Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Potabilidade da Água em Poço Artesiano na Comunidade Campanha na Cidade de Campo Grande – RN

DOI: http://dx.doi.org/10.14688/1984-3801/gst.v8n3p95-100

http://rioverde.ifgoiano.edu.br/periodicos/index.php/gst/index 

downloadpdf

Maria C. Costa, Patrick S. Soares, Sandra M. Alves*, Luiz D. Souza & Adriana A. Diniz

 

Resumo: O objetivo do trabalho foi estudar os parâmetros de potabilidade nitrato, nitrito, amônia, turbidez e pH em poço subterrâneo que serve de manancial para a comunidade de campanha na cidade de Campo Grande – RN e verificar se os mesmos atendem a legislação quanto aos padrões de qualidade exigidos. As amostras foram coletadas, transportadas e analisadas de acordo com as metodologias padrões. Os resultados obtidos mostraram valores além do permitido na legislação vigente para os níveis de nitrato (11,75 mg/L) e amônia (4,14 mg/L). Assim, fez-se o repasse dos resultados para a população e autoridades responsáveis, visando esclarecê-las quanto à necessidade da utilização segura deste manancial para evitar contato com agentes patogênicos e, possivelmente, doenças, devido ao consumo de água não potável.

Palavras-chave: abastecimento, água, legislação, análise, potabilidade

 

Abstract: The objective was to study the parameters of potability nitrate, nitrite, ammonia, turbidity and pH in underground pit that serves as the source for the Campanha community in the city of Campo Grande / RN and check whether they meet the legislation concerning standards of quality required. The samples were collected, transported and analyzed according to methodology standards. The results showed values other than as permitted by applicable legislation for nitrate levels (11.75 mg / L) and Ammonia (4.14 mg / L). Thus it was made, the transfer of results to the population and authorities in order to clarify them as the need for safe use of this source to avoid contact with pathogens and possibly diseases due to consumption of unsafe water supply, water law, analyze.

Key words: supply, water law, analysis, potability

 

1 Universidade Federal do Mato Grosso – UFMT, Universidade Estadual do Maranhão.*E-mail: ettualy@yahoo.com.au. Autor para correspondência.

 

Literatura Citada

ALABURDA, J.; NISHIHARA, Linda. Presença de compostos de nitrogênio em águas de poços. Revista Saúde Pública, vol.32, n.2, pp. 160-165,1998.

ALBANO, G. P.; SÁ, A J. Políticas públicas e globalização da agricultura no Vale do Açu-RN. Revista de Geografia, Recife, v.25, n.2, 2008.

BRASIL. Fundação Nacional da Saúde Pública. Manual prático de análise de água. 3. ed. Rev. Brasília. Brasília: 2009.

CABRAL, Natalina Maria Tinôco. Teores de nitrato (NO3-) e amônio (NH4+) nas águas do aqüífero Barreiras nos bairros do Reduto, Nazaré e Umarizal - Belém/PA. Química Nova. vol.30, n.8, pp. 1804-1808, 2007.

CAMPOS, J N B. Secas e políticas públicas no semiárido: ideias pensadores e períodos. Estudos Avançados, v.28, n. 82, p.65-88, 2014.

CETESB. Eutrofização e Contaminação por Metais no Reservatório do Guarapiranga – Dados Preliminares. Relatório Técnico CETESB, 1992. 33p.

CUNHA, M. C. Avaliação da concentração de íons nitrato nos poços tubulares que abastecem nova Parnamirim. Holos, v. 6, p. 63-72, 2013.

FERNÍCOLA, N.G.G. De & AZEVEDO, F. A. De Metemoglobinemia e Nitrato Nas águas. Revista Saúde pública, v. 15, p.242-248, 1981.

IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. 2014. <http://cidades.ibge.gov.br/xtras/perfil.php?codmun=24013010. Acesso em: 20 out. 2014.

INSTITUTO TRATA BRASIL. Trata Brasil: saneamento e saúde. Rio de Janeiro: FGV/IBRE; 2014. Disponível em: www3.fgv.br/ibrecps/CPS_infra/texto.pdf. Acessado em setembro de 2015.

MESQUITA, T. P. N; BEZERRA, A. F. M; FERNANDES, L. R. O crescimento urbano desordenado do município de Natal – RN e suas consequências para a contaminação da água, principalmente por nitrato: avaliação legal e de saúde pública.

PORTARIA MS Nº 2914 DE 12/12/2011 (Federal) Data D.O.: 14/12/2011

PHILIPPI JR., A. Saneamento, saúde e ambiente: fundamentos para um desenvolvimento sustentável. São Paulo: Manole, 2005. 850 p.

VALE, B.C.; HAIE, N. Efeitos prejudiciais na saúde humana derivados por ingestão de nitratos na zona vulnerável n. 01 (freguesias: Apúlia, Fão) e na zona não vulnerável. (Freguesias: Fonte Boa, Gandra, Gemeses, Rio Tinto). 2006.