Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Variáveis Físicas e Químicas do Solo Importantes na Distribuição de Raízes Finas em Um Povoamento de Pinus taeda L. no Nordeste do Rio Grande do Sul1

DOI: http://dx.doi.org/10.13086/2316-980x.v01n01a02

http://www.enflo.com.br 

downloadpdf

Vicente G. Lopes2, Mauro V. Schumacher3, Ivanor Müller4, Francine N. Calil5, Rudi Witschoreck6 & Edenilson Liberalesso7

 

Resumo: O objetivo do trabalho foi correlacionar o comprimento e a biomassa de raízes finas em relação aos atributos químicos e físicos do solo em um povoamento de Pinus taeda L., com 15 anos de idade. As amostras de raiz e solo foram obtidas no município de Cambará do Sul (RS), pela escavação de 3 monolitos com dimensões de 25 cm x 25 cm x 40 cm. As análises químicas e físicas do solo, assim como, o processamento das amostras de raízes foram realizadas no Laboratório de Ecologia Florestal da UFSM. As variáveis edáficas mensuradas foram utilizadas na Análise de Componentes Principais como variáveis explicativas sobre o comportamento da biomassa e do comprimento de raízes finas nas diferentes profundidades do solo. As variáveis químicas do solo apresentaram maior correlação com o comprimento e biomassa de raízes finas, destacando-se como principais variáveis o P > K > V > Mg > Ca. Esta maior correlação das variáveis químicas do solo se pronunciou com maior relevância na camada de até 10 cm de solo.

Palavras-chave: solos florestais, análise multivariada, sistema radicular, nutrição florestal

 

Abstract: This study had as objective to correlate length and fine roots biomass regarding soil chemical and physical attributes in a 15 year Pinus taeda L. stand. Soil and root samples were obtained in Cambará do Sul (RS) county, through three monoliths (25 cm x 25 cm x 40 cm) excavation. Chemical and physical samples, as well as, root sample processing were conducted at Forest Ecology Laboratory, Universidade Federal de Santa Maria. Measured edaphic variables were used on Principal Component Analysis as explanatory variables upon roots biomass and length behavior in different soil depths. Soil chemical variables showed higher correlation with roots lenght and biomass, standing out P>K>V>Mg>Ca as main variables. This higher soil chemical variables correlation is more evidenced in the layer until 10 cm of soil.

Key words: forest soils, multivariate analysis, root system, forest nutrition

 

1 Recebido em 10.04.2012 e aceito para publicação em 01.11.2012
2 Engenheiro Florestal, M.Sc., Prof. do Departamento de Ciências Florestais e Doutorando do Programa de Pósgraduação em Engenharia Florestal, Centro de Ciências Rurais, Universidade Federal de Santa Maria, Cidade Universitária “Prof. Mariano da Rocha Filho”, Av. Roraima, 1000, Prédio 44, Sala 5268, Bairro Camobi, CEP 97015-900, Santa Maria (RS). E-mail: viguilopes@yahoo.com.br
3 Engenheiro Florestal, Prof. Dr. nat. techn. do Departamento de Ciências Florestais – CCR – UFSM. E-mail: mvschumacher@gmail.com
4 Engenheiro Florestal, Prof. Dr. do Departamento de Estatística – CCNE – UFSM. E-mail: ivanormuller@smail.ufsm.br
5 Engenheira Florestal, Prof. Dra. da Universidade Federal de Goiás – Escola de Agronomia e Engenharia de Alimentos – EAEA/UFG. E-mail: francine.calil@terra.com.br
6 Engenheiro Florestal, M.Sc., Doutorando do Programa de Pós-graduação em Engenharia Florestal – CCR – UFSM. Email: rwitschoreck@yahoo.com
7 Graduando do Curso de Engenharia Florestal – CCR – UFSM. E-mail: edeliberalesso@gmail.com

 

Literatura Citada

ANDRAE, F. H. Ecologia Florestal. Santa Maria: Imprensa Universitária da UFSM, 1978. 230 p.

BÖHM, W. Methods of studying roots systems. Berlin: Springer-Verlag, 1979. 188 p. doi

CORRÊA, R. S. et al. Povoamento espontâneo de Pinus spp. em áreas de empréstimo no Estado do Paraná – 1. Análise de solo. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 31., 2007, Gramado. Anais... Gramado, 2007.

