Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Educação Corporativa: Estudos de Caso de Uma Organização em Manaus

DOI: http://dx.doi.org/10.17800/2238-8893/aos.v5n1p65-86

http://www.unama.br/seer/index.php/aos/index 

downloadpdf

Iyad A. Hajoj1, Ernandes R. Nascimento2, Cláudio D. Frota3 & Iremar B. Luz4

  

Resumo: A globalização e o consequente avanço das tecnologias de informação e comunicação levaram às organizações a necessidade de se reinventarem, buscando a sua permanência competitiva no mercado mundial. Dentre os vários fatores que corroboram efetivamente com desenvolvimento de uma empresa estão os funcionários, o capital intelectual, os quais precisam se manter, continuamente, capacitados e prontos para responder as novas demandas industriais e comerciais impostas pelos consumidores, fornecedores, acionistas, Governo e vários outros atores. Uma opção para resolver ou, pelo menos, reduzir o gap existente entre a formação continuada dos funcionários e as exigências do mercado é a Educação Corporativa – EC, promovendo o desenvolvimento dos colaboradores e tornando-os aptos para atuarem nas suas funções dentro dos padrões esperados. Esta pesquisa qualitativa, por meio de um estudo de caso único, analisou uma organização instalada na Cidade de Manaus, coletando os dados a partir de documentos institucionais e foi utilizada a técnica de análise de séries temporais buscando compreender a evolução organização ao longo do tempo. Os resultados apresentaram que o a implementação da Educação Corporativa tem promovido maior motivação entre os seus funcionários, reduzido a rotatividade e aumentado a sua produtividade, contribuindo com a literatura existente, sugerindo novas pesquisas e apresentando a importância da EC para o contexto atual do país.

Palavras-chave: Educação Corporativa. Aprendizagem Organizacional. Desenvolvimento de Competência.

 

Abstract: Globalization and the consequent advancement of information and communication technologies have led to organizations the need to reinvent themselves, seeking their competitive permanency in the world market. Among the various factors that effectively corroborate development of a company are employees, intellectual capital, which need to remain continuously trained and ready to respond to new industrial and commercial demands imposed by customers, suppliers, shareholders, government and several other actors. One option to solve or at least reduce the existing gap between the ongoing training of employees and market requirements is the Corporate Education - EC, promoting the development of employees and enabling them to act in their roles within the expected standards. This qualitative research, through a single case study examined an organization installed in the city of Manaus, collecting data from institutional documents and was used time series analysis technique seeking to understand the evolution of the organization over time. The results showed that the implementation of the Corporate Education has promoted greater motivation among employees, reduced turnover and increased productivity, contributing to the literature, suggesting new research and presenting the importance of the EC to the current context of the country.

Key words: Corporate Education. Organizational learning. Competence development.

 

1 Administrador de Empresas; Mestre em Engenharia de Produção – UFAM; MBA em Marketing pela Fundace-USP; Especialização em Administração de Marketing e Varejo pela FAAP-SP; Bacharel em Administração. Diretor de Unidade da Faculdade Maurício de Nassau de Manaus. E-mail: hajoj. consultoria@gmail.com
2 Mestre em Administração – UFPE; Mestre em Educação - ULE; Especialista em Formação Docente para EAD - ESAB; Bacharel em Administração – FACIG; Diretor Regional do Grupo Ser Educacional; Professor Executor nos cursos em EAD na UNINASSAU. Professor de Administração na Faculdade Joaquim Nabuco. E-mail: ernandesrn@gmail.com
3 Doutorado em Engenharia de Transportes - UFRJ; Mestrado em Engenharia de Produção UFRJ; Especialista em Planejamento Estratégico Público; Graduado em Administração - UFAM. Professor adjunto IV da Universidade Federal do Amazonas. E-mail: claudiodantasfrota@gmail.com
4 Mestre em Engenharia de Produção – UFAM; MBA em Engenharia de Qualidade – UEA; Especialista em Engenharia de Produção – UFAM; Engenheiro de Materiais - UFPB. Experiência no desenvolvimento de programas de qualifi cação de fornecedores e aplicação das ferramentas automobilísticas APQP e PPAP. E-mail: iremarl@hotmail.com

 

Literatura Citada

ALLEN, Mark. Editor Corporate University Handbook: designing, managing, and growing a successful program. New York: Amacon, 2002.

ALPERSTEDT, Cristiane. As Universidades Corporativas no contexto do ensino superior. 2001. Tese (Doutorado em Administração)– Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.

ANDRADE, Ronnie Johsé Figueiredo; RODRIGUES, Martins Vicente Rodriguez. Educação corporativa: prática de treinamento na sociedade do conhecimento. In: Congresso Nacional de Excelência em Gestão, 4., 2008, Niterói. Anais... Niterói-RJ, 2008.

ANUÁRIO INDT 2010. Instituto Nokia de Tecnologia. Disponível em: <http://www.indt.org/wpcontent/uploads/2013/12/anuario_indt_final_baixa.pdf>. Acesso em: 21 mar. 2015.

ANUÁRIO INDT 2011. Instituto Nokia de Tecnologia. Disponível em: <http://www.indt.org/wpcontent/uploads/2013/12/INdT_Yearbook.pdf>. Acesso em: 21 mar. 2015.

ANUÁRIO INDT 2012. Instituto Nokia de Tecnologia. Disponível em: <http://www.indt.org/wpcontent/uploads/2013/12/INdTYearbook2012PORT.pdf>. Acesso em: 21 mar. 2015.

ANUÁRIO INDT 2013. Instituto Nokia de Tecnologia. Disponível em: <http://www.indt.org/wpcontent/uploads/2014/06/INdT_anuario-2013-final_-portugues.pdf>. Acesso em: 21 mar. 2015.

