Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Consumo e Sustentabilidade: Um Levantamento das Práticas Cotidianas de Consumidores na Cidade de Campina Grande-PB

DOI: http://dx.doi.org/10.17800/2238-8893/aos.v5n1p21-38

http://www.unama.br/seer/index.php/aos/index 

downloadpdf

Jéssika N. S. Mendes1, Verônica M. Oliveira2, Suzanne É. N. Correia3 & Carla R. P. Gomez4

  

Resumo: Modifi car os atuais padrões de produção e consumo passou a ser considerado como um dos principais objetivos da proposta do desenvolvimento sustentável, estabelecido no capítulo 4 da Agenda 21, buscando-se dar prioridade à otimização na utilização dos recursos naturais e à redução do desperdício ao mínimo. Daí a necessidade de intervir nos padrões e níveis de consumo da sociedade e infl uenciar no comportamento e estilos de vida e consumo das pessoas na busca por práticas cotidianas de consumo mais sustentáveis. Porém, para intervir, é necessário, antes, conhecer o comportamento dos consumidores, o que pode ocorrer a partir da utilização de indicadores de consumo. Nesse sentido, uma dessas metodologias é o Greendex que foi desenvolvido pela National Geographic e Global  Scan (2008) com o objetivo de medir e monitorar os progressos dos consumidores em direção a práticas de consumo ambientalmente sustentáveis. Desta forma, este artigo teve como objetivo fazer um levantamento das práticas cotidianas de consumo, em termos de consumo sustentável, na cidade de Campina Grande (Brasil), a partir de uma adaptação do Greendex. Para tanto, realizou-se um levantamento de natureza descritiva com uma amostra representativa de consumidores que habitam na cidade. Observou-se que os investigados ainda não possuem práticas cotidianas de consumo sustentáveis, apontando-se para a necessidade de promover incentivos e estruturas que possibilitem a mudança nos seus comportamentos de consumo para práticas cotidianas mais sustentáveis.

Palavras-chave: Consumo Sustentável. Comportamento do Consumidor. Greendex.

 

Abstract: Modify the current patterns of production and consumption has been considered as one of the main objectives of the proposal of sustainable development set out in Chapter 4 of Agenda 21, is seeking to give priority to optimize the use of natural resources and reduction of waste to a minimum . Hence the need to intervene in consumption patterns and levels of society and infl uence the behavior and lifestyles and consumption of people in the search for daily practices more sustainable consumption. However, to intervene, it is necessary fi rst, to know the behavior of consumers, which may occur from the use of consumer indicators. In this sense, one of these methodologies is the Greendex which was developed by National Geographic and Global Scan (2008) in order to measure and monitor the progress of consumers towards environmentally sustainable consumption practices. Thus, this study aimed to survey the daily consumption practices in terms of sustainable consumption in the city of Campina Grande (Brazil), from an adaptation of Greendex. Therefore, we carried out a survey of descriptive with a representative sample of consumers who live in the city. It was observed that the investigation does not have daily practices of sustainable consumption, pointing to the need to promote incentives and structures that enable change in their consumption behavior to more sustainable everyday practices.

Key words: Sustainable Consumption. Consumer Behavior. Greendex

 

1 Universidade Federal de Campina Grande (UAAC/UFCG). E-mail: jessika.narjara@hotmail.com
2 Doutora em Administração. Professora Adjunta na Universidade Federal de Campina Grande (UAAC/UFCG). E-mail: veronicamacario@gmail. com
3 Professora Assistente na Universidade Federal de Campina Grande (UAAC/UFCG). E-mail: suzanne.enc@gmail.com.
4 Universidade Federal de Pernambuco. PROPAD/UFPE. E-mail: carlapasagomez@gmail.com

 

Literatura Citada

ABRAMOVAY, Ricardo. Muito além da economia verde. São Paulo: Editora Abril, 2012.

AKATU. O consumidor brasileiro e a construção do futuro. Akatu. 2004. Disponível em: <http://www.akatu.org.br/Content/Akatu/Arquivos/file/Publicacoes/11-consumidorbrasileiro_construcao.pdf>. Acesso em: 13 ago. 2013.

BADUE, A. F. B. et al. Manual pedagógico: entender para intervir. São Paulo: Instituto Kairós, 2005.

BARBOSA, L. Sociedade de consumo. Rio de Janeiro: Zahar, 2010.

BARBOSA, Lívia.; CAMPBEL, Colin. Cultura, consumo e identidade. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006.

BAUDRILLARD, Jean. A sociedade de consumo. Lisboa: Edições 70, 2007.

BUENO, C. A insustentável sociedade de consumo. Revista Eletrônica de Jornalismo Científi co. 2008. Disponível em: <http://www.comciencia.br/comciencia/handler.php?section=8&edicao=36&id=429>. Acesso em: 13 ago. 2013.

CAMPBELL, Colin. A ética romântica e o espírito do consumismo moderno. Rio de Janeiro: Rocco, 2001.

CIRELLI, C. et. al. Projeto de conscientização ecológica: “Venha aprender com a gente, sua atitude faz a diferença”. USP. 2011. Disponível em: <http://www.usp.br/ccps/gestaoindustrial/projetos_finais/venha_aprender_com_a_gente.pdf>. Acesso em: 5 abr. 2013.

