Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Ranking de Responsabilidade Social das Empresas Listadas no Índice de Sustentabilidade Empresarial – ISE

DOI: http://dx.doi.org/10.17800/2238-8893/aos.v5n1p7-20

http://www.unama.br/seer/index.php/aos/index 

downloadpdf

Alini Silva1, Caroline S. Pletsch2 & Nelson Hein3

  

Resumo: Este estudo tem como objetivo verifi car o ranking de responsabilidade social das empresas listadas no Índice de Sustentabilidade Empresarial – ISE. Trata-se de uma pesquisa descritiva, documental e quantitativa. A amostra correspondeu a 23 empresas listadas no Índice de Sustentabilidade Empresarial – ISE que possuíam todas as informações disponíveis para a realização do estudo, no período de 2008 a 2012. Utilizou-se do Método Topsis para a formação do ranking de responsabilidade social das empresas e a Análise Discriminante, para verifi car as variáveis sociais que tiveram impacto na alteração das posições das empresas no ranking. De acordo com o ranking formado, verifi cou-se que as empresas Oi, Weg e Cemig ocuparam a primeira, segunda e terceira posição. Os resultados demonstraram que os benefícios sociais concedidos ao público interno contribuíram para a elevação da posição das empresas no ranking, devido ao grande investimento em benefícios ao público interno. Desta forma, conclui-se que os investimentos que as empresas fazem ao público interno da empresa são os principais infl uenciadores de sua responsabilidade social corporativa.

Palavras-chave: Índice de Sustentabilidade Empresarial. Responsabilidade social. Ranking. Infl uência. Indicadores sociais.

 

Abstract: This study aims to determine the ranking of social responsibility of the companies listed on the Corporate Sustainability Index - ISE. This is a descriptive, document and quantitative research. The sample consisted of 23 companies listed on the Corporate Sustainability Index - ISE that had all the information available for the study, in the period 2008-2012 was used Topsis the method for forming the rank of corporate social responsibility and. Discriminant Analysis, to verify the social variables that have an impact on the change in the positions of the companies in the rankings. Formed according to the ranking, it was found that Hi, and Cemig Weg companies occupied fi rst, second and third position. The results showed that the social benefi ts to the domestic public contributed to the elevation of the position of enterprises in the rankings due to the large investment in benefi ts to the domestic audience.

Key words: Corporate Sustainability Index, social responsibility, ranking, infl uence, social indicators.

 

1 Doutoranda em Ciências Contábeis e Administração. Programa de Pós Graduação em Ciências Contábeis, Universidade Regional de Blumenau – FURB. E-mail: alinicont@gmail.com
2 Mestre em Ciências Contábeis – FURB. Professora Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC. E-mail: carol_spletsch@yahoo.com.br
3 Doutor em Engenharia da Produção. Professor no Programa de Pós Graduação em Ciências Contábeis, Universidade Regional de Blumenau – FURB. E-mail: hein@furb.br

 

Literatura Citada

ÁLVAREZ, I. G.; FORMIGONI, H.; ANTUNES, M. T. P. Corporate social responsibility practices at Brazilian fi rms. Revista de Administração de Empresas, v. 54, n. 1, p. 12-27, 2014.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR ISO 26000: diretrizes sobre responsabilidade social. Rio de Janeiro, 2010.

BARBOSA, P. R. A. Índice de sustentabilidade empresarial da bolsa de valores de São Paulo (ISE-BOVESPA): exame da adequação como referência para aperfeiçoamento da gestão sustentável das empresas e para formação de carteiras de investimento orientadas por princípios de sustentabilidade corporativa. Dissertação em Administração – Universidade Federal do Rio de Janeiro–UFRJ, Instituto COPPEAD de Administração, 2007.

BIANCHI, M.; FAÉ, M. D.; GELATTI, R.; ROCHA, J. M. L. A responsabilidade social como parte integrante da cultura organizacional em empresas socialmente responsáveis: análise de conteúdo entre a prática e o discurso. Revista Eletrônica de Estratégia & Negócios, v. 6, n. 1, p. 160-191, 2013.

