Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Análise da Aplicabilidade de Planilhas Eletrônicas no Gerenciamento de Riscos de Projetos em Uma Pequena Empresa do Setor de Construção Civil

DOI: http://dx.doi.org/10.15601/2359-5302/ptr.v2n2p243-255

http://www3.izabelahendrix.edu.br/ojs/index.php/ptr/index 

downloadpdf

Leonardo J. Nunes1, Virgílio Mendes Júnior2 & Alexandre C. Rodrigues3

 

Resumo: O mercado atual exige maior competitividade das empresas para que estas se destaquem mediante seus concorrentes. As pequenas empresas, porém, não conseguem se diferenciar, quando comparadas às grandes organizações devido às falhas existentes, principalmente no gerenciamento de riscos de seus projetos. Os riscos dos projetos implicam em altos custos, problemas com prazos e consequentes perdas. Os softwares existentes no mercado para o gerenciamento de projetos apresentam altos custos e necessidade de conhecimento técnico. A fim de tornar tais empresas competitivas, desenvolveu-se uma planilha eletrônica de baixo custo e fácil manuseio como ferramenta de gestão de riscos. A planilha criada foi implantada em uma pequena empresa do setor de construção civil por um período de trinta dias, com o objetivo de avaliar sua utilização. A avaliação da eficácia da nova ferramenta de gestão se deu por entrevistas com o sócio proprietário da empresa objeto de estudo, antes e após a implantação. O novo modelo de gestão ocasionou uma mudança cultural dentro da organização e reduziu significativamente as perdas dentro dos projetos durante o tempo em que se utilizou a planilha. A planilha eletrônica, enquanto ferramenta gerencial, apresentou resultados positivos para a empresa objeto de estudo, que pretende adotar a planilha para o gerenciamento de projetos futuros.

Palavras-chave: Gestão de riscos. Planilhas eletrônicas. Pequenas empresas.

 

Abstract: The current market demands more competitiveness of the companies in order for these stand out from their competitors. Smaller companies, however, can not differentiate when compared to the large organizations, due to flaws, mainly in management's risk of their projects. The project risks imply high costs, issues with deadlines and significant losses. However, the existing software in the market for project management have high costs and necessity of technical knowledge. In order to become these ones in competitive companies, an electronic spreadsheet with low cost and easy handling was developed as a risk management tool. The spreadsheet created was implanted in a small civil engineering company for a period of thirty days, with the purpose of evaluating the use of it. The assessment of the effectiveness of the new management tool was given by interviews with the co-owner of the company that was object study, before and after deployment. The new model of management occasioned a cultural change within the organization and significantly reduced losses within the project during the time using up the spreadsheet. The electronic spreadsheet as a management tool presented positive results for the object study, that would like to adopt it for managing future projects.

Key words: Risk management. Electronic spreadsheets. Small businesses.

 

1 Graduando em Engenharia de Produção, Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix (CEUNIH), leonardojunionunes@gmail.com
2 Graduando em Engenharia de Produção, Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix (CEUNIH), virgiliomendesjunior@hotmail.com
3 Doutorando em Engenharia de Produção (UFMG), docente do curso de Engenharia de Produção do Centro Universitário Metodista Izabela Hendrix (CEUNIH), alexandre.rodrigues@izabelahendrix.edu.br

 

Literatura Citada

BISPO, C. A. F.; GIBERTONI, D. Ferramentas computacionais analíticas para o suporte ao gerenciamento estratégico dos negócios nas micro e pequenas empresas do Brasil. In: ENCONTRO NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 2001, Rio de Janeiro, RJ. Anais eletrônicos... Rio de Janeiro, RJ, 2001. Disponível em: <http://www.abepro.org.br/biblioteca/ENEGEP2001_TR94_0155.pdf>. Acesso em :30 mar. 2015.

BNDES- BANCO NACIONAL DO DESENVOLVIMENTO. Porte de empresa. 2011. Disponível em: <http://www.bndes.gov.br/SiteBNDES/bndes/bndes_pt/Institucional/Apoio_Financeiro/porte.html>. Acesso em: 31 mar. 2015.

GANGA, G. M. D. Trabalho de conclusão de curso (TCC) na Engenharia de Produção: um guia prático de conteúdo e forma. São Paulo: Atlas, 2012.

