Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Desempenho de Sistemas de Irrigação por Gotejamento com Aplicação da Água Salina

DOI: http://dx.doi.org/10.12971/2179-5959/agrotecnologia.v7n1p10-17

http://www.prp.ueg.br/revista/index.php/agrotecnologia/index 

downloadpdf

Cleiton F. B. Brito1, Varley A. Fonseca1 & Marcelo R. Santos2

 

Resumo: O conhecimento de coeficientes de uniformidade e de aplicação de água na irrigação é de fundamental importância para que a área seja adequadamente irrigada e, maiores valores de eficiência de aplicação proporciona maior eficiência de uso da água. Objetivou-se com este trabalho avaliar o desempenho de sistemas de irrigação com aplicação de água salina nas culturas do abacaxi e palma forrageira em condições de campo. O ensaio foi desenvolvido em dois experimentos com irrigação por gotejamento, um com emissor autocompensante de vazão 8 L h-1 no abacaxizeiro e outro com emissor tipo labirinto com vazão de 4 L h-1 na palma forrageira, aplicando diferentes lâminas de irrigação. Os testes de coeficientes de uniformidade e de aplicação foram realizados aos 180 e 360 dias após o início de funcionamento do sistema. Os gotejadores tipo labirinto apresentaram valores de coeficiente de uniformidade de Chirsthiansen (CUC), coeficiente de uniformidade estatístico (CUE), coeficiente de uniformidade de distribuição (CUD) e a eficiência de aplicação (Ea) considerados excelente para quatro lâminas de irrigação nas duas épocas. Para os gotejadores autocompensantes, estes coeficientes foram considerados bons para aplicação de lâminas de 50 e 75% da ETc aos 180 dias do início e para 125% da evapotranspiração da cultura aos 360 dias de aplicação de água.

Palavras-chave: Qualidade da água. Manejo da irrigação. Eficiência de aplicação.

 

Abstract: The knowledge of uniformity coefficients and application of water for irrigation is of fundamental importance to obtain an area adequately irrigated and greater application efficiency values gives more water use efficiency. The objective with this study was to evaluate the performance of irrigation systems with application of saline water in crop pineapple and forage cactus in field conditions. The test was developed in two experiments with drip irrigation, with self-compensating emitter with a discharge of 8 L h-1 in the pineapple and the other with labyrinth emitter with a flow rate of 4 L h-1 in forage cactus, applying different irrigation depth. The uniformity coefficient testing and application were performed at 180 and 360 days after the start of system operation. The labyrinth dripper presented Chirsthiansen’s uniformity coefficient values (CUC), statistical uniformity coefficient (SUC), distribution uniformity coefficient (DUC) and application efficiency (Ae) considered excellent for four irrigation depths in both seasons. For self-compensating emitter, hese coefficients were considered good for irrigation depth application of 50 and 75% of ETc to 180 days of the start and 125% of crop evapotranspiration to 360 days of water application.

Key words: Water quality. Irrigation Management. Application efficiency.

 

1 Engenheiro Agrônomo, Discente do curso de Mestrado Profissional em Produção Vegetal no Semiárido, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano, Campus Guanambi-BA. Email: cleiton.ibce@hotmail.com ; varley.ibce@ig.com.br
2 Engenheiro Agrônomo, Professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano, Campus Guanambi-BA. Email:marrochas@yahoo.com.br Recebido: 10/06/2016 – Aprovado: 01/08/2016

 

Literatura Citada

AYERS, R. S.; WESTCOT, D. W. Water quality for agriculture. Rome: FAO, 1985. 174p. Paper n.29. (Irrigation and drainage)

BATISTA, R. O.; OLIVEIRA, R. A.; SANTOS, D. B.; OLIVEIRA, A. F. M.; AZEVEDO, C. A. V.; MEDEIROS, S. S. Obstrução e uniformidade de aplicação em sistemas de irrigação por gotejamento aplicando-se efluente da suinocultura. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.17, n.7, p.698–705, 2013. https://doi.org/10.1590/S1415-43662013000700002

BUSATO, C. C. M.; SOARES, A. A. Desempenho de gotejadores, utilizando água de baixa qualidade química e biológica. Bioscience Journal, v. 26, n. 5, p. 739-746, 2010.