CQFS – RS/SC. COMISSÃO DE QUÍMICA E FERTILIDADE DO SOLO – RS/SC. Manual de adubação e calagem para os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. 10. ed. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo/Comissão de Química e Fertilidade do Solo, 2004. 400 p.

DEMATTÊ, J. L. I. Characteristics of Brazilian soils related to root growth. In: RUSSEL, R. S.; IGUE, K.; METHA, Y.R., eds. The soil root system in relation to brazilian agriculture. Londrina, IAPAR, 1981. p.21-41.

EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Manual de métodos de análise de solo. 2. ed. Rev. atual. Rio de Janeiro, 1997. 212 p.

FREITAS, T. A. S.; BARROSO, D. G.; CARNEIRO, J. G. A. Dinâmica de raízes de espécies arbóreas: visão da literatura. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 18, n. 1, p. 133- 142, jan./mar. 2008.

GONÇALVES, J. L. M. Características do sistema radicular de absorção do Eucalyptus grandis sob diferentes condições edáficas. Piracicaba, 1994, 84 p. (Tese livre docência).

GONÇALVES, J. L. M.; MELLO, S. L. M. O sistema radicular das árvores. In: GONÇALVES, J. L. M.; BENEDETTI, V. (Ed.) Nutrição e fertilização florestal. Piracicaba: IPEF/ESALQ/USP, 2005. p.221- 267.

INMET. Instituto Nacional de Meteorologia - Oitavo Distrito de Meteorologia (8 DISME). Seção de observação e meteorologia aplicada – SEMA. Porto Alegre, Relatório no. 027/2008, protocolado sob no. 4294, 24/03/2008, 4p.

LONGHI, S. J. Agrupamento e análise fitossociológica de comunidades florestais na sub-bacia hidrográfica do rio Passo Fundo-RS. 1997. 198 f. Tese (Doutorado em Engenharia Florestal) – Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

LOPES, V. G. et al. Quantificação de raízes finas em um povoamento de Pinus taeda L. e uma área de campo em Cambará do Sul, RS. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 20, n. 4, p. 569-578, out.-dez., 2010

LOPES, V. G. et al. Distribuição relativa dos nutrientes em diferentes componentes da biomassa de Pinus taeda L. em Cambará do Sul. In: VII SIMPÓSIO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS FLORESTAIS, 2012, Viçosa. Anais... Viçosa: VII SIMPÓSIO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS FLORESTAIS, 2012. 1 CD-ROM.

MORALES, C. A. S. et al. Relação dos parâmetros químicos do solo em diferentes sítios com a produção de Pinus taeda, no Planalto Catarinense. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 31., 2007, Gramado. Anais... Gramado, 2007.

PRITCHETT, W. L. Suelos forestales: propriedades, conservación y mejoramiento. Impresso no México, 1990. 634 p.

REICHERT, J. M.; SUZUKI, L. E. A. S.; REINERT, D. J. Compactação do solo em sistemas agropecuários e florestais: identificação, efeitos, limites críticos e mitigação. In: CERETTA, C.A.; SILVA, L.S.; REICHERT, J.M. (Org.). Tópicos em Ciência do Solo. v.5 Viçosa: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo, 2007. p. 49- 134.

REIS, M. G. F. et al. Acúmulo de biomassa em uma seqüência de idade de Eucalyptus grandis plantado no cerrado em duas áreas com diferentes produtividades. Revista árvore, Viçosa, v. 9, n. 2, p. 149-162, 1985.

SIMÕES, J. W. et al. Adaptabilidade de espécies florestais de rápido crescimento em solo alterado pela exploração de xisto. IPEF, Piracicaba, n.16, p.1-15, jun. 1978.

SOUZA, A. M.; VICINI, L. Análise Multivariada: da Teoria à Prática. Santa Maria: UFSM, CCNE, Caderno Didático, 2005, 215p.

STATSOFT, Inc. (2004). STATISTICA (data analysis software system), version 7. http://www.statsoft.com. 2004.

STRECK, E. V. et al. Solos do Rio Grande do Sul. 2. ed, revisada e ampliada, Porto alegre: EMATER/RS, UFRGS, 2008, 222 p.

TEDESCO, M. J. et al. Análise de solo, plantas e outros materiais. 2.ed. Porto Alegre: Departamento de Solos, UFRGS, 1995. 174p. (Boletim Técnico, 5).