crosscheckdeposited

Desempenho Sazonal da Evapotranspiração de Referência em Aquidauana, MS

DOI: http://dx.doi.org/10.13083/1414-3984.v21n06a03

http://www.seer.ufv.br/seer/index.php/reveng/index 

downloadpdf

Everton R. Rigoni1, Gabriel Q. de Oliveira2, Guilherme A. Biscaro3, Marcos V. B. M. de Queiróz4 & Adriano da S. Lopes5

 

Resumo: O presente estudo teve como objetivo, determinar a evapotranspiração de referência, avaliando-se a precisão dos métodos empíricos Benevides-Lopez, Camargo, FAO-24 Radiação, Hamon, Hargreaves-Samani, Klarrufa, Jesen-Haise, Makkink, Prietley-Taylor e Turc, comparando com o método padrão Penman-Monteith FAO-56, em diferentes épocas do ano em Aquidauana, MS. Este trabalho foi realizado com auxílio dos dados meteorológicos coletados diariamente entre o período de 01 de janeiro de 2008 a 31 dezembro de 2011 na rede de estações do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), situado no município de Aquidauana-MS. Foram avaliados valores diários da estimativa da evapotranspiração de referência (ETo), em mm dia-1, para a época de verão, outono, inverno e primavera, utilizando-se métodos empíricos e o de Penman-Monteith, parametrizado pela FAO, no qual serviu de modelo de comparação. Foram determinados e considerados na avaliação dos métodos a média da ETo, o coeficiente de determinação (r2), correlação (r) e de erro padrão de estimativa (EPE). Para a avaliação da exatidão dos métodos avaliados, foram determinados o índice de concordância (d) e o índice de desempenho (c). Diante da série de dados, conclui-se que os métodos Priestley-Taylor e Radiação Solar atendem satisfatoriamente à estimativa da evapotranspiração de referência em Aquidauana-MS, para todas as épocas do ano.

Palavras-chave: agrometeorologia, Penman-Monteih, região Cerrado-Pantanal, Mato Grosso do Sul

 

Abstract: The aim of this study was to determine the reference evapotranspiration by assessing the accuracy of empirical methods Benevides-Lopez, Camargo, FAO-24 Radiation, Hamon, Hargreaves-Samani, Klarrufa, Jesen-Haise, Makkink, Prietley-Taylor, and Turc, comparing with the Penman-Monteith FAO-56 in different seasons in Aquidauana, Mato Grosso do Sul State, Brazil. This work was done with the collected daily weather data obtained between the period from 01 January 2008 to 31 December 2011 in the network of stations of the Instituto Nacional de Meteorologia (National Institute of Meteorology), located in Aquidauna-MS. Were evaluated daily values of reference evapotranspiration (ETo) in mm day-1 for the summer period, autumn, winter and spring, using empirical methods and Penman-Monteith, parameterized by FAO in which he served as a model for comparison. Were determined and considered in theevaluation of methods the average ETo, the coefficient of determination (r2), correlation (r) and standard error of estimate (SEE). To evaluate the accuracy of the methods evaluated were determined the level of agreement (d), and the performance index (c). Given the number of data, it is concluded that the methods Priestley-Taylor and Solar Radiation cater satisfactorily to estimate reference evapotranspiration in Aquidauna-MS for all seasons.

Key words: agrometeorology, Penman-Monteih, Cerrado Pantanal region, Mato Grosso do Sul State

 

1 Eng. Agrônomo, Mestre em Agronomia, FCA/UFGD, Dourados, MS. e_rigoni@hotmail.com
2 Eng. Agrônomo, Doutorando em Agronomia, FCA/UFGD, Dourados, MS. gabrielqo@hotmail.com
3 Eng. Agrícola, Professor Adjunto, FCA/UFGD, Dourados, MS. guilhermebiscaro@ufgd.edu.br
4 Eng. Agrônomo, Mestrando em Engenharia Agrícola, FCA/UFGD, Dourados, MS. marcosbrag@hotmail.com
5 Eng. Agrônomo Professor Adjunto, UUA/UEMS, Aquidauana, MS. lopes@uems.br

 

Literatura Citada

ALLEN, R.G.; PEREIRA, L.S.; RAES, D.; SMITH, M. Crop evapotranspiration – Guidelines for computing crop water requirements. Roma: FAO, 1998. 300p. (FAO Irrigation and Drainage Paper, 56).

ARAÚJO, W.F.; COSTA, S.A.A.; SANTOS, A.E. Comparação entre métodos de estimativa da evapotranspiração de referência (ETo) para Boa Vista, RR. Caatinga, Mossoró, v.20, n.4, p.84-88, 2007.

