Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Imprensa e o Silêncio dos Excluídos: O Caso Guaiviry em Mato Grosso do Sul

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2175-7755/cs.v38n3p59-82

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/CSO 

downloadpdf

Jorge K. Ijuim1, Maria L. F. Batistote2 & Tatiane K. B. de Queiroz3

 

Resumo: A luta por territórios entre indígenas e ruralistas é tema recorrente em Mato Grosso do Sul. O Estado abriga a segunda maior população indígena do país – cerca de 60 mil. A imprensa tem tratado o assunto de forma preconceituosa e enviesada. O silenciamento ao índio ocorre com a negação de sua voz como também na escolha de pautas e de foco, predominantemente negativo. Neste trabalho abordamos a cobertura do Caso Guaiviry, que resultou na morte do cacique Nísio Gomes, após ataque de pistoleiros a um acampamento indígena no sul do Estado. Ao adotar os recursos da análise crítica da narrativa (MOTTA, 2013), observamos uma amostra de reportagens publicadas sobre o assunto, por meio do que constatamos as formas de silenciamento – da imprensa e aos índios. Por fim, procuramos compreender os porquês de tal comportamento e, para tanto, recorremos ao pensamento de Boaventura de Sousa Santos.

Palavras-chave: Jornalismo e Sociedade; Silenciamento da Imprensa; Sociologia das ausências; Indígenas; Mato Grosso do Sul.

 

Abstract: The fight for territory among indigenous and large farmers is a recurrent theme in Mato Grosso do Sul. The state is home to the second largest indigenous population of the country – about 60 thousand. The press has treated the subject of prejudice and biased manner. Silencing the Indian occurs with the denial of his voice but also in the choice of guidelines and focus predominantly negative. In this paper we address the coverage Case Guaiviry, resulting in the death of the chief Nísio Gomes, after gunmen attack to an Indian camp in the southern state. By adopting the features of the critique of narrative analysis (MOTTA, 2013), we observed a sample of articles published on the subject, through what we found ways of silencing – the Press and the Indians. Finally, we seek to understand the reasons of such behavior and, therefore, we turn to the thought of Boaventura de Sousa Santos.

Key words: Journalism and Society; Silencing the press; Sociology of absences; Indigenous; Mato Grosso do Sul.

 

1 Professor do Programa de Pós-graduação em Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).
2 Professora do Programa de Pós-graduação em Estudos de Linguagens da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).
3 Jornalista graduada pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul; mestre em Estudos de Linguagens pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

 

Literatura Citada

BATISTOTE, M. L. F. Discurso jornalístico: a construção da imagem do povo Paresí. In: BARONAS, R. L. Identidade Cultural e Linguagem. Cáceres/MT: Unemat Editora; Campinas, SP: Pontes Editores, 2005.

BÍBLIA – Antigo e Novo Testamentos, trad. Ped. Antônio Pereira de Figueiredo, Aparecida do Norte/SP: Difusão Cultural do Livro, SD. BRAND, Antonio J. O confinamento e seu impacto sobre os Paì-Kaiowá. Dissertação (Mestrado em História), 1993. Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

BRAND, Antonio J. O Impacto da perda da terra sobre a tradição kaiowá-guarani: os difíceis caminhos da palavra, 1997. Tese (Doutorado em História) Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

CHAPARRO, Manuel Carlos. Iniciação a uma teoria das fontes: Tipificação das fontes, 2009. Disponível em: <http://oxisdaquestao.provisorio.ws/artigos/iniciacao-uma-teoria-das-fontes/>. Acesso em: 14 out., 2016.

DINES, Alberto. O papel do jornal e a profissão do jornalista, 9. ed., São Paulo: Summus, 2008.

FOLHA DE S.PAULO. Manual de Redação, São Paulo: Publifolha, 2001. LAGE, Nilson. A reportagem: Teoria e técnica de entrevista e pesquisa jornalística, 5. ed., Rio de Janeiro: Record, 2005.

MEDINA, Cremilda. Ciência e jornalismo: Da herança positivista ao diálogo dos afetos, São Paulo: Summus, 2008.

MOTTA, Luiz Gonzaga. Análise crítica da narrativa, Brasília: Editora UnB, 2013.

O ESTADO DE S. PAULO. Manual de redação e estilo, São Paulo: O Estado de S. Paulo, 1990.

QUEIROZ, Tatiane Karina Barbosa de. Discursos e sentidos da cobertura jornalística: “O caso Guaiviry em Mato Grosso do Sul”. Dissertação de mestrado. Programa de Pós-graduação Mestrado em Estudos de Linguagens. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, 2014.

QUIJANO, Aníbal. Colonialidade do poder e classificação social. In: SANTOS, Boaventura de Sousa e MENESES, Maria Paula (orgs.). Epistemologias do sul, Coimbra: Almedina, 2010.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Um discurso sobre as ciências, 7. ed., São Paulo: Cortez, 2010.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Para além do pensamento abissal: Das linhas globais à uma ecologia dos saberes. In: SANTOS, Boaventura de Sousa e MENESES, Maria Paula (orgs.). Epistemologias do sul, Coimbra: Almedina, 2010.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Para uma sociologia das ausências e uma sociologia das emergências. Revista Crítica de Ciências Sociais, 63, out., 2002: 237-280. Disponível em <http://rccs.revues.org/1285> acesso 15 jul., 2013.

SCHMITZ, Aldo A. Classificação das fontes de notícias. Biblioteca On-line de Ciências da Comunicação. Universidade da Beira Interior, 2011. Disponível em: <http://bocc.ubi.pt/pag/schmitz-aldo-classificacao-das-fontes-de-noticias.pdf>. Acesso em: 15 jul., 2015.

SOUSA, Jorge Pedro. Elementos de jornalismo impresso. Biblioteca On-line de Ciências da Comunicação. Disponível em <http://www.bocc.ubi.pt/pag/sousa-jorge-pedro-elementos-de-jornalismo-impresso.pdf>. Acesso em 10 out., 2016.

SOUSA, Jorge Pedro. Teorias da notícia e do jornalismo, Chapecó/SC: Argos, 2002.

ARRUDA, Fabiano. MPF investiga atentado contra acampamento indígena em Amambai, Campo Grande News, 18 nov., 2011. Disponível em <http://www.campograndenews.com.br/cidades/interior/mpf--investiga-atentado-contra-acampamento-indigena-em-amambai>. Acesso 15 jul., 2015.

Maciulevicius, Paula; Castro, Nadyenka. Após ataque, medo se mistura à persistência de índios em ficar na terra, Campo Grande News, 24 nov., 2011. Disponível em <http://www.campograndenews.com.br/cidades/interior/apos-ataque-medo-se-mistura-a-persistencia-de-indios-em-ficar-na-terra>. Acesso 15 jul., 2015.

FERREIRA, Marta. Dois meses após ataque, suspeita é que Nísio está vivo e no Paraguai, Campo Grande News, 18 jan., 2012. Disponível em <http://www.campograndenews.com.br/cidades/interior/dois--meses-apos-ataque-suspeita-e-que-nisio-esta-vivo-e-no-paraguai>. Acesso 15 jul., 2015.

G1 MS. Polícia investiga ataque contra índios em acampamento no sul de MS, 18 nov., 2011. Disponível em <http://g1.globo.com/mato-grosso-do-sul/noticia/2011/11/policia--investiga-ataque-contra-indios-em-acampamento-no-sul-de-ms.html>. Acesso 15 jul., 2015.

G1 MS. Relatório não confirma morte de cacique em ataque, diz Polícia Federal, 21 dez., 2011. Disponível em <http://g1.globo.com/mato-grosso-do-sul/noticia/2011/12/laudo-nao--confirma-morte-de-cacique-ferido-em-ataque-diz-policia-federal.html>. Acesso 15 jul., 2015.

G1 MS. MPF denuncia 19 pessoas por morte de cacique em acampamento em MS, 26 nov., 2012. Disponível em <http://g1.globo.com/mato-grosso-do-sul/noticia/2012/11/mpf-denuncia-19-pessoas-por-morte-de-cacique-em-acampamento-em--ms.html> Acesso 15 jul., 2015.

ANGELO, Claudio. Líder indígena é assassinado por pistoleiros encapuzados em MS. Folha Online, 18 nov., 2011. Disponível em <http://www1.folha.uol.com.br/poder/2011/11/1008593-lider-indigena-e--assassinado-por-pistoleiros-encapuzados-em-ms.shtml>. Acesso 15 jul., 2015.

STRUK, Jean-Philip. PF diz que índios foram atacados com balas de borracha. Folha Online, 11 nov., 2011. Disponível em <http://www1.folha.uol.com.br/poder/2011/11/1010332-pf-diz-que-indios-foram--atacados-em-ms-com-balas-de-borracha.shtml>. Acesso 15 jul., 2015.

COSTA, Sílvia. PF considera homicídio desaparecimento de índio em MS, Folha Online, 4 jul., 2012. Disponível em <http://www1.folha.uol.com.br/poder/2012/07/1114915-pf-considera-homicidio-desaparecimento-de-indio-em-ms.shtml>. Acesso 15 jul., 2015.

CIMI – Conselho Indigenista Missionário. <http://www.cimi.org.br/site/pt-br/>.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Brasil: 500 anos de povoamento. Disponível em <http://brasil500anos.ibge.gov.br/>. Acesso 15 jul., 2015.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Dados sobre as populações indígenas disponíveis em: <http://www.ibge.gov.br/indigenas/indigena_censo2010.pdf>. Acesso 15 jul., 2015.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Censo Agropecuário 2006. Disponível em: <http://www.ibge.gov.br/estadosat/temas.php?sigla=ms&tema=censoagro>. Acesso 14 out., 2016.