GONÇALVES, M. A. A.; SOUZA, E. P. Desenvolvimento de um sistema de gestão para pequenas empresas utilizando planilhas eletrônicas. Aplicação em uma empresa do setor moveleiro. In: EGEPE- ENCONTRO DE ESTUDOS SOBRE EMPREENDEDORISMO E GESTÃO DE EMPRESAS, 2003, Brasília, DF. Anais eletrônicos... Brasília, DF, 2003. Disponível em: <http://www.anegepe.org.br/edicoesanteriores/brasilia/%5b27%5d.pdf>. Acesso em: 4 mar. 2015.

MIGLIOLI, A. M.; OSTANL, L. H.; TACHIBANA, W. K. Planilhas eletrônicas como ferramentas para apoio à decisão e geração do conhecimento na pequena empresa. . In: ENCONTRO

NACIONAL DE ENGENHARIA DE PRODUÇÃO, 2004, Florianópolis, SC. Anais eletrônicos... Florianópolis, SC, 2004 . Disponível em: <http://www.abepro.org.br/biblioteca/enegep2004_enegep0902_1706.pdf>. Acesso em: 4 mar. 2015

NASCIMENTO, V. M. Gerenciamento de risco em projetos: como transformar riscos em vantagem competitiva. 2003. 97 f. Monografia (Graduação em Administração de Empresas). Universidade Veiga de Almeida, 2003. Rio de Janeiro, 2003. Disponível em: <https://www.uva.br/sites/all/themes/uva/files/pdf/monografia-gerenciamento-de-risco-em-projetos.pdf>. Acesso em: 21 mar. 2015.

OLAVE, M. E. L.; NETO, J. A. Redes de cooperação produtiva: uma estratégia de competitividade e sobrevivência para pequenas e médias empresas. Gestão e produção, São Carlos, v. 8, n. 3, 289-303, dez. 2001. ISSN 0104-530x. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/gp/v8n3/v8n3a06>. Acesso em: 15 mar. 2015.

PMBOK®. Um guia do conhecimento em gerenciamento de projetos. Editora Project Management Institute Inc. 5. ed. New Square, 2014.

RINALDI, A.; BARREIROS, D. A importância da comunicação de riscos para as organizações. Organicom, São Paulo, v. 4, n. 6, 136- 147, 1º/2007. Disponível em: <http://revistaorganicom.org.br/sistema/index.php/organicom/article/view/96/228 >. Acesso em: 15 mar. 2015.

ROCHA, D. W. Gerenciamento de riscos aplicado a pequenas e médias empresas brasileiras. 2013. 70 f. Monografia (MBA em Gerenciamento de Projetos). Instituto Superior de Administração e Economia, Fundação Getúlio Vargas, Curitiba, 2013. Disponível em: <http://docslide.com.br/business/tcc-gerenciamento-de-riscos-aplicado-a-pequenas-e-medias-empresas-brasileiras.html>. Acesso em: 20 mar. 2015.

SCOFANO, C. R. F.; ABRAHAM, E. F.; SILVA, L. S.; TEXEIRA, M. A. Gestão de risco em projetos: análise das etapas do PMI-PMBOK (Project Management Institute). In: CONVIBRA- Congressos totalmente online. 2013. Disponível em: <http://www.convibra.org/upload/paper/2013/36/2013_36_8214.pdf>. Acesso em: 21 mar. 2015.

SEBRAE - SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS. Participação das micro e pequenas empresas na economia brasileira. Brasília, 2014. Disponível em: <http://www.sebrae.com.br/Sebrae/Portal%20Sebrae/Estudos%20e%20Pesquisas/Participacao%20das%20micro%20e%20pequenas%20empresas.pdf>. Acesso em: 20 maio 2015.

SPILLERE, R. A. Sistema de Custos para PMEs, baseado no método das UEPs: uso de Planilhas Eletrônicas. 2003. 166 f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) –

PPGEP/UFSC, Florianópolis. Disponível em: <https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/84892 >. Acesso em: 20 maio 2015.

ZANELLA, L. C. H. Metodologia de estudo e de pesquisa em administração. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2009. Disponível em: <http://www.aedmoodle.ufpa.br/pluginfile.php?file=%2F21055%2Fmod_resource%2Fcontent%2F0%2FMetodologia.pdf >. Acesso em: 20 maio 2015.