Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Avaliação do Conhecimento dos Cirurgiões-Dentistas sobre Suporte Básico de Vida Frente a Emergências Médicas em Odontologia

DOI: http://dx.doi.org/10.18256/2238-510X/j.oralinvestigations.v4n2p50-56

https://seer.imed.edu.br/index.php/JOI/index 

downloadpdf

Vinicius Fabris1, Jose L. C. Junqueira2, Milena B. F. Silva3, Fernando Mallmann4, Gabriel R. Oliveira5 & Alexandre Lucas6

  

Resumo: Objetivo: os profissionais da área da odontologia, em sua prática, estão ligados ao risco de deparar-se com ocorrências como emergências médicas. Mesmo não sendo comuns, podem ocorrer em ambiente odontológico, acometendo qualquer indivíduo antes, durante ou após uma intervenção. O objetivo deste estudo foi avaliar o grau de conhecimento dos cirurgiões dentistas da cidade de Passo Fundo quanto a sua conduta para suporte básico de vida em um quadro de emergências médicas em consultório odontológico. Metodologia: o estudo teve um delineamento quantitativo e epidemiológico, sendo os dados coletados através de um questionário elaborado pela equipe como único instrumento para coleta de dados com o objetivo de mensurar o nível de conhecimento dos cirurgiões dentistas. Resultados e Conclusão: concluiu-se que é significativo o percentual dos cirurgiões-dentistas da cidade de Passo Fundo/RS que não possuem conhecimentos em manobras de suporte básico de vida bem como de atendimento de situações de urgência e/ou emergência em consultório odontológico, sugerindo então, que, nos Estados Unidos e outros países europeus, deveria ser incluído na formação acadêmica e obrigatória sua renovação e reciclagem a cada dois anos pelos cirurgiões-dentistas com cursos de atualização e comprovação no Conselho Regional de Odontologia para ter autorização de exercer a profissão.

Palavras-chave: Urgências, Emergências, Odontologia.

 

Abstract: Professionals in the field of dentistry in their practices, are linked to the risk of being faced with events such as medical emergencies. Although not common, they can occur in dental environment affecting any individual before, during or after an intervention. The aim of this study was to evaluate the degree of knowledge of dental surgeons of Passo Fundo city as their conduct for basic life support in a framework of medical emergencies in dental office. The study was a quantitative and epidemiological design, with data collected through a questionnaire prepared by the team as the only instrument for data collection in order to measure the level of knowledge of dentists. It was concluded that there is a significant percentage of the dentists of Passo Fundo city, RS, who have no knowledge of maneuvers basic life support and care of emergencies and / or emergency dental office, then suggesting that in the United States and other European countries, should be included in academic and obligatory renewal and recycling every two years by dentists with refresher courses and support on the Regional Board of Dentistry to have authorization to practice the profession.

Key words: Emergency, Emergencies, Dentistry.

 

1 Mestrando em Radiologia e Imaginologia Odontologica - SLMandic. Professor do curso de Odontologia da Faculdade Meridional IMED - Passo Fundo/RS
2 Coordenador do mestrado em Radiologia e Imaginologia Odontologica - SLMandic. Doutor em Radiologia Odontológica e Ortodontia
3 Mestre em Radiologia Odontológica. Professora do programa de mestrado em Radiologia Odontológica - SLMandic
4 Mestre em Clínica Odontológica. Professor do curso de especialização em Implantodontia Iodontus - Passo Fundo/RS
5 Aluno do curso de especialização em Implantodontia Iodontus - Passo Fundo/RS
6 Aluno do curso de Odontologia Faculdade Meridional IMED - Passo Fundo/RS

 

Literatura Citada

Andrade ED, Ranali, J. Emergências Médicas em Odontologia. Ed. 2. São Paulo: Artes Médicas, 2004.164 p.

Silva EL, Avaliação do nível de Conhecimento do Uso de Protocolos de Urgência e/ou Emergência Médica na Clínica Odontológica. Belém: Universidade Federal do Pará, 2006. 79p.

Santos JC, Rumel D. Emergências Médicas na Prática Odontológica no Estado de Santa Catarina: Ocorrência, Equipamentos e Drogas, Conhecimento e Treinamento do Cirurgiões Dentistas, Ciência e Saúde Coletiva 2006; 11(1): 183-190. https://doi.org/10.1590/S1413-81232006000100027

Caputo IGC et al. Vidas em Risco: Emergências Médicas em Consultório Odontológico. Rev. Cir. Traumatologia Buco-maxilo-facial 2010; 10 (3): 51-8.

Ferreira AVS, Garcia E. Suporte básico de vida. Revista da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo 2001; 11(2): 214-25.

Carvalho RM, Costa LR, Marcelo VC. Brazilian dental students’ perceptions about medical emergencies: A qualitative exploratory study. International Dental Education 2008; 78(11): 1343-9.

Campolongo GD. Monitoração do paciente. Fascículo de Educação Continuada em Odontologia. Colégio Brasileiro de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, Cap. 8, p 1- 8. Abril. 2010.

Kumar J et al. Knowledge of first aiid skills among students os a medical college in manggalore city of south índia. Annals of Medical and Health Sciences Research 2014; 4(2): 162-6. https://doi.org/10.4103/2141-9248.129022

Oliveira EM. Nível de conhecimento dos estudantes de odontologia frente às emergências médicas no consultório odontológico. Salvador: Faculdade de Tecnologia e Ciências, 2010. 46p.

Griza GL, Marzola C. Profissionais e acadêmicos de odontologia estão aptos para salvar vidas? Jornal de Assessoria ao Odontologista 2001; 27(4): 19-27.

Merly F. O cirurgião-dentista e as emergências médicas no consultório: Será que estamos preparados para enfrentar este problema. Revista Brasileira de Odontologia do Rio de Janeiro 2010; 67(1): 6-7.