Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Elaboração de Projeto de Captação e Aproveitamento de Água Pluvial para Fins Não Potáveis: Estudo de Caso do Campus Praça da Liberdade do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix (Belo Horizonte / MG)

DOI: http://dx.doi.org/10.15601/2359-5302/ptr.v2n2p209-223

http://www3.izabelahendrix.edu.br/ojs/index.php/ptr/index 

downloadpdf

Jade B. Paixão1, Pedro H. P. Lima2 & Daniel A. Miranda3

 

Resumo: Com o cenário atual de escassez da água, sobretudo na Região Sudeste do Brasil, cresce a busca por sistemas de uso racional deste recurso. O uso de águas pluviais é uma importante forma de promover o desenvolvimento sustentável; além de reduzir o consumo e o custo da água potável, ainda contribui para uma melhor distribuição da água de chuva no sistema de drenagem urbana. Dado o cenário de escassez hídrica na RMBH e o provável grande consumo de água tratada no campus Praça da Liberdade do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix (CEUNIH), foi elaborado um projeto de captação e aproveitamento de água pluvial para esta localidade, seguindo as orientações da NBR 15527/2007. A implantação deste tipo de sistema envolveu a determinação de dados como precipitação média do local, área de captação, coeficiente de escoamento superficial, qualidade da água, identificação dos usos da água e o estabelecimento do tipo de tratamento a ser aplicado às águas pluviais. Observou-se que alguns métodos não são adequados para determinadas condições de precipitação. O método da Simulação foi julgado o mais conveniente, pois permite que o usuário realize a simulação de volumes de reservatórios até que se chegue à eficiência desejada para o sistema. Baseado nos resultados encontrados, a implantação de um sistema de aproveitamento de água pluvial traria resultados efetivos para o CEUNIH em termos de redução do consumo de água tratada, uma vez que o reservatório dimensionado seria capaz de atender toda demanda de irrigação dos jardins do campus.

Palavras-chave: Água. Aproveitamento de água pluvial. Fins não potáveis.

 

Abstract: Taking into account the current scenario of water scarcity, especially in southeastern Brazil, it grows the search for a rational use of these resource systems. The use of rainwater is an important way for promoting sustainable development; besides reducing the consumption and the cost of drinking water, still contributes to a better distribution of rainwater in urban drainage system. Given the scenario of water scarcity in the Metropolitan Region of Belo Horizonte (Minas Gerais State, Brazil) and the likely large consumption of treated water at Campus Praça da Liberdade of the Methodist University Center Izabela Hendrix (CEUNIH), it was proposed a rainwater harvesting system for this location following the guidelines of Brazilian standard NBR 15527/2007. The deployment of this type of system involved determining data as average rainfall values, catchment area, runoff coefficient, water quality, identification of water use and establishment of the type of treatment to be applied to rainwater. It was observed that some methods suggested by the standard are not suitable for certain conditions of precipitation. The so-called Simulation Method was considered the most appropriate, as it allows the user to perform the simulation of reservoir volumes until it reaches the desired efficiency for the system. Based on these results, the implementation of a rainwater harvesting system would bring effective results in terms of reducing consumption of treated water for the CEUNIH, since the designed reservoir would be able to supply the entire demand of campus related to the irrigation of gardens.

Key words: Water. Rainwater harvesting. Non-potable purposes.

 

1 Graduada em Engenharia Civil pelo Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix (CEUNIH), paixao.jade@gmail.com
2 Graduado em Engenharia Civil pelo Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix (CEUNIH), paulalima.pedro@gmail.com
3 Mestre em Engenharia Civil (EPFL, Suíça), docente do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix (CEUNIH), daniel.miranda1@izabelahendrix.edu.br

 

Literatura Citada

AMORIM, S. V.; PEREIRA, D. J. A. Estudo Comparativo dos Métodos de Dimensionamento para Reservatórios Utilizados em Aproveitamento de Água Pluvial. Ambiente Construído, Porto Alegre, v. 8, n. 2, p. 53-66, abr./jun. 2008. Disponível em: <http://www.seer.ufrgs.br/ambienteconstruido/article/viewFile/5359/3284>. Acesso em: 21 jul. 2015.

ANA – Agência Nacional de Águas. Usos Múltiplos e Eventos Críticos. 2012. Disponível em: <http://www.ana.gov.br/>. Acesso em: 28 fev. 2015.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 10844: Instalações prediais de águas pluviais - Procedimento. Rio de Janeiro, 1989.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 12217: Projeto de reservatório de distribuição de água para abastecimento público - Procedimento. Rio de Janeiro, 1994.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 15527: Água de chuva - Aproveitamento de coberturas em áreas urbanas para fins não potáveis: Requisitos. Rio de Janeiro, 2007.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 5626: Instalação predial de água fria. Rio de Janeiro, 1998.

AUSTRALIA. Guidance on use of Rainwater tanks. Australian Governement Department of Gealth and Ageing. Camberra. Australia. 2004.