ANUÁRIO INDT 2014. Instituto Nokia de Tecnologia. Disponível em: <http://www.indt.org/wpcontent/uploads/2015/06/INDT_PORTUGUES_WEB.pdf>. Acesso em: 21 mar. 2015.

AQUINO, R. et al. História das sociedades. São Paulo: Livro Técnico, 1998.

AUSTIN, J. E. The collaboration challege. San Francisco: Jossey-Bass Publishers, 2004.

BAUMANN, R. O Brasil e a economia global. Rio de Janeiro: Campus, 1996.

BRANDÃO, Giselle Reis. Gestão de pessoas e as universidades corporativas: dois lados da mesma moeda? Rev. Adm. Empres, v.46, n. 2, p. 22-33, 2006.

CASTRO, Cláudio de Moura; EBOLI, Marisa. Universidade Corporativa: gênese e questões críticas rumo à maturidade. Rev. adm. empres. [online], v. 53, n. 4, p. 408-414, 2013. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rae/v53n4/v53n4a08.pdf>. Acesso em: 14 abr. 2015.

COZZO, Vanderlei. Retorno do Treinamento no Brasil 2013/2014. Revista T&D Inteligência Corporativa, ed. 181, 2013. Disponível em: <https://goo.gl/rGWSlb>. Acesso em: 09 jun. 2015.

CRESWELL, John W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2010.

DENZIN, Norman K. The research act. 3. ed. Englewood Cliffs, NJ: Prentice Hall, 1989.

DIAS, Carolina Aparecida de Freitas. Avaliação de resultados em educação corporativa: um estudo com as organizações que se destacam em gestão de pessoas. 2012, 260f. Dissertação (Mestrado em Ciências)- Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2012.

EBOLI, Marisa. Educação corporativa no Brasil: mitos e verdades. São Paulo: Gente, 2004.

EBOLI, Marisa. Fundamentos e evolução da educação corporativa. In: EBOLI, Marisa et al.Educação Corporativa: fundamentos, evolução e implantação de projetos. São Paulo: Atlas, 2010. p. 140-161.

EBOLI, Marisa (Org.). Educação corporativa: muitos olhares. São Paulo: Atlas, 2014.

FLICK, U. Introdução à metodologia de pesquisa: um guia para iniciantes. Porto Alegre: Penso, 2013.

GIDDENS, A. As consequências da modernidade. São Paulo: UNESP, 1991.

LEME, Rogério. T&D e a mensuração de resultados ROI de treinamento integrado ao BSC: uma abordagem contemporânea. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2010.

LUZ, Daniele Cruz da Silva Figueiredo. Educação corporativa: A proposta empresarial no discurso e na prática. Educ. Rev., v. 26, n. 2, p. 317-357, Ago. 2010.

MEISTER, Jeanne. Educação corporativa: a gestão do capital intelectual através das universidades corporativas. São Paulo: Makron Books, 1999.

OLIVEIRA, M. A. Evolução do T&D nas organizações do Brasil: lições do passado e tendências para o futuro. In: BOOG, Gustavo G.; BOOG, Magdalena T. (Coord.) Manual de treinamento e desenvolvimento: gestão e estratégias. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2006.

OLIVEIRA, M. A. A nova problemática do trabalho e a ética. In: TEIXEIRA, F.J.S.; OLIVEIRA, M.A. (Org.). Neoliberalismo e reestruturação produtiva. São Paulo: Cortez Editora, 1998.

PATON, R.; PETERS, G.; QUINTAS, P. Estratégias de educação corporativa: universidades corporativas na prática. Disponível em: http://www.educor.desenvolvimento.gov.br/public/arquivo/arq1229431109.pdf. Acesso em: 06 jan. 2015.

PEAK, M. H. Go Corporate University. Manegement Review. v.86, n. 2, p. 33-35, feb. 1997.

RAMAL, Andreia (Org.). Educação corporativa: como implementar projetos de aprendizagem nas organizações. Rio de janeiro: LTC, 2012.

RELATÓRIO DE GESTÃO. Instituto Nokia de Tecnologia. INDT, 2013.

RELATÓRIO DE GESTÃO. Instituto de Desenvolvimento Tecnológico. INDT, 2014.

ROCHA, Daniela. Universidades corporativas ganham força no Brasil. Estadão, São Paulo, 20 nov. 2013. Disponível em: <https://goo.gl/Nr43LV>. Acesso em: 24 abr. 2015.

SANTOS, Evanilson Araújo. Educação Corporativa Natura: uma experiência de formação de pessoas. 2007, 257f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de Brasília, Brasília, 2007.

SENGE, Peter M. A quinta disciplina: arte e prática da organização que aprende. Tradução Gabriel Zide Neto e OP Traduções. 28. ed. Rio de Janeiro: BestSeller, 2012.

SIMIONI, M.; COMPANHOLO, T. Universidades corporativas: vantagem competitiva com a gestão do conhecimento. Rev. da Católica, v. 3, n. 5, Jan/Jul. 2011.

VIEIRA, F.; FRANCISCO, A. Etapas da implementação da educação corporativa e seus impactos em empresas brasileiras: um estudo multicaso. Prod., v. 22, n.2, p. 296-308, Abr. 2012.

VIVAS, Marcelo Duarte. Universidade corporativa: uma refl exão sobre a aprendizagem organizacional e o seu valor para o indivíduo. 2008. 123f. Dissertação (Mestrado em Gestão Empresarial)- Fundação Getúlio Vargas, escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas, Rio de Janeiro, 2008.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 5.ed. Porto Alegre: Bookman, 2015.