BM&FBOVESPA. Índice de Sustentabilidade Empresarial. Disponível em <http://www.bmfbovespa.com.br/indices/ResumoIndice.aspx?Indice=ISE&Idioma=pt-br>. Acesso em: 10 jun. 2014.

BOWD, P. HARRIS, R.; CORNELISSEN, J. CSR: A schools approach to an inclusive defi nition. Setting the scene for future public relations and communications research. The 10th International Public Relations Symposium, Lake Bled, Slovenia, 2003.

BOWEN, H. R. Social responsibilities of the businessman. New York: Harper, 1953.

BULGURCU, B. K. Application of TOPSIS technique for fi nancial performance evaluation of technology fi rms in Istanbul stock exchange market. Procedia – Social and Behavioral Sciences, v. 62, n. 1, p. 1033-1040, 2012.

CARROLL, A. B. A three-dimensional conceptual model of corporate performance. Academy of Management Review, 4(4), 497–505, 1979.

COLARES, A. C. V.; BRESSAN, V. G. F.; LAMOUNIER, W. M.; BORGES, D. L. O balanço social como indicativo socioambiental das empresas do índice de sustentabilidade empresarial da BM&F BOVESPA. Revista de Contabilidade do Mestrado em Ciências Contábeis da UERJ, 17, 83-100, 2012.

COUTINHO, R. B. G.; MACEDO-SOARES, T. D. L. V. A. Gestão estratégica com responsabilidade social: arcabouço analítico para auxiliar sua implementação em empresas no Brasil. Revista de Administração Contemporânea, v. 6, n. 3, p. 75-96, 2002.

EGRI, C.P., RALSTON, D. Corporate responsibility: A review of international management research from 1998 to 2007. Journal of International Management, v. 14, n. 4, p. 319-339, 2008.

FÁVERO, L. P.; BELFIORE, P.; SILVA, F. L.; CHAN, B. L. Análise de dados: modelagem multivariada para tomada de decisões. Rio de Janeiro: Elsevier, Campus, 2009.

INSTITUTO ETHOS DE EMPRESAS E RESPONSABILIDADE SOCIAL. O que é RSE. 2013. Disponível em: <http://www1.ethos.org.br/EthosWeb/pt/29/o_que_e_rse/o_que_e_rse.aspx>. Acesso em: 10 jun. 2013.

IRIGARAY, H. A. R.; VERGARA, S. C.; SANTOS, M. C. F. Responsabilidade social corporativa: um duplo olhar sobre a Reduc. Revista de Administração Mackenzie, v. 14, n. 6, p. 82-111, 2013.

KAVESKI, I. D. S.; MARTINS, J. A. S.; HEIN, N. A relação entre os rankings formados pelos indicadores socioambientais e os econômico-fi nanceiros das empresas distribuidoras de energia elétrica. Revista de Contabilidade da UFBA, v. 7, n. 3, p. 59-73, 2014.

KOU, G.; LU Y.; PENG, Y.; SHI, Y. Evaluation of classifi cation algorithms using MCDM and rank correlation. International Journal of Information Technology & Decision Making, v. 11, n. 01, p. 197-225, 2012.

KROETZ, C. E. S. Balanço social: teoria e prática. São Paulo: Atlas, 2000.

LISBOA NETO, H. Organização das informações do balanço social em instituição fi nanceira como instrumento de gestão de sua responsabilidade social. Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção da Universidade Federal de Santa Catarina. 2003.

MACHADO, M. A. V., MACEDO, M. A. S.; MACHADO, M. R.; SIQUEIRA, J. R. M. Análise da relação entre investimentos socioambientais e a inclusão de empresas no índice de sustentabilidade empresarial (ISE) da BM&FBOVESPA. Revista de Ciências da Administração, 14(32), 2012.

MAROCO, J. Análise estatística com o SPSS statistics. 5.ed. Pero Pinheiro: ReportNumber, 2011.

MATTEN, D., MOON, J. “Implicit” and “Explicit” CSR: A conceptual framework for a comparative understanding of corporate social responsibility and marketing: An integrative framework. Journal of the Academy of Marketing Science, 32(1), 3–19, 2008.

