Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Multiculturalismo: Multiplas Culturas na Sala de Aula

DOI: http://dx.doi.org/10.18835/1806-6771/juridica.uniandrade.n25v2p1372-1395

http://www.uniandrade.br/revistauniandrade/index.php/juridica/index 

downloadpdf

Maria C. M. de Oliveira1, Victor H. Baluta2, Janaína A. Andrade3 & Jeovana A. Andrade4

 

Resumo: A pesquisa objetiva analisar como o Multiculturalismo influencia e contribui para a Educação, tendo em vista a importância da aceitação de pessoas de ambientes culturais diversos, considerando a nossa convivência em uma sociedade preconceituosa e hierárquica, em seus modos de pensar e agir. Movimentos sociais e mídia promovem liberdades e, ao mesmo tempo, apontam diferenças e falta de fronteiras nos relacionamentos sociais. Neste século XXI, a globalização aproxima indivíduos, através dos processos de interdependência das economias, embora não propicie a aproximação e a aceitação social entre todos. As manifestações preconceituosas e de exclusão, na contemporaneidade, estão implícitas na incapacidade de romper com as desigualdades econômicas e com as relações de exploração próprias da sociedade capitalista atual, que impõem distância entre os cidadãos a partir de suas vulnerabilidades financeiras ou não. Acredita-se ser necessário desmistificar a existência de “padrões certos” ou “errados”, ser “eclético” ou “na moda”, conforme a mídia atual, bem como eliminar o pré-conceito, o egoísmo e as desigualdades sociais e econômicas, que atingem o ser humano independente de cor ou etnia. Ao longo das gerações desenvolveu-se um conceito que classifica o Brasil como “país do multiculturalismo”, embora se perceba que a educação de crianças e jovens descuida-se da ética ‘de ser e estar no mundo’, reproduzindo desigualdades e problemas no sistema de educação, uma vez que não basta conviver com a diferença, mas, sim, aprender a respeitar as diferenças culturais.

Palavras-chave: Multiculturalismo, Educação Multicultural, Cultura.

 

Abstract: This article aims to study the development of “Projeto Nossas Meninas”, implemented by the Municipal Social Walfare of Campo Largo-PR, facing service for girl from 6 to 12 years old, in socially vulnerable situations, considering others aspects, such as familiar and economic matters. The Social Service aims to protect the girls and stimulate living together and strengthening links between them and society in general. The methodology had steps of development of “case study”, in which the “Projeto” is the main focus, considering the facts involved and the information obtained in bibliographic material and books of basic orientation to social work, National typifying of Social Assistance and Technical Orientation about Coexistence Service and Strengthening Links for children from 6 to 12 years old, that grounded the article. The field research had an experience report, observations, questionnaire and interviews, to know and understand the assistance and pedagogic work developed in the space designed to serve the girls.

Key words: Projeto Nossas Meninas. Social vulnerability. Social assistance. Social inequality.

 

1 Doutora em Educação/FEUSP, Mestre em História do Brasil/UFPR. Professora, pesquisadora e coordenadora do Grupo de Pesquisa dos Cursos de Pedagogia e Direito, da Faculdade Cenecista de Campo Largo/FACECLA, Paraná. Líder do Grupo de Pesquisa Direito e Educação do Centro Universitário Campos de Andrade/UNIANDRADE.
2 Bacharel em Direito, pela Faculdade Cenecista de Campo Largo (FACECLA), Advogado, Especialista em Direito Educacional, e-mail victor_baluta@yahoo.com.br.
3 Acadêmica do Curso de Pedagogia.
4 Acadêmica do Curso de Pedagogia.

 

Literatura Citada

CANDAU, Vera M. (Org). Interculturalidade e educação na América Latina. Revista Novamerica, Rio de Janeiro, n. 77, p. 38-43, 1998.

CANDAU, Vera M. Multiculturalismo e Educação: sociedade, educação e cultura(s). Rio de Janeiro: DP&A, 2002.

CANDAU, Vera M. Pluralismo cultural, cotidiano escolar e formação de Professores. Magis-tério: construção cotidiana. Petrópolis: Vozes, 1997.

CANEN, Ana e CANEN, Alberto G. Rompendo fronteiras curriculares: o multiculturalismo na educação e outros campos do saber. Currículo sem Fronteiras, v.5, n.2, p.40-49, jul/dez 2005.

CANEN, A., MOREIRA, A. F. B. Reflexões sobre o multiculturalismo na escola e na formação docente. In: ______, (Orgs.). Ênfases e omissões no currículo. São Paulo: Papirus, 2001. p. 15-43.

