Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Diagnóstico do Conflito de Uso e Ocupação do Solo na Bacia do Rio Uberaba

DOI: http://dx.doi.org/10.14688/1984-3801.v06n01a04

http://rioverde.ifgoiano.edu.br/periodicos/index.php/gst/index 

downloadpdf

Renato F. Valle Junior1, João A. Galbiatti2, Teresa C. T. Pissarra2 & Marcílio V. Martins Filho3

 

Resumo: A crescente expansão das atividades agropecuárias, sem considerar as potencialidades e limitações quando ao uso das terras, constitui fonte potencial de degradação do meio ambiente. Este trabalho objetivou avaliar padrões morfométricos de microbacias hidrográficas de 1a a 6a ordem de magnitude, como indicadores no uso potencial do solo, segundo a metodologia do coeficiente de rugosidade, que aliado ao mapeamento do uso atual permitiu identificar áreas de conflito quanto ao uso e ocupação. Utilizou-se de técnicas de geoprocessamento, sendo a integração de informações realizada no Sistema de Informações Geográficas IDRISI, aliada ao uso cartas digitais e analógicas do IBGE, escala 1:100.000 e de imagens de satélite do “CBERS 2”, onde foram traçadas as redes de drenagem e delimitadas respectivamente as microbacias. Na avaliação da classificação do uso potencial do solo, constatou-se que 47,12% das microbacias apresentam-se apropriadas para a prática agrícola, enquanto 36,37% para pecuária, 11,86% pecuária/reflorestamento e 1,40% reflorestamento. De toda área da bacia, 17,07% (413,13 km2) encontra-se em conflito quanto ao uso e ocupação, necessitando de adequações quanto ao manejo e conservação dos solos.

Palavras-chave: uso potencial, coeficiente RN, impacto ambiental

 

Abstract: The growing expansion of agricultural activities, without considering the potential and limitations as to the use of land, constitutes a potential source of environmental degradation. This study aimed to evaluate patterns of morphometric watersheds of the first to sixth order of magnitude, the potential use as indicators of soil, according to the methodology of the roughness coefficient (RN), which together with the mapping of current usage identified areas of conflict over the use and occupation. We used GIS techniques and the integration of information held in the Geographic Information System IDRISI, coupled with the use of digital and analog cards from IBGE, and 1:100,000 scale satellite images of "CBERS 2", where the lines were drawn drainage networks and bounded respectively the watersheds. In the evaluation of rating of potential soil, it was found that 47.12% of watersheds present suitable for agricultural practice, 36.37% for livestock farming, 11.86% for livestock/reforestation, and 1.40% forestry. Of all the area of the basin, 17.07% (413.13 km2) is in conflict over the use and occupation, requiring adjustments as to the management and conservation of soil.

Key words: potential use, coefficient RN, environmental impact

 

1 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Triângulo Mineiro (IFTM) – Campus Uberaba, Laboratório de Geoprocessamento. Rua João Batista Ribeiro, 4000, Mercês, Uberaba (MG). CEP: 38064-790. E-mail: renato@iftm.edu.br. Autor para correspondência
2 Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal, Departamento de Engenharia Rural. Via de Acesso Prof. Paulo Donato Castelane, s/n, Jaboticabal (SP). CEP: 14870-000
3 Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias de Jaboticabal, Departamento de Solos e Adubos. Via de Acesso Prof. Paulo donato Castellane, s/n, Jaboticabal (SP). CEP: 14884-900

 

Literatura Citada

AB’SABER, A. N. Formas de relevo. São Paulo: Edart, 1982. 79 p.

ALVES, J. M. P.; CASTRO, P. T. A. Influência de feições geológicas na morfologia da bacia do rio Tanque (MG) baseada no estudo de parâmetros morfométricos e análise de padrões de lineamentos. Revista Brasileira de Geociências, São Paulo, v. 33, n. 2, p. 117-127, 2003.

BARACUHY, J. G. V.; KURTZ, S. M. J. M.; KURTZ, F. C. ; DUARTE, S. M.A. ; LIMA, V. L. A. ; ROCHA, J. S. M. ; DANTAS NETO, J. Deterioração físicoconservacionista da microbacia hidrográfica do riacho Paus Brancos, Campina Grande, PB. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v. 7,n. 1, p. 159-164, 2003. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-43662003000100026

CANDIDO, H. G. Degradação ambiental da bacia hidrográfica do rio Uberaba - MG. 2008. 100 f. Tese (Doutorado em Agronomia) – Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, Jaboticabal, 2008.

COSTA, A. L. C. C. Estudo da vulnerabilidade à erosão com a aplicação da e Equação Universal de Perda de Solo na Alta Bacia Hidrográfica do Rio Jacaré Pepitam Utilizando SIG/SPRING. 2005. 168 f. Dissertação (Mestrado em Geociências e Meio Ambiente) Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2005.

DEMATTÊ, J. A. M.; DEMÉTRIO, V.A. Padrões de drenagem em áreas de solos desenvolvidos de rochas vulcânicas acidas na região de Guarapuava. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 20, p. 305-311, 1996.

EMBRAPA. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Centro Nacional de Pesquisa de Solos. Sistema brasileiro de classificação de solos. Rio de Janeiro, 1999. 412 p.

GIOTTO, E.; KIRCHNER, F. F.; MADRUGA, P. R. A. Caracterização de parâmetros físicos da sub-bacia hidrográfica do Aroio Grande-uma aplicação do sistema georeferenciado para manejo integrado de bacias hidrográficas (SGMIBH). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA, 21, 1992, Santa Maria. Anais... Santa Maria: Sociedade Brasileira de Engenharia Agrícola, 1992. v. 4, p. 2159-2177.

GUERRA, A. J. T.; CUNHA, S. B. Degradação ambiental. In: CUNHA, S. B. Geomorfologia e meio ambiente. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 1996. p. 337-379.

HORTON, R. Erosional development of streams and their drainage basins: hidrophysical approach to quatitative morphology. Geological Society of American Bulletin. New York,v. 56. p. 807-813, 1945.

LIMA, W. P. Princípios de hidrologia florestal para o manejo de bacias hidrográficas. São Paulo:ESALQ, 1986. 242 p.

MELLO FILHO, J. A.; ROCHA, J. S. M. da. Diagnóstico físico-conservacionista da subbacia hidrográfica do rio Sesmaria, em Resende-RJ. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA AGRÍCOLA, 21, 1992, Santa Maria. Anais...Santa Maria: Sociedade Brasileira de Engenharia Agrícola, 1992. p.2178-2191.

NISHIYAMA, L. Procedimentos de mapeamento geotécnico como base para análises e avaliações ambientais do meio físico, em escala 1:100.000: aplicação no município de Uberlândia - MG., 1998. Tese (Doutorado em Geotecnia) – Universidade Federal de São Carlos, São Paulo, 1998.

PISSARRA, T. C. T. Avaliação quantitativa das características geomorfológicas de microbacias hidrográficas 1º ordem de magnitude em quatro posições do sistema natural de drenagem. 1998. 124 f. Dissertação (Mestrado em Produção Vegetal) – Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, 1998.

PISSARRA,T. C. T. Análise da Bacia Hidrográfica do Córrego Rico na sub-região de Jaboticabal, SP: Comparação entre imagens TM-LANDSAT 5 e Fotografias aéreas verticais. 136 f. Tese (Doutorado em Produção Vegetal) – Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Universidade Estadual Paulista, Jaboticabal, 2002.

POLITANO, W.; PISSARRA, T. C. T. Relações entre características morfométricas quantitativas e estimativa da vazão em função da área em microbacias hidrográficas de 2ª ordem de magnitude. Engenharia Agrícola, Sorocaba, v. 23, n. 1, p. 179-186, 2003.

ROCHA, J. S. M. Avaliação quantitativa da capacidade de uso da terra do estado do Rio Grande do Sul. 1977. 169 f. Tese (Livre Docência) – Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 1977.

ROCHA, J. S. M. KURTZ, S. M. J. M. Manual de Manejo Integrado de bacias Hidrográficas. Santa Maria: Editora da UFSM, 2001. 282 p.

VALLE JUNIOR, R. F. Diagnóstico de áreas de risco de erosão e conflito de uso dos solos na bacia do rio Uberaba. 2008. 222 f. Tese (Doutorado em Agronomia) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, Jaboticabal, 2008.