MCWILLIAMS, A.; SIEGEL, D. Corporate social responsibility: A theory of the fi rm perspective. Academy of management review, v. 26, n. 1, p. 117-127, 2001.

MURPHY, P. E.; SCHLEGELMILCH, B. B. Corporate social responsibility and corporate social irresponsibility: Introduction to a special topic section. Journal of Business Research, v. 66, n. 10, p. 1807-1813, 2013.

NUNES, J. G.; TEIXEIRA, A. J.; NOSSA, V.; GALDI, F. C. Análise das variáveis que infl uenciam a adesão das empresas ao índice BM&F BOVESPA de sustentabilidade empresarial. Revista Base, 7(4), 2010.

OLIVEIRA, J. A. P. Uma avaliação dos balanços sociais das 500 maiores. RAE-eletrônica, v. 4, n. 1, 2005.

OLIVEIRA, M. M. Como fazer pesquisa qualitativa. Petrópolis, RJ: Vozes, 2007.

ORELLANO, V. I. F.; QUIOTA, S. Análise do retorno dos investimentos socioambientais das empresas brasileiras. RAE: Revista de Administração de Empresas, v. 51, n. 5, 2011.

PASTRANA, N. A.; SRIRAMESH, K. Corporate Social Responsibility: Perceptions and practices among SMEs in Colombia. Public Relations Review, 2014.

PENA, R. P. M.; COELHO, H. M. Q.; CARVALHO NETO, A. M.; TEODÓSIO, A. S.; DIAS, A. S.; FERNANDES, T. Responsabilidade social empresarial e estratégia: um estudo sobre a gestão do público interno em empresas signatárias do Global Compact, 2005. Disponível em:< http://www.anpad.org.br/diversos/trabalhos/3Es/3es_2005/2005_3ES335.PDF>:. Acesso em: 10 maio 2014.

SCHROEDER, J. T.; SCHROEDER, I. Responsabilidade social corporativa: limites e possibilidades. RAE-eletrônica, v. 3, n. 1, p. 1-10, 2004.

SILVA, A. P. F.; LIMA, S. A. J. R.; SOUZA, E. X. D.; PEREIRA, J. Indicadores sociais: um estudo realizado com base nos balanços sociais de empresas que receberam o selo IBASE. Reunir: Revista de Administração, Contabilidade e Sustentabilidade, 2(1), 72-86, 2012.

SOARES, G. M P. Responsabilidade social corporativa: por uma boa causa!?. RAE-eletrônica, v. 3, n. 2, p. 1-15, 2004.

SOUZA, D. C.; PACHECO, V. O balanço social atende aos objetivos a que se propõe? Anais Congresso USP, 2007.

SOUZA, M. T. S.; PARISOTTO, I. S.; MARCONDES, N. R. Um estudo do impacto fi nanceiro do balanço social em empresas do setor de eletricidade. Perspectivas Contemporâneas, v. 6, n. 1, 2011.

TEIXEIRA, E. A.; NOSSA, V.; FUNCHAL, B. O índice de sustentabilidade empresarial (ISE) e os impactos no endividamento e na percepção de risco. Revista de contabilidade e fi nanças [online], v. 22, p. 29-44, 2011.

TINOCO, J. EP. Balanço social e a contabilidade no Brasil. Caderno de Estudos, n. 9, p. 01-04, 1993.

TODESCAT, M.; DIAS JUNIOR, C. M.; MOREIRA, B. C. M. A utilização de indicadores de Responsabilidade Social para caracterização de aglomerados produtivos. Revista de Administração FACES Journal, v. 12, n. 4, p. 67-83, 2013.

TODESCAT, M.; DIAS JUNIOR, C. M.; MOREIRA, B. C. M. A. Utilização de indicadores de responsabilidade social para caracterização de aglomerados produtivos. Revista de Administração FACES Journal, v. 12, n. 4, 2013.

WADDOCK, S. A.; GRAVES, S. B. The corporate social performance. Strategic management journal, v. 8, n. 4, p. 303-319, 1997.