Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Efeito do Sistema de Exaustão na Qualidade do Milho Armazenado em Silos Metálicos

DOI: http://dx.doi.org/10.14688/1984-3801.v06n02a12

http://rioverde.ifgoiano.edu.br/periodicos/index.php/gst/index 

downloadpdf

Renan Ullmann1, Osvaldo Resende1, Tarcísio H. Chaves1 & Kelly A. Souza1

 

Resumo: Objetivou-se no presente trabalho avaliar o efeito do sistema de exaustão natural na qualidade do milho armazenado em silos metálicos. O experimento foi realizado em dois silos metálicos com sistema de termometria semelhantes, com e sem o sistema de exaustão de ar Cycloar, onde os grãos de milho ficaram armazenados por um período de 60 dias. O sistema de termometria, que apresenta 61 sensores em cada silo, foi utilizado para registrar as temperaturas da massa de grãos. O manejo do sistema de aeração nos silos foi realizado, baseando-se na temperatura média da massa de grãos superior a 30 °C. Os parâmetros ambientais foram registrados por meio de um sensor termo-higrômetro digital. Para a caracterização da qualidade do produto durante o armazenamento, foram retiradas amostras a cada 15 dias e mensuradas o teor de água, massa específica aparente, condutividade elétrica, porcentagem de germinação e grau de infestação por insetos. O silo com o sistema de exaustão proporcionou uma redução de 59,56% no acionamento do sistema de aeração, acarretando economia de energia, bem como redução de 2 ºC na temperatura média da massa de grãos. Os silos mantiveram ao longo do armazenamento a qualidade dos grãos de milho.

Palavras-chaveZea mays L., exaustores, armazenamento

 

Abstract: We aimed in the present work to evaluate the effect of the system of natural exit in metallic silos stored with corn. The experiment was accomplished in two silos with system of same thermometer, with and without the system of exit of air Cycloar where the corn grains were stored by a period of 60 days. The thermometer system, that had 61 thermometers in each silo, was used to register the temperatures of the mass of grains. The handling of the aeration system in the silos was accomplished basing on the medium temperature of the mass of grains superior to 30 °C. The environmental parameters were registered through a digital term-hygrometer. For the characterization of the quality of the product during the storage, samples were removed every 15 days and measured the moisture content, bulk density, electric conductivity, germination and infestation degree of insects. The silo with the exit system provided a reduction of 59.56% in the operation of the aeration system, carting in economy of energy, as well as in a reduction of 2 ºC in the medium temperature of the mass of grains. The silos maintained the quality of the corn grains along the storage.

Key wordsZea mays L., chimney fan, storage

 

1 Pós-colheita. Instituto Federal Goiano – Câmpus Rio Verde. Rodovia Sul Goiana, km 01, Zona Rural, Caixa Postal 66, Rio Verde (GO). CEP 75.901-970. E-mail: renanullmann@hotmail.com. Autor para correspondência

 

Literatura Citada

ANDRADE, E. T. Simulação da variação de temperatura em milho armazenado em silo metálico. Viçosa, Minas Gerais: Imprensa Universitária, Universidade Federal de Viçosa - UFV, 174p. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola), 2001.

American Society of Agricultural Engineers (ASAE). Moisture measurement - Unground grain and seeds. ASAE, St. Joseph, 2000, 563 p.

BRASIL, Ministério da Agricultura e Reforma Agrária. Secretaria Nacional de defesa Agropecuária. Regras para Análise de Sementes. Brasília, 2009, 398 p.

BROOKER, D.B.; BAKKER-ARKEMA, F.W.; HALL, C.W. Drying and storage of grains and oilseeds. New York: van Nostrand Reinhold, 1992, 450 p.

CASADA, M.E.; ARTHUE, H.F.; AKDOGAN, H. Temperature monitoring and aeration strategies for stored wheat in the central plains. ASAE Paper n. 026116. St. Joseph: ASAE, 2002.

CORRÊA, P. C.; MARTINS, J. H.; CHRIST, D.; MANTOVANI, B. H. M. Curvas de dessorção e calor latente de vaporização para as sementes de milho pipoca (Zea mays L.). Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v.2, n.1, p.75-79, 1998. http://dx.doi.org/10.1590/1807-1929/agriambi.v2n1p75-79

CYCLOAR. Disponível <http://www.cycloar.com.br>. Acesso em: 12 /04/ 2012.