CANEN, Ana. O multiculturalismo e seus dilemas: implicações na educação. Comunicação e Política, v.25, n. 2, p. 91-107, 2007.

CANEN, Ana; MOREIRA, A. F. B. (Orgs). Ênfases e Omissões no Currículo. Campinas/ SP: Papirus, 2001. Educação em Destaque. Juiz de Fora, v. 2, n. 1, p. 12-26, 1. sem. 2009.

CANTU, Ivone B.; DAMSCHI, Maria da G.; TONNIAZO, Neoremi de A. Multiculturalismo e processos educacionais no ensino superior. Publicação da Faculdade Ampère, FAMPER. Disponível em: famper.com.br/download/ ivone.pdf . Acesso em: 02/03/2016.

CARBONELL, J. A diversidade na educação. Pátio Revista Pedagógica, 2002, a. v, n. 20, fev/abr, 16-53p.

CUCHE, Denys. A noção de cultura em Ciências Sociais. Bauru: EDUSC, 1999.

CARDOSO, Miriam Limoeiro. Sobre as relações sociais capitalistas. In: LIMA, Júlio César França (org). Fundamentos da Educação Escolar do Brasil contemporâneo. Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ, 2006.

DECLARAÇÃO UNIVERSAL SOBRE A DIVERSIDADE CULTURAL, Unesco, 2002. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/images/0012/001271/127160por.pdf. Acesso em: 20/02/2016.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários para a prática educativa. 2. ed. Rio de janeiro: Paz e Terra, 1997.

GADOTTI, Moacyr. A diversidade na educação. Pátio Revista Pedagógica, 2002, a. v, n. 20, fev/abr, 16-53 p.

GANDIN, Danilo. A prática do planejamento participativo: na educação e em outras instituições, grupos e movimentos dos campos, cultural, social, político, religioso e governamental. 14. ed. Petrópolis: Vozes, 2007.

GANDIN, Danilo. Escola e transformação Social. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 1997

GONÇALVES, Luis A. O.; GONÇALVES E SILVA, Petronilha B. O jogo das diferenças: o multiculturalismo e seus contextos. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução: Tomaz Tadeu da Silva e Guacira Lopes Louro. 11. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2006. (9.ed., 2003)

MCLAREN, P. Multiculturalismo crítico. São Paulo: Cortez, 2000.

MCLAREN, P. Multiculturalismo revolucionário: pedagogia do dissenso para o novo milênio. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

MOLL, Jorge et al. Os correlatos neurais da sensibilidade moral: a functional magnetic ressonância da investigação de base e emoções morais. Pennsylvania State University College of Medicine/Carlos Chagas Filho, Instituto de Biofísica Federal, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brasil. The Journal of Neuroscience, v. 22, n. 7, abr. 1, 2002.

MOREIRA, A.F.B. A recente produção científica sobre currículo e multiculturalismo no Brasil (1995-2000): avanços, desafios e tensões. Revista Brasileira de Educação, 2001a, n. 18, p. 65-81.

MOTA, K.M.S. Incluindo as diferenças, resgatando o coletivo – novas perspectivas multiculturais no ensino de línguas estrangeiras. In: MOTA, K. e SHEYERL, D. Recortes interculturais na sala de aula de línguas estrangeiras. Salvador: EDUFBA, 2004. p. 35-60.

NOGUEIRA, N. R. Pedagogia dos Projetos: uma jornada interdisciplinar rumo ao desenvolvimento das múltiplas inteligências. São Paulo: Érica, 2001.

PEREIRA, A. et al. Formação docente e multiculturalismo: um estudo com alunos dos Cursos de Mestrado e Doutorado em Educação da UFU. Revista História e Diversidade, v.2, n. 1, p. 187-202, 2013. ISSN: 2237-6569.

SILVA, Maria José A. da S.; BRANDIM, Maria R. L. Multiculturalismo e educação: em defesa da diversidade cultural. Revista Diversa, a.1, n. 1, p. 51-66, jan./jun. 2008.

SILVA ,Tomaz T. da. A produção social da identidade e da diferença. 2003. Disponível em: http://www.diversidadeducainfantil.org.br/PDF/A%20produ%C3%A7%C3%A3o%20social%20da%20identidade%20e%20da%20diferen%C3%A7a%20-%20Tomaz%20Tadeu%20da%20Silva.pdf . Acesso em: 22/02/2016.

TRINDADE, A. L. da (Org). Multiculturalismo: as mil e uma faces da escola. 2. ed. Rio de Janeiro: DP&A, 2000.