BARROS, V.R.; SOUZA, A.P.; FONSECA, D.C.; SILVA, L.B.D. Avaliação da evapotranspiração de referência na Região de Seropédica, Rio de Janeiro, utilizando lisímetro de pesagem e modelos matemáticos. Revista Brasileira de Ciências Agrárias, Recife, v.4, n.2, p.198-203, 2009. doi

BENEVIDES, J.G.; LOPEZ DIAZ, J. Formula para el calculo de la evapotranspiracion potencial adaptada al tropico (15º N - 15º S). Agronomia Tropical, Maracay, v.20, n.5, p.335-345, 1970.

CAMARGO, A.P.; SENTELHAS, P.C. Avaliação do desempenho de diferentes métodos de estimativa da evapotranspiração potencial no Estado de São Paulo, Brasil. Revista Brasileira de Agrometeorologia, Santa Maria, v.5, n.1, p.89-97, 1997.

CONCEIÇÃO, M.A.F.; MANDELLI, F. Comparação entre métodos de estimativa da evapotranspiração de referência em Bento Gonçalves, RS. Revista Brasileira de Agrometeorologia, Santa Maria, v.13, n.2, p.303-307, 2005.

GUEDES FILHO, D.H.; SANTOS JÚNIOR, J.A.; COSTA FILHO, J.F.; FRANCISCO, P.R.M.; CAMPOS, V.B. Estimativa da evapotranspiração de referência para a cidade de Areia, Paraíba. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada, Fortaleza, v.5, n.1, p.37–47, 2011. doi

HENRIQUE, F.A.N.; DANTAS, R.T. Estimativa da evapotranspiração de referência em Campina Grande, Paraíba. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v.11, n.6, p.594-599, 2007.

JENSEN, M.E.; HAISE, H.R. Estimating evapotranspiration from solar radiation. Journal of Irrigation Drainage Division, ASCE, New York, v.89, n.1, p.15-41, 1963.

KLARRUFA, N.S. Simplified equation for evapotranspiration in arid regions. Beiträgezur Hydrologie, Kirchzarten, Sonderheft, v.5, n.1, p.39-47, 1985.

OLIVEIRA, G.M.; LEITÃO, M.M.V.B.R.; BISPO, R.C.; SANTOS, I.M.S.; ALMEIDA, A.C. Comparação entre métodos de estimativa da evapotranspiração de referência na região Norte da Bahia. Revista Brasileira de Agricultura Irrigada, Fortaleza, v.4, n.2, p.104–109, 2010. doi

PEREIRA, A.R.; VILLA NOVA, N.A.; SEDIYAMA, G.C. Evapo(transpi)ração. Piracicaba: Fealq, 1997, 183p.

PEREIRA, D.R.; YANAGE, S.N.M.; MELLO, C.R.; SILVA, A.M.; SILVA, L.A. Desempenho de métodos de estimativa da evapotranspiração de referência para a região da Serra da Mantiqueira, MG. Ciência Rural, Santa Maria, v.39, n.9, p.2488-2493, 2009. doi

SMITH, M. Report on the expert consultation on procedures for revision of FAO guidelines for prediction of crop water requirements: RomFAO, 1991, 54p.

SOUSA, I.F.; SILVA, V.P.R.; SABINO, F.G.; NETTO, A.O.; SILVA, B.K.N.; AZEVEDO, P.V. Evapotranspiração de referência nos perímetros irrigados do estado de Sergipe. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v.14, n.6, p.633-644. 2010.

SILVA, A.P.N.; SOUZA, L.R. Estimativa de evapotranspiração de referência no Semiárido Pernambucano. Engenharia Ambiental, Espírito Santo do Pinhal, v.8, n.4, p.3-22, 2011.

TAZZO, I.F.; HELDWEIN, A.B.; MALDANER, I.C.; PIVETTA, C.R.; STRECK, L.; RIGHI, E.Z. Evapotranspiração do pimentão em estufa plástica estimada com dados meteorológicos externos, na primavera. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental, Campina Grande, v.16, n.3, p.275-280, 2012.

TURC, L. Estimation of irrigation water requirements, potential evapotranspiration: a simple climatic formula evolved up to date. Annales Agronomique, Paris, v.12, p.13‑49, 1961.

WILLMOT, C.J.; ACKLESON, S.G.; DAVIS, J.J.; FEDDEMA, K.; KLINK, D.R. Statistics for the evaluation and comparison of models. Journal of Geophysical Research, Ottawa, v.90, n.5, p.8995-9005, 1985. doi

ZAVATTINI, J.A. As chuvas e as massas de ar no estado de Mato Grosso do Sul: estudo geográfico com vista à regionalização climática São Paulo: Editora UNESP; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2009. 212. Disponível em: < http://books.scielo.org>. Acesso em: 05 out. 2013.