Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Atributos Biológico e Físico-Hídricos de um Solo Cultivado com Eucalipto Adubado com Cama de Frango em Mineiros-GO

DOI: http://dx.doi.org/10.14688/1984-3801/gst.v8n3p12-20

http://rioverde.ifgoiano.edu.br/periodicos/index.php/gst/index 

downloadpdf

Andrisley J. da Silva1, Victor H. de Oliveira1, Janio G. dos Santos1, Monice D. T. da Silva1, Talles E. B. dos Santos2 & Fernando F. da Cunha3*

 

Resumo: Objetivou-se com a presente pesquisa avaliar os efeitos da adubação orgânica com cama de frango nos atributos biológico e físico-hídricos de um solo ocupado com eucalipto. A pesquisa foi realizada no município de Mineiros-GO em neossolo quartzarênico textura argilosa ocupado com clones de Eucalyptusurograndis GG 100 de seis anos de idade. O experimento foi montado no delineamento inteiramente casualizado, com quatro tratamentos de adubação orgânica (0, 2, 4 e 6 kg planta-1 de cama de frango), uma testemunha (210g planta-1de NPK20-0-20) e três repetições. Os parâmetros avaliados foram: respiração microbiana, densidade do solo, porosidade total e livre. Os dados foram submetidos às análises de variância, teste de média (Dunnett a 5%), regressão (linear e quadrática) e correlação simples. A dose de 5,5 kg planta-1 de cama de frango maximizou a respiração microbiológica do solo cultivado com eucalipto. A adubação química de 210 g planta-1 de NPK proporcionou maior respiração microbiana em relação ao solo não adubado. A dose de 4 kg planta-1 de cama de frango, em relação à adubação química, proporcionou em geral melhor qualidade físico-hídrica ao solo cultivado com eucalipto. A respiração microbiana não se correlacionou com os atributos físico-hídricos do solo cultivado com eucalipto no sudoeste goiano.

Palavras-chave: adubação orgânica, Eucalyptusurograndis, porosidade do solo, respiração microbiana

 

Abstract: The aimed of this research was to evaluate the effects of organic fertilization with poultry litter in the biological and physical-hydricsoil attributes of area occupied by eucalyptus. The survey was conducted in the Mineiros City, Brazil, Sandy soil with Eucalyptus urograndisGG 100, six years old. The experiment was conducted in a completely randomized design with four of organic fertilization treatments (0, 2, 4 and 6 kg plant-1poultry litter), a control (210 g plant-1 of NPK 20-0-20) and three replications. The parameters evaluated were: microbial respiration, soil density, total porosity and aeration porosity. The data were submitted to analysis of variance, average test (5% Dunnett), regression (linear and quadratic) and simple correlation. The dose of 5.5 kg plant-1 poultry litter maximized microbial respiration of soil under eucalyptus. The chemical fertilizer 210 g plant-1NPK provided greater microbial respiration compared to unfertilized soil. The dose of 4 kg plant-1 of poultry litter in relation to chemical fertilizer, provided overall better physical and water quality to the soil under eucalyptus. The microbial respiration didn’t correlate with the physical-hydric properties of soil under eucalyptus in southwest of Goiás State.

Key words: Organic fertilization, Eucalyptus urograndis, soil porosity, microbial respiration

 

1 Faculdades Integradas de Mineiros, Mineiros – GO.
2 Universidade Estadual de Goiás - Campus Ipameri, Ipameri-GO.
3 Departamento de Engenharia Agrícola, Universidade Federal de Viçosa - Campus Viçosa, MG. *E-mail: fernando.cunha@ufvjm.edu.br. Autor para correspondência.

 

Literatura Citada

ALVES, M. C.; SUZUKI, L. G. A. S.; SUZUKI, L. E. A. S. Densidade do solo e infiltração de água como indicadores da qualidade física de um latossolo vermelho distrófico em recuperação. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 31, n. 4, p. 617-625, 2007.

ANDREOLA, F.; COSTA, L. M.; OLSZEVSKI, N. Influência da cobertura vegetal de inverno e da adubação orgânica e, ou, mineral sobre as propriedades físicas de uma terra roxa estruturada. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 24, n. 4, p. 857-865, 2000.

BARROS, N. F.; NEVES, J. C. L.; NOVAIS, R. F. Recomendação de fertilizantes em plantios de eucalipto. In: GONÇALVES, J.L.M.; BENEDETTI, V. (eds.). Nutrição e fertilização florestal. Piracicaba: IPEF, 2005. p. 269-286.

COHEN, J. Statistical power analysis for the behavioral sciences. New Jersey: Lawrence Erlbaum, 1988. 569p.

COLOZZI FILHO, A.; CARDOSO, E. J. B. N. Detecção de fungos micorrízicosarbusculares em raízes de cafeeiro e de crotalária cultivada na entrelinha. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 35, n. 10, p. 20332042, 2000.

EMBRAPA, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Manual de métodos de análise do solo. Rio de Janeiro, 2011. 230p.

EMBRAPA, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Sistema Brasileiro de classificação de Solos. Brasília, 2013. 353p.

FERREIRA, M. M. Caracterização Física do Solo. In: VAN LIER, Q. J. (ed.). Física do Solo. Viçosa: SBCS, 2010. p. 1-27.

JENKINSON, D. S.; POWLSON, D. S. The effects of biocidal treatments on metabolism in soil-I.Fumigation with chloroform. Soil Biology and Biochemistry, Oxford, v. 8, n. 3, p. 167-177, 1976.

KIEHL, E. J. Fertilizantes orgânicos. Piracicaba: Agronômica Ceres, 1985. 492p.

LIRA, A. C. S.; POGGIANI, F.; GONÇALVES, J. L. M. Respiração do solo sob eucalipto e cerradão. Scientia Forestalis, Piracicaba, v. 56, n. 1, p. 15-28, 1999.

MANTOVANI, J. R.; FERREIRA, M. E.; CRUZ, M. C. P.; BARBOSA, J. C. Alterações nos atributos de fertilidade em solo adubado com composto de lixo urbano. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 29, n. 5, p. 817-824, 2005.

MENDONÇA, E. S.; MATOS, E. S. Matéria orgânica do solo: métodos de análises. Viçosa: Editora UFV, 2005. 107p.

NOVAIS, R.; SMYTH, T. J. Fósforo em solo e planta em condições tropicais. Viçosa: Editora UFV, 1999. 339p.

PEÑA, M. L. P.; MARQUES, R.; JAHNEL, M. C.; ANJOS, A. Respiração microbiana como indicador da qualidade do solo em ecossistema florestal. Floresta, Curitiba, v. 35, n. 1, p. 117-127, 2005.

PINTO, A. M.; INOUE, M. T.; NOGUEIRA, A. C. Conservação e vigor de sementes de pau-de-balsa (Ochroma pyramidale). Acta Amazônica, Manaus, v. 34, n. 2, p. 233-236, 2004.

RICHARDS, L. A. Methods of measuring soil moisture tension. Soil Science of American Journal, Baltimore, v. 68, n. 1, p. 95-112, 1949.

ROCHA, G. N.; GONÇALVES, J. L. M.; MOURA, I. M. Mudanças da fertilidade do solo e crescimento de um povoamento de Eucalyptus grandis fertilizado com biossólido. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 28, n. 4, p. 623-39, 2004.

SANTOS, G. A.; CAMARGO, F. A. O. Fundamentos da matéria orgânica do solo: Ecossistemas tropicais e subtropicais. Porto Alegre: Genesis Edições, 1999. 491p.

SEVERINO, L. S.; COSTA, F. X.; BELTRÃO, N. E. M.; LUCENA, M. A.; GUIMARÃES, M. M. B. Mineralização da torta de mamona, esterco bovino e bagaço de cana estimada pela respiração microbiana. Revista de Biologia e Ciências da Terra, João Pessoa, v. 5, n. 1, p. 20-26, 2004.

SANTOS, A. S. Respiração e biomassa microbiana em área de cultivo comercial de Pupunha (Bactris Gasipaes, Kunth) e Palmeira-real (Archontophoenix Alexandrae, Mueller), no litoral paranaense – Brasil. Dissertação apresentada ao Curso de Pós-Graduação em Agronomia, Área de Concentração em Ciência do Solo, Setor de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Paraná, 2003.

SILVA, J. M. Análise espacial de atributos físicos em um latossolocultivado em plantio direto. Engenharia Ambiental, Espírito Santo do Pinhal, v. 10, n. 1, p. 27-38, 2011.

SIMONETE, M. A.; KIEHL, J. C.; ANDRADE, C. A.; TEIXEIRA, C. F. A. Efeito do lodo de esgoto em um Argissolo e no crescimento e nutrição de milho. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 38, n. 10, p. 1187-1195, 2003.