GONG, Z.X.; DEVAHASTIN, S.; MUJUMDAR, A.S.A two-dimensionalfinite element model for kiln-drying of refractory concrete. Drying Technology, 13, p.585-605. 1995. doi

HAGSTRUM, D.W.; REED, C.; KENKEL, P. Management of stored-wheat insect pest. Integrated Pest Management Review. v.4, p.127-142. 1999. doi

JAYAS, D.S.; White, N.D.G.; Muir, W.E. Stored-grain ecosystems. New York:Marcel Dekker Inc.1995. 756p.

KWIATKOWSKI JUNIOR, J. E. Simulação e Controle do Sistema de Aeração da Massa de Grãos de Soja.Ijuí, RS, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul-UNIJUÍ,232p. Dissertação (Mestrado em Modelagem Matemática), 2011.

LIN, S. S. Efeito do período de armazenamento na lixiviação eletrolítica dos solutos celulares e qualidade fisiológica da semente de milho (Zeamays L.) e feijão (Phaseolus vulgaris L.). Revista Brasileira de Sementes, v.10, n 3. p.59-67, 1988. http://dx.doi.org/10.17801/0101-3122/rbs.v10n3p59-67

MAGAN, N.; ALDRED, D. Post-harvest control strategies: Minimizing mycotoxins in the food chain. International Journal of Food Microbiology, v. 119, n. 01/02, p.131–139, 2007.

MALLET, A. Disponível em: <http://www.agrolink.com.br/colunistas/ColunaDetalhe.aspx?CodColuna=3852>. Acesso em: 06/05/2012.

NAVARRO, S.; CALDERON, M.Aeration of grain in subtropical climates. Rome: FAO, Agricultural ServicesBulletin, n. 52, 119p. 1982.

PALACIN, J. J. F.; LACERDA FILHO, A. F.; CECON, P. R.; MONTES, E. J. M. Determinação das isotermas de determinação das isotermas de Equilíbrio higroscópico de milho (Zea mays L.) nas espigas. Revista Brasileira de Armazenamento, Viçosa, v.31, n.2, p.197 - 205, 2006.

RADUNZ, L. L. R. DIONELLO, R. G.; ELIAS, M. C.; BARBOSA, F. F. Influência do método de armazenamento na qualidade física e biológica de grãos de milho. Revista Brasileira de Armazenamento, v. 31, n. 02, p. 136-143, 2006.

REED, C.; DOYUNGANA, S.; IOERGERB, B.; GETCHELLA, A. Response of storage molds to different initial moisture contents of maize (corn) stored at 25 ºC, and effect on respiration rate and nutrient composition. Journal of Stored Products Research, v. 43, n. 04, p. 443-458, 2007. doi

RIGO, A. D.; RESENDE, O.; OLIVEIRA, D. E. C.; DEVILLA, I. A. Estratégias de controle para o processo de aeração de grãos em protótipos de silos metálicos. Global Science Technology, Rio Verde, v. 5, n. 3, p. 47–55, 2012.

RUPOLLO, G.; GUTKOSKI, L. C.; MARTINS, I. R.; ELIAS, M. C. Efeito da umidade e do período de armazenamento hermético na contaminação natural por fungos e a produção de micotoxinas em grãos de aveia. Ciência e Agrotecnologia, Lavras, v. 30, n. 1, p.118-125, 2006.

SAUER, D. B. Storage of cereal grains and their products. St Paul:American Association of Cereal Chemists, 1992. 615p.

SILVA, J.S.; LACERDA FILHO, A.F.; DEVILLA, I.A. Aeração de grãos armazenados. In: Silva, J.S. Secagem e armazenagem de produtos agrícolas. Viçosa: Editora Aprenda Fácil, p.261–277, 2000.

TORRES, S. B.; MEDEIROS, M. A.; TOSTA, M. S.; COSTA, G. M. M. Teste de condutividade elétrica em sementes de gergelim. Revista Brasileira de Sementes, v.31, n.3, p.70-77, 2009. doi

VIEIRA, R.D.; KRZYZANOWSKI, F.C. Teste de condutividade elétrica. In: KRZYZANOWSKI, F.C.; VIEIRA, R.D.; FRANÇA NETO, J.B. (Eds.). Vigor de sementes: conceitos e testes. Londrina, PR: ABRATES, 1999. Cap. 4, p.1-26.