Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Avaliação dos Níveis de Ruído e Vibração de Um Conjunto Trator-Pulverizador, em Função da Velocidade de Trabalho

DOI: http://dx.doi.org/10.13083/1414-3984.v22n02a02

http://www.seer.ufv.br/seer/index.php/reveng/index 

downloadpdf

Larissa N. dos Santos1, Haroldo C. Fernandes2, Amaury P. de Souza3, Marconi R. Furtado Júnior4 & Remo M. F. Silva5

 

Resumo: Objetivou-se com este trabalho, avaliar os níveis de ruído e vibração de um conjunto mecanizado trator-pulverizador, em função da velocidade de trabalho. O trabalho foi conduzido no Laboratório de Mecanização Agrícola, do Departamento de Engenharia Agrícola da Universidade Federal de Viçosa – MG. Para determinação dos níveis de ruído e vibração transmitida ao corpo inteiro do operador foram utilizados um dosímetro modelo Wed007, fabricado pela 01dB do Brasil e um acelerômetro triaxial modelo Maestro respectivamente. As velocidades de trabalho utilizadas foram de 4,0; 5,0; e 7,0 km h-1. Os resultados obtidos para os níveis de ruído foram 98,2 dB (A) para a velocidade de 4,0 km h-1, 98,1 dB(A) para 5,0 km h-1 e 97,4 dB(A) para 7,0 km h-1. Na análise da vibração os resultados encontrados foram 0,58 (4,0 km h-1); 0,60 (5,0 km h-1); e 0,60 (7,0 km h-1) m s-2. De acordo com os resultados, concluiu-se que todos os níveis de ruído encontrados foram superiores ao estabelecido pela norma NR-15 de 85 dB(A) para uma jornada de trabalho de 8 horas por dia, sendo que o aumento da velocidade culminou na redução dos níveis de ruído. A vibração do trator-pulverizador obteve valores acima dos definidos pelos limiares da Diretiva europeia de 0,5 m s-2 em todas as velocidades avaliadas, também sendo influenciada pela velocidade de deslocamento do conjunto mecanizado.

Palavras-chave: ergonomia, mecanização agrícola, pulverizador de barra

 

Abstract: The objective of this study was to evaluate the noise and vibration levels of a mechanized tractor-sprayer set, in function of the working speed. The work was conducted in the Laboratory of Agricultural Mechanization, Department of Agricultural Engineering, Universidade Federal de Viçosa - MG. To determine the levels of noise and vibration transmitted to the body of the operator a dosimeter model Wed007 was used, manufactured by 01dB in Brazil and one triaxial accelerometer model Maestro, respectively. The working speeds used were 4.0, 5.0 and 7.0 km h-1. The results obtained for the noise levels were 98.2 dB (A) for the speed of 4.0 km h-1, 98.1 dB (A) for 5.0 km h-1 and 97.4 dB (A) for 7.0 km h-1. In the vibration analysis the results were 0.58 (4.0 km h-1); 0.60 (5.0 km h-1); and 0.60 (7.0 km h-1) m s-2. According to the results it was concluded that all noise levels were superior to the established standard NR-15 of 85 dB (A) for a work shift of 8 hours per day, and increased speed resulted in reduction noise levels. The vibration of the tractor-sprayer showed values above the thresholds set by the European Directive of 0.5 m s-2 at all speeds evaluated, also being influenced by the forward speed of the mechanized set.

Key words: ergonomics, agricultural mechanization, boom sprayer

 

1 Engenheira Florestal, Mestranda em Engenharia Agrícola, UFV/Viçosa–MG, larissa.nunes@ufv.br
2 Engenheiro Agrícola, Professor Associado da UFV/Viçosa–MG, haroldo@ufv.br
3 Engenheiro Florestal, Professor Titular da UFV/Viçosa–MG, amaurysouza@ufv.br
4 Engenheiro Agrônomo, Doutorando em Engenharia Agrícola, UFV/Viçosa–MG
5 Engenheiro Florestal, Mestrando em Engenharia Agrícola, UFV/Viçosa–MG, remo.silva@ufv.br

 

Literatura Citada

ABERGO. Associação Brasileira de Ergonomia. Apresenta o conceito de ergonomia. Disponível em: < http://www.abergo.org.br/internas.php?pg=o_que_e_ergonomia>. Acesso em 04 de mar. 2013.

ALVARENGA, C.B. Avaliação de pulverizadores hidráulicos de barra na região de Uberlândia – MG. 2009. 71f. Dissertação (Mestrado em Agronomia – Fitotecnia) - Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia, 2009.

BAESSO, M.M.; TEIXEIRA M.M.; RODRIGUES JUNIOR, F.A.; MAGNO JUNIOR, R.G.; FERNANDES, H.C. Avaliação do nível de ruído emitido por um conjunto trator