Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Os Institutos Federais na SBPC e a Iniciação Científica

DOI: http://dx.doi.org/10.19180/1809-2667.v18n216-12

http://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/vertices 

downloadpdf

Claudio N. N. da Silva1, Pedro C. Brom2 & Sara R. D. de Sousa3

 

Resumo: Este artigo analisa a publicação de resumos dos institutos federais (IFs) nos anais das reuniões anuais SBPC no período de 2008 a 2013 e busca caracterizar essa participação a partir das seguintes variáveis: quantidade de trabalhos por IF; ano; quantidade de autores em cada trabalho; natureza da autoria principal; grande área e área do conhecimento a que pertence o trabalho. Concluiu-se que as publicações dos institutos federais na SBPC têm em sua maioria a autoria principal de alunos das regiões Norte e Nordeste, e são da área da educação, sendo um importante incremento para publicação dos resultados de trabalhos de iniciação científica.

Palavras-chave: Comunicação científica. Institutos Federais. Iniciação científica.

 

Abstract: This article analyzes the publication of abstracts from Federal Institutes (FI) published in the annual meetings of the Brazilian Society for the Advancement of Science (SBPC, in Portuguese) from 2008 to 2013. It characterizes this participation based on the following variables: number of works by FIs; year; number of authors in each work; information on the main authors; area and area of knowledge in which the publication belongs. The survey shows that most publications of Federal Institutes in SBPC have students from the North and Northeast regions as main authors. Also, as they are mostly in the educational area, they represent an important increase in publications of undergraduate research studies.

Key words: Scientific communication. Federal Institutes. Undergraduate Research Studies.

 

1 Mestre em Educação pela Universidade Católica de Brasília (UCB) e doutorando em Ciência da Informação pela Universidade de Brasília (UnB). Professor e pesquisador do Instituto Federal de Brasília (IFB) campus Gama, Brasília/DF - Brasil. E-mail: claudiosinas@yahoo.com.br.
2 Especialista em Matemática e Estatística pela Universidade Federal de Lavras (UFLA). Professor e pesquisador do Instituto Federal de Brasília (IFB), Brasília/DF - Brasil. E-mail: pedro.brom@ifb.edu.br.
3 Técnica em Química pelo Instituto Federal de Brasília (IFB). Graduanda em Licenciatura em Química pelo IFB, Brasília/DF - Brasil. E-mail: sarinharegis@gmail.com.

 

Literatura Citada

BRASIL. Lei nº. 11.892, de 29 de dezembro de 2008. Institui a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, cria os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Seção 1, p. 1, 30 dez. 2008.

BRIDI, J. C. A.; PEREIRA, E; M. A. O Impacto da Iniciação Científica na Formação Universitária. Olhar de Professor, v. 7, n. 2, p. 77-88, 2004. Disponível em: <http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=68470207>. Acesso em: 22 mar. 2015.

ERDMANN, A. et al. A iniciação científica na formação do graduando. Esc Anna Nery Revista Enfermagem, v. 14, n.1, p. 26-32, jan./mar. 2010.

MASSI, L. QUEIROZ, S. L. Estudos sobre iniciação científica no Brasil: uma revisão. Cadernos de Pesquisa, v. 40, n. 139, p.173-197, jan./abr. 2010.

MEADOWS, A. J. A comunicação científica. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 1999.

MORAES, M. A. C.; AMARAL, J. C. R.; ESCOTT, C. M. A ciência da comunidade em relação ao instituto federal de educação ciência e tecnologia como possibilidade de formação: um estudo exploratório no rio grande do sul. In: SEMINÁRIO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS:HISTÓRIA, SOCIEDADE E EDUCAÇÃO NO BRASIL, 9., 31 de julho a 3 de agosto de 2012, Universidade Federal da Paraíba – João. Anais Eletrônicos... Disponível em: <http://www.histedbr.fe.unicamp.br/acer_histedbr/seminario/seminario9/PDFs/2.50.pdf>. Acesso em: 23 fev. 2015.

OHAYON, P. et al. Iniciação científica: uma metodologia de avaliação. Ensaio: avaliação das políticas públicas em educação, Rio de Janeiro, v.15, n.54, p. 127- 144, jan./mar. 2007.

OTRANTO, C. R. Criação e implantação dos institutos federais de educação, ciência e tecnologia – IFETs. RETTA (PPGEA/UFRRJ), v.1, n.1, p. 89-110, jan./jun. 2010.

PACHECO, Eliezer (Org.) Institutos Federais: uma revolução na educação profissional e tecnológica. Brasília, São Paulo: Editora Moderna, 2011.

PACHECO, E. M.; PEREIRA, L. A. C.; DOMINGOS SOBRINHO, M. Institutos federais de educação, ciência e tecnologia: limites e possibilidades. Linhas Críticas, Brasília, DF, v. 16, n. 30, p. 71-88, jan./jun. 2010.

SBPC. Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. Anais/Resumos. Disponível em: <http://www.sbpcnet.org.br/site/publicacoes/anais-resumos.php>. Acesso em: 10 jan. 2015.