crosscheckdeposited

A Brincadeira como Questão Endereçada ao Outro e a Política do Desejo do Sujeito Infans

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-1043/el.v18n2p27-44

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/EL/index 

downloadpdf

Anderson de C. Pereira1

 

Resumo: A partir da Psicanálise lacaniana, neste artigo defende-se que a brincadeira é um ato de formulação de questões ao Outro, correspondentes a um modo específico de enlaçar uma política do desejo. Desse modo, fez-se uma revisão teórica de algumas conceituações e debates acerca do brincar entre autores da Psicanálise para defender uma articulação teórica em que o brincar é entendido pela abordagem lacaniana como questão ao Outro e sob o regime da política do desejo.

Palavras-chave: brincar; Psicanálise; infância; desejo.

 

Abstract: From the standpoint of Lacanian Psychoanalysis, this paper describes children’s playing as an act of formulating questions, related to a specific form of engaging a Desire politics, to the Other. A literature review on Psychoanalysis works has been carried out in order to sustain this point of view, playing is focused, by the Lacanian approach, as a question to the Other and under the Desire politics regime.

Key words: Playing; Psychoanalysis; Childhood; Desire.

 

1 Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia

 

Literatura Citada

BROUGÈRE, Gilles. Que possibilidades tem a brincadeira? In: G. BROUGÈRE. Brinquedo e cultura, São Paulo/SP: Cortez, 2004, 89-107.

DOLTO, Françoise. A criança e o jogo. In: F. DOLTO. As etapas decisivas da infância, São Paulo: Martins Fontes, 2007, 109-145.

ELIA, Luciano. O conceito de Sujeito, Rio de Janeiro/RJ: Zahar, 2004.

FONTENELE, Laéria. Freud explica! In: L. FONTENELE. A Interpretação, Rio de Janeiro: Zahar, 2002, 7-37.

FRANCO, Sérgio de Gôuvea. O brincar e a experiência analítica. Ágora (Rio J.) [on-line], 2003, 6, 1, 45-59, acesso em: 10/10/2015.

FREUD, S. Três Ensaios sobre a teoria da Sexualidade. Standard Brasileira das Obras Completas de Sigmund Freud, Rio de Janeiro, Imago, vol. VII, 1905/1996.

FREUD, S. Escritores criativos e devaneios. Standard Brasileira das Obras Completas de Sigmund Freud, Rio de Janeiro, Imago, vol. IX, 1908/1996.

FREUD, S. Mais além do princípio do prazer. Standard Brasileira das Obras Completas de Sigmund Freud, Rio de Janeiro, Imago, vol. XVI, 1920/1996.

HELD, Jacqueline. Literatura fantástica e pedagogia. In: J. HELD. O imaginário no poder: as crianças e a literatura fantástica, 2. ed., São Paulo/SP: Summus, 1980, 221-237.

ISAACS, Susan. O aposento das crianças (nursery) como uma comunidade. In: J. Rickman. A educação de crianças à luz da investigação psicanalítica, Rio de Janeiro: Imago, 1973, 136-183.

KLEIN, Melanie. O desmame. In: J. RICKMAN. A educação de crianças à luz da investigação psicanalítica, Rio de Janeiro: Imago, 1953/1973, 35-53.

KUPFER, Maria Cristina (2001). Uma educação para o sujeito. In: M. KUPFER. Educação para o futuro: Psicanálise e Educação, São Paulo/SP: Escuta, 117-149.

LACAN, Jacques. “Subversão do sujeito e dialética do desejo.” In: Escritos, Rio de Janeiro/RJ: Zahar, 1966/1998, 801-843.

LACAN, Jacques. O Seminário – livro 5: as formações do inconsciente, Rio de Janeiro/RJ: Zahar, 1957-58/1999.

LACAN, Jacques. Classe 27. In: El seminario – libro 6. El deseo y su interpretación (inédito), Buenos Aires: Psikolibro, 1958-59/2011, 185-191, acesso em: 19/9/2011.

LACAN, Jacques. O Seminário – livro 11: os quatro conceitos fundamentais da Psicanálise, Rio de Janeiro/RJ: Zahar, 1964/1989.

LACAN, J. O Seminário – livro 17: o avesso da Psicanálise, Rio de Janeiro/ RJ: Zahar, 1968/2000.

NASIO, Juan David. Freud. In: Introdução às obras de Freud, Ferenczi, Groddeck, Klein, Winnicott, Dolto, Lacan, Rio de Janeiro: Zahar, 1995, 13-57.

NASIO, Juan David. Como trabalha um psicanalista? Rio de Janeiro/RJ: Zahar. 2001.

SEARL, Nina. “Perguntas e respostas.” In: S. Iaacs. (org.). A educação de crianças à luz da investigação psicanalítica, Rio de Janeiro: Imago, 1973, 75-101.

WINNICOTT, Donald. Mãe e filho. In: D. Winnicott. A criança e seu mundo, Rio de Janeiro: Zahar, 1966, 15-54.

WINNICOTT, Donald (2006). “Ensinar e aprender.” In: D. Winnicott Os bebês e suas mães, São Paulo: Martins Fontes, 13-59.