CONSUMERS INTERNATIONAL; MMA; MEC/IDEC. Consumo sustentável:manual de Educação. Brasília: Consumers International, MMA, MEC/IDEC, 2005.

COOPER, R. The design experience: the role of design and designers in the 21 century. Cornwall: AshgatePublishing, 2002.

COSTA, Daniela V.; TEODÓSIO, Armindo. S. S. Desenvolvimento sustentável, consumo e cidadania: Um estudo sobre a (des)articulação da comunicação de organizações da sociedade civil, do estado e das empresas. RAM, São Paulo, v. 12, n. 3, Edição especial, p. 114-145. 2011.

EDDINE, S. C.; VETTORAZZI, K. M.; FREITAS, V. P. Consumo e Sustentabilidade: Desafi os para uma nova atitude ecológica. In: XVII CONGRESSO NACIONAL DO CONPEDI. Anais… Brasília: CONPEDI, 2008.

FELDMANN, Fábio. Direito do Ambiente: a gestão ambiental em foco - doutrina, jurisprudência. Revista dos Tribunais, São Paulo. 2007.

GEBLER, L. Redução de Riscos de Impacto Ambiental na Produção Integrada de Maçãs. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Circular Técnica, n. 38. 2002.

GIACOMINI FILHO, G. Meio ambiente & consumismo. São Paulo: Editora Senac, 2008.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, 2010.

GONÇALVES-DIAS, Sylmara Lopes Francelino. Consumo e meio ambiente: uma modelagem do comportamento para reciclagem a partir de teorias cognitivo-comportamentais. Tese (Doutorado). Escola de Administração de Empresas de São Paulo – FGV, 2009.

HOLT, Douglas B. Constructing sustainable consumption: from the ethical values to the cultural transformation of unsustainable markets. The Annals of the American Academy of Political and Social Science, 2012.

JACKSON, Tim. Live better by consuming less? Is there a “double dividend” in sustainable consumption?.Journal of Industrial Ecology, v. 9, n. 1-2, p. 19-36, 2005.

JACKSON, Tim. Sustainable Consumption. In: ATKINSON, G.; DIETZ, S.; NEUMAYER, E. In: Handbook of Sustainable Development. Edward ElgarPublishing, 2006.

NATIONAL GEOGRAPHIC. Greendex. 2012. Disponível em: <http://environment.nationalgeographic.com/environment/greendex/> Acesso em: 12 out. 2013.

OLIVEIRA, V. M. Promoção do consumo sustentável no contexto brasileiro: uma análise dos papéis dos governos, das empresas e da sociedade civil. Tese. Propad/UFPE, 2014.

OLIVEIRA, V. M.; CÂNDIDO, G. A.; GÓMEZ, C. R. P. Contemporaneidade do consumo sustentável e as suas correlações com as políticas públicas, as práticas empresariais e o comportamento do consumidor. In: IX ENCONTRO DA ECOECO. Anais... Brasília: ECOECO, 2011.

OLIVEIRA, V. M.; CORREIA, S. É. N.; GOMEZ, C. R. P. Escala de consumo sustentável: um estudo comparativo entre alunos e professores da Universidade Federal de Campina Grande – PB. Revista de Gestão Social e Ambiental - RGSA, São Paulo, v. 8, n. 3, p. 89-105, set./nov., 2014.

PANAROTTO, C. O meio ambiente e o consumo sustentável: alguns hábitos que podem fazer a diferença. Revista das Relações de Consumo. Caxias do Sul: 2008.

PORTILHO, Fátima. Consumo sustentável: limites e possibilidades de ambientalização e politização das práticas de consumo. Cadernos EBAPE. São Paulo, Edição Temática. 2005.

PROJETO ÁGUA NA JARRA, 2011. Disponível em: < http://www.aguanajarra.org.br/imagens/ArquivosPDF/FolderAguaJarra.pdf>. Acesso em: 30 mar. 2013.

SALES, F. Energia e meio ambiente. Florianópolis, 2012. Disponível em: <http://www.aequo.com.br/blog/80-energia-e-meio-ambiente>. Acesso em: 31 mar. 2013.

SBV. Impactos sobre o meio ambiente do uso de animais para alimentação. SBV, 2015. Disponível em <http://www.svb.org.br/livros/impactos-alimentacao.pdf>. Acesso em: 20 out. 2015.

SILVA, M. E.da.; NASCIMENTO, L. F. M. Atuação responsável ou jogo de mercado? Entendendo a relação empresa-mídia para a efetivação do consumo sustentável. Rev. Adm. UFSM, Santa Maria, v. 8, n.1, p. 73-88, mar. 2015.

SPÍNOLA, A. L. S. Consumo Sustentável: o alto custo ambiental dos produtos que consumimos. Revista de Direito Ambiental. São Paulo, n. 24, p. 213. 2001.

TUKKER, A. et al. Forestingchangeofsustainableconsumptionandproduction: anevidencebasedview. JournalofCleanerProduction, 2008.