COUTINHO, et. al. Comparação de diferentes metodologias para dimensionamento de sistemas de captação de água de chuva em meso-regiões do Estado de Pernambuco. In: XIX Simpósio Brasileiro de Recursos Hídricos, 2011 Maceió, AL. Anais eletrônicos... Maceió, AL. Disponível em: <https://www.abrh.org.br/SGCv3/UserFiles/Sumarios/885ea8ce976cb240f3eac60b84059723_46c43da315c385a2b479ad5af29f2c2d.pdf>. Acesso em: 02 set. 2015.

IGAM – Instituto Mineiro de Gestão das Águas. Igam declara escassez hídrica em três porções hidrográficas na RMBH. 2015. Disponível em: <http://www.igam.mg.gov.br/>. Acesso em: 12 maio 2015.

LAGE, E. S. Aproveitamento de água pluvial em concessionárias de veículos na cidade de Belo Horizonte: Potencial de economia de água potável e estudo de viabilidade econômica. 2010. 181 f. Dissertação de Mestrado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil da Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2010. Disponível em: <http://www.labeee.ufsc.br/sites/default/files/publicacoes/dissertacoes/DISSERTACAO_Epaminondas_Lage.pdf.>. Acesso em: 12 maio 2015.

MAY, S. Estudo da viabilidade do aproveitamento de água de chuva para consumo não potável em edificações. 2004. 159 f. Dissertação de Mestrado (Departamento de Engenharia Hidráulica e Sanitária) - Escola Politécnica da Universidade São Paulo, São Paulo, 2004. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/3/3146/tde-02082004-122332/pt-br.php>. Acesso em: 20 maio 2015.

MIERZWA, J. C. et al. Águas pluviais: método de cálculo do reservatório e conceitos para um aproveitamento adequado. REGA - Revista de Gestão de Águas da América Latina, Porto Alegre, RS, v. 4, p. 29-37,jan./jun. 2007. Disponível em: <https://www.abrh.org.br/SGCv3/UserFiles/Sumarios/d9a17f61ee971c115803158314d417c0_ad321a41c5478de65f4a4858ccd1ca99.pdf>. Acesso em: 12 jun. 2015.

PETERS, M. R. Potencialidade de uso de fontes alternativas de água para fins não potáveis em uma unidade residencial. 2006. 109 F. Dissertação (Pós Graduaçao em Engenharia Ambiental) - Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2006. Disponível em: <https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/88951/232845.pdf?sequence=1>. Acesso em: 10 jun. 2015.

PHILLIPPI, L. S.; VACCARI, K. P.; PETERS, M.R.; GONÇALVES, R.F. Aproveitamento da Água de Chuva. In: GONÇALVES, R. F. Uso Racional da Água em Edificações. Rio de Janeiro,

RJ: ABES, 2006. Programa de Pesquisa em Saneamento Básico. p. 73-52. Disponível em: <http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/34521/000789725.pdf>. Acesso em: 01 set. 2015.

RUPP, R. F.; MUNARIM, U.; GHISI, E. Comparação de métodos para dimensionamento de reservatórios de água pluvial. Ambiente Construído, Porto Alegre, v. 11, n. 4, p. 47-64, out./dez. 2011. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ac/v11n4/a05v11n4>. Acesso em: 15 jul. 2015.

SILVA, G.S.; TAMAKI, H.O.; GONÇALVES, O.M. Implantação de programas de uso racional da água em campi universitários. In: I CONFERÊNCIA LATINO-AMERICANA DE CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL - X ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA DO AMBIENTE CONSTRUÍDO, Anais. São Paulo, SP: Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, 2004. p 1-14. Disponível em: <ftp://ip20017719.eng.ufjf.br/Public/AnaisEventosCientificos/ENTAC_2004/trabalhos/PAP1364d.pdf>. Acesso em 15 maio 2015.

SOUZA, L. A.; MUMBACH, G. D. Estudo de métodos de dimensionamento do volume do reservatório de água da chuva. Revista de Engenharia e Tecnologia, Santa Catarina, v. 6, n.1 p. 72-82, 2014. Disponível em: <https://periodicos.uffs.edu.br/index.php/SEPE-UFFS/article/view/68/349>. Acesso em: 01 set. 2015.

TOMAZ, P. Aproveitamento de água de chuva. 2. ed. São Paulo: Navegar, 2003. TOMAZ, P. Aproveitamento de água de chuva para áreas urbanas e fins não potáveis. 4 ed. São Paulo, Navegar, 2011.

TOMAZ, P. Economia de água para empresas e residências: um estudo atualizado sobre medidas convencionais e não convencionais do uso racional da água. 1 ed. Navegar, 2001.

VERÇOSA, D. Análise dos métodos de dimensionamento de reservatórios de captação de águas pluviais em edificações no município de Niterói. 2014.76 f. Dissertação de Pós Graduação (Engenharia Civil) - Universidade Federal Fluminense, Niterói, 2014. Disponível em: <http://www.poscivil.uff.br/sites/default/files/dissertacao_tese/daniela_formatada.pdf>. Acesso em: 15 ago. 2015.

WARD, S.; MEMON, F. A.; BUTLER, D. Performance of a large building rainwater harvesting system. Water Research, v. 46, n. 16, p. 5127-5134, oct. 2012. Disponível em: <http://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S004313541200471X>. Acesso em: 29 ago. 2015.