Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Direito Canônico Contemporâneo: Celibato dos Sacerdotes na Igreja Católica Apostólica Romana

DOI: http://dx.doi.org/10.18835/1806-6771/juridica.uniandrade.n23v2p838-891

http://www.uniandrade.br/revistauniandrade/index.php/juridica/index 

downloadpdf

Andrea R. Leite1 & Alcio M. de S. Figueiredo2

 

Resumo: O início do Direito Canônico acontece no momento em que o homem e a mulher são criados por Deus e passam a conviver lado a lado por este mundo. No desenrolar desta caminhada de casal e na necessidade primeira de se perpetuar a espécie até os dias de hoje, muita coisa mudou e os objetivos de homens e mulheres acabaram por ter de se adequar a uma realidade que se associa a muitas atividades interligadas e diferentes que não são aquelas provindas do núcleo familiar e os Sacerdotes visualizam esta realidade com o próprio voto da castidade ou o celibato para atenderem às necessidades urgentes da humanidade. O Direito Canônico da Igreja Católica Apostólica Romana proíbe o Sacramento do Matrimônio aos seus Sacerdotes que são, portanto, as Autoridades Eclesiásticas diretamente envolvidas com esta realidade jurídica distinta de qualquer outra, complementando a ação divina nos locais onde os homens comuns não alcançam.

Palavras-chave: Direito Canônico. Celibato. Sacerdotes. Matrimônio.

 

Abstract: The beginnig of Canon Law happen at moment during the man and woman are raised by God and pass to live together side by side by this world. At to unroll of this traction engine of couple and the first necessithy to eternize the species until so far so good, much things changed and the men and women objetives accomplished to have to adjust the one reality which to become at much activity interconnected and differents which is not those proceeding of familiar nucleus and the Priests visualize that reality with the property chastity vows or the celibacy for attend the wants urgents of humanity. The Canon Law of Roman Catholic Apostolic Church prohibit the Sacrament at Matrimony at yours Priests, wich are, as the Authorities Ecclesiastics directly involved with that reality juridical distine of anything else, complement the action divine at the places where the men commons did not reached.

Key words: Canon Law. Celibacy. Priests. Matrimony.

 

1 Advogada, acadêmica do 10º Período do Curso de Direito do Centro Universitário Campos de Andrade, Trabalho de Conclusão de Curso apresentado em banca pública no mês de novembro de 2010.
2 Advogado, orientador da acadêmica, mestre pela UEPG e professor do Curso de Direito do Centro Universitário Campos de Andrade.

 

Literatura Citada

ARNS, Paulo Evaristo Cardeal. Ano sacerdotal 2009-2010. Reminiscências e testemunhos. Ed. Paulinas, São Paulo, 2009, 113 p.

Assembléias. “Disponível em <http://www.google.com.br/search> Acesso em 06/09/2010”.

Cânone Bíblico. “Disponível em <http://pt.wikipedia.org/wikiC%C3%A2none> Acesso em 06/09/2010”.

Código de Direito Canônico Anotado. Universidade de Navarra. 2ª ed. Editora Braga, Portugal, Theologica, 1997, 1694 p.

Código dos Cânones das Igrejas Orientais. “Disponível em <http://pt.wikilingue.com> Acesso em 06/09/2010”.

Concílios. “Disponível em <http://www.google.com.br/search> Acesso em 06/09/2010”.

Corpus Iuris Canonici. “Disponível em <http://en.wikipedia.org/wiki/Corpus_Iuris_Canonici> Acesso em em 06/09/2010”.

COZZENS, Donald. Liberar o celibato. Ed. Loyola, São Paulo, 2008, 117 p.

COZZENS, Donald B.. A face mutante do sacerdócio. 2ª ed. Ed. Loyola, São Paulo, 2003, 189 p.

Decretais. LIMA, Marcelo Pereira. Probatum per testes: a noção de público nas decretais pontifícias sobre o matrimônio no início do século XIII. Revista Videtur 31. Porto: Editora Mandruvá, 2005. ISSN 1516-5450. Disponível em <http://www.abrem.org.br/copiar.php?arquivo=Probatum.pdf>, em 06/09/2010, às 17h00min)

DOUGHERTY, Eduardo. Vida cristocêntrica. Artigo da Revista Brasil Cristão. Revista mensal da Associação do Senhor Bom Jesus, Ano 13, Nº 115, Junho 2010. www. asj.org.br. p. 05.

Estatuto. “Disponível em <pt.wikipedia.org/wiki/Estatuto> Acesso em 06/09/2010”.

Idade Média. “Disponível em <http://pt.wikipedia.org/wiki/Idade_Média> Acesso em 29/07/2010”.

HORTAL, Jesús (Tradução e organização). O Código de direito canônico e o ecumenismo. Implicações ecumênicas da atual legislação canônica. Coleção Igreja e Direito - 7. 2ª ed. Ed. Loyola, São Paulo, 2003, 118 p.

GRUSZYNSKI, Alexandre Henrique. Direito eclesiástico. Ed. Síntese, Porto Alegre, 1999, 188 p.

LIMA, Maurílio Cesar de. Introdução à história do direito canônico. Coleção Igreja e Direito. 2ª ed. Ed. Loyola, 2004, 358 p.

LOURENÇO, Luiz Gonzaga. Direito canônico em perguntas e respostas. 2ª ed. Ed. Universitária Leopoldianum, Universidade Católica de Santos, 2003, e Ed. Loyola, São Paulo, 2010, 589 p.

Monasticismo. “Disponível em <http://pt.wikipedia.org/wiki/Monasticismo> Acesso em 06/09/2010”.

Padre Eduardo Dougherty. “Disponível em <http://pt.wikipedia.org/wiki/Padre_Eduardo_Dougherty> Acesso em 07/09/2010”.

Papa Bento XVI. “Disponível em <http://pt.wikipedia.org/wiki/Papa_Bento_XVI> Acesso em 07/09/2010”.

SAMPEL, Edson Luiz. Questões de direito canônico. Ed. Paulinas, São Paulo, 2010, 124 p.

SURGIK, Aloísio. Compêndio de direito processual canônico. Ed. Livro é Cultura, Curitiba, 1988, 77 p.