DANTAS, D. C.; FRANÇA E SILVA, E. F.; MÉLO, R. F.; DANTAS, M. S. M.; SILVA, G. F.; SILVA, M. M. Desempenho de um sistema de irrigação por gotejamento utilizando efluente doméstico. Irriga, Edição Especial 01, p. 179-189, 2014.

KELLER, J.; KARMELI D. Trickle irrigation design. Glendora: Rain Bird Sprinkler Manufacturing, 1975. 133p.

KOOIJA, S. V. D.; ZWARTEVEENA, M.; BOESVELDA, H.; KUPER, M. The efficiency of drip irrigation unpacked. Agricultural Water Management, v.123, p. 103– 110, 2013. https://doi.org/10.1016/j.agwat.2013.03.014

LAPERUTA NETO, J.; CRUZ, R. L.; LAPERUTA FILHO, J.; PLETSCH, T. A. Perda de carga em mangueiras gotejadoras novas e usadas. Irriga, v. 16, n. 3, p. 329-338, 2011. https://doi.org/10.15809/irriga.2011v16n3p329

MANTOVANI, E. C. AVALIA: Programa de Avaliação da Irrigação por Aspersão e Localizada. Viçosa, MG: UFV, 2001.

MARTÍNEZ, J.; RECA, J. Water Use Efficiency of Surface Drip Irrigation versus an Alternative Subsurface Drip Irrigation Method. Journal of Irrigation and Drainage Engineering, v. 140, n. 10, 2014. https://doi.org/10.1061/(ASCE)IR.1943-4774.0000745

MARTINS, C. L.; BUSATO, C.; SILVA, S. F.; RODRIGUES, W. N.; REIS, E. F. Avaliação do desempenho de sistemas de irrigação no sul do Estado do Espírito Santo. Revista Agro@mbiente On-line, v. 7, n. 2, p. 236-241, 2013.

PEI, Y.; LI, Y.; LIU, Y.; ZHOU, B.; SHI, Z.; JIANG, Y.; Eight emitters clogging characteristics and its suitability under on-site reclaimed water drip irrigation. Irrigation Science, v.32, n. 2, p. 141-157, 2014. https://doi.org/10.1007/s00271-013-0420-2

SANTOS, M. R.; DONATO, S. L. R.; COELHO, E. F.; COTRIM JUNIOR, P. R. F.; CASTRO, I. N. Irrigation deficit strategies on physiological and productive parameters of 'Tommy Atkins' mango. Revista Caatinga, v. 29, p. 173-182, 2016. https://doi.org/10.1590/1983-21252016v29n120rc

SILVA, P. F.; MATOS, R. M.; LIMA, S. C.; NETO, J. D.; LIMA, V. L. A. Controle estatístico e índice de capacidade de processo em emissores autocompensante utilizando água salina. Journal of Agronomic Sciences, v.4, n.1, p.139-150, 2015.

SILVA, L. P.; SILVA, M. M.; CORREA, M. M.; SOUZA, F. C. D.; SILVA, E. F. F. Desempenho de gotejadores autocompensantes com diferentes efluentes de esgoto doméstico. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, v.16, n.5, p.480–486, 2012. https://doi.org/10.1590/S1415-43662012000500003

TEIXEIRA, M. B.; MELO, R. F.; COELHO, R. D.; NETO, O. R.; RIBEIRO, P. A. A. Tratamento para desentupimento de gotejadores convencionais. Irriga, v. 3, n. 2, p. 235-248, 2008.

VALE, H. S. M.; ARRUDA, L. E. V.; COSTA, D. O.; COSTA, F. G. B.; BATISTA, R. O. Potencial de entupimento de um sistema de irrigação por gotejamento operando com esgoto doméstico tratado. Water Resources and Irrigation Management, v.2, n.1, p.63-70, 2013.

WATTOA, M. A; MUGERA, A. W. Efficiency of irrigation water application in sugarcane cultivation in Pakistan. Journal of the Science of Food and Agriculture, v. 95, p.1860-1867, 2015. https://doi.org/10.1002/jsfa.6887

ZOCOLER, J. L.; RIBEIRO, P. H. P.; SILVA, N. F.; CUNHA, F. N.; TEIXEIRA, M. B.; SOARES, F. A. L. Desempenho de um sistema de irrigação por gotejamento com aplicação de água salina. Irriga, Edição Especial, 20 anos Irriga + 50 anos FCA, p. 234-247, 2015.