social good, in a fragmented, opened and changing world. This Paper, then, tries to approximate the debate on laicism to some works on the cosmopolitanism, regarding the democratic ideals of freedom and equality, and favouring the interests of the most vulnerable ones. Hence, we aim to work on the discussions on Religion and State, which enables to perceive the expansion of social democracy.

Key words: Laicity. Cosmopolitism. Outskirts.

 

1 Bacharel em Engenharia de Produção pela Escola Politécnica da USP, bacharel em Filosofia pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Mestre em Ciências da Religião pelo PPG-CR da UMP e Doutor em Ciências da Religião pelo PPG-CR da UMESP em 2016. E.mail: marcos.nicolini@usp.br

 

Literatura Citada

AGAMBEN, Giorgio. Estado de exceção. São Paulo: Boitempo, 2007.

AGAMBEN, Giorgio. Reino e a glória .São Paulo: Boitempo, 2011.

APPIAH, Kwame Anthony. Cosmopolitismo: ética num mundo de estranhos. Lisboa-PO: Publicações Europa-América, 2008.

BAUBERÓT, Jean; MILOT, Micheline. Laïcité sans frontières. Paris: Éditions du Seuil, 2011.

BAUBERÓT, Jean. Le modele français de laïcité n’existe pas, ou, lessixlaïcitésfrançaises.2014.Disponível em: <http://historieengange.ca/?p=4068>. Acesso em 28/05/2015.

BECK, Ulrich. Qu’est-ce que lecosmopolitisme? Paris, FR: Flamarion, 2006.

BECK, Ulrich. Reinvenção da política: rumo a uma teoria da modernização reflexiva. In: BECK, Ulrich, GIDDENS, Anthony e LASH, Scott (Org.) Modernização reflexiva: Política, tradição e estética na ordem social moderna.2a ed. São Paulo: UNESP, 2012.

BECK, Ulrich. Sociedade de risco: rumo a uma outra modernidade. São Paulo: ed. 34, 2010.

BLANCARTE, Roberto. Laicidad: la construcción de un concepto de validez universal. In: COSTA, Néstor da (Org.) Laicidad en América Latina y Europa: Repensando lo religioso entre lo público y lo privado en el siglo XXI. Montevideo: CLAEH, 2006.

BLANCARTE, Roberto. Porquê de um Estado laico. In: LOREA, Roberto Arriada (Org.) Em defesa das liberdades laicas. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2008.

BOBBIO, Norberto,; MATTEUCCI, Nicola e PASQUINO, Gianfranco (Org.). Cosmopolitismo. Dicionário de Política, Vol.1. 13a ed. Brasília, DF: Ed. UnB, 2007.

CREVELD, Martin Van. Ascenção e declínio do Estado. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

DUBY, Georges. Três ordens ou o imaginário do feudalismo. 2a ed. Lisboa, PO: Estampa, 1994.

ELIADE, Mircea. Religião romana: das origens ao processo das bacanais(186 a.C.)In: História das crenças e das ideias religiosas. Vol. 2. Rio de Janeiro: Zahar, 2011.

FORST, Reiner. Limites da tolerância: Dossiê Tolerância. Novos Estudos - CEBRAP n. 84. São Paulo, 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-33002009000200002>. Acesso em 05/03/16.

FORST, Reiner. Toleration. Stanford Encyclopedia of Philosophy. California, USA: Stanford University, 2007. Disponível em: <http://wwwplato.stanford.edu/entries/toleration>. Acesso em 21/04/15.

HABERMAS, Jürgen. Tolerância: a tolerância religiosa como precursora de direitos culturais. In: Entre naturalismo e religião: estudos filosóficos. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2007.

KEANE, John. Morte e vida da democracia . Lisboa: ed. 70, 2011.

KOJÈVE, Alexandre. Do mundo finito ao universo infinito. 4a ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

LOVEJOY, Arthur. Grande cadeia do ser. São Paulo: Palimdromo, 2005.

MANENT, Pierre. Razão das nações: reflexões sobre a democracia na Europa. Lisboa, PO: ed. 70, 2008.

MATOS, Olgária. Babel e Pentecostes: heterofilia e hospitalidade. In: Discretas esperanças: Reflexões filosóficas sobre o mundo contemporâneo. São Paulo: Nova Alexandria, 2006.

MILOT, Micheline. La Laïcité. Montreal, CA: Novalis, 2008.

OLIVEIRA, Fabiana Luci de. Campo da sociologia das religiões: secularização versus a ‘revanche de Deus’. Florianópolis. Revista Internacional Interdisciplinar Interthesis, Vol. 2, n.2, jun/dez 2005. Disponível em: <https://periodicos.ufsc.br/index.php/interthesis/article/view/724>. Acesso em 06/03/16.

ORO, Ari Pedro. Laicidade na América Latina: uma apreciação antropológica. Em defesa das liberdades laicas. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 2008.

PENA-RUIZ, Henri. La Laicidad. Buenos Aires e México: Siglo XXI, 2002.

PENA-RUIZ, Henri. La Laïcité. Paris: Flamarion, 2003.

PENA-RUIZ, Henri. Laïcité: lettreouverteauxélus. Disponível em:<http://blogs.mediapart.fr/blog/henri-pena-ruiz/011214/laicite-lettre-ouverte-aux-elus>. Acesso em 24/04/15.

PIERUCCI, Antônio Flávio. Secularização em Max Weber: da contemporânea serventia de voltarmos a acessar aquele velho sentido. In: Revista Brasileira de Ciências Sociais, Vol. 13, n. 37, São Paulo, Junho de 1998, p.1. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-69091998000200003>. Acesso em 01/03/16.

PORTIER, Philippe. Regulação estatal da religião na França (1880-2008): Ensaio de periodização. In: Revista de Estudo de Religião – REVER. São Paulo, 2010, p.1. Disponível em: <http://www.pucsp.br/rever/rv3_2010/t_portier2.htm>. Acesso em 02/03/16.

RANQUETA, Cesar A. Jr. Laicidade, Laicismo e Secularização: definindo e esclarecendo conceitos. Santa Maria, RS: Revista Sociais e Humanas – Centro de Ciências Sociais e Humanas da UFSM, 2008. Disponível em: <http://cascavel.ufsm.br/revistas/ojs-2.2.2/index.php/sociaisehumanas/article/view/773>. Acesso em 28/04/15.

RIVERA, Paulo Dario Barrera (Org.). Evangélicos e periferia urbana em São Paulo e Rio de Janeiro: Estudos de sociologia e antropologia urbanas.Curitiba: CRV, 2012.

ROBERTSON, Roland. Globalização: Teoria social e cultura global. Petrópolis: Vozes: 1999.

ROBERTSON, Roland. Glocalization: time-space and homogeneity-heterogeneity. In:Global Modernitics. London: Sage Plublications, p. 25-44, 1995. Disponível em: http://www.worldhistory.pitt.edu/DissWorkshop2011/documents/rolandrobertsonglocalization.pdf. Acesso em 05/04/16.

ROUANET, Sérgio Paulo. Ética e Antropologia. In: Estudos Avançados, Vol.4, n.10, São Paulo, set./dez.1990, p. 110-150. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40141990000300006&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em 03/03/16.

SANTOS, Milton. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universal. 24a ed. Rio de Janeiro: Record, 2015.

VEYNE, Paul. Quando o nosso mundo se tornou cristão. Lisboa, PO: Texto Grafia, 2009.

VIROLI, Maurizio. De la política a larazón de Estado: laadquisición y transformacióndellenguage político (1250-1600). Madrid: Akal, 2009.

WILLAIME, Jean-Paul. Les évolutions en Europe vers une laïcité de reconnaissance et de dialogue. Symposium international sur l’interculturalisme. Montreal: 2011. Disponível em:<http://www.gsrl.cnrs.fr/spip.php%3Farticle261&lang=fr.html>. Acesso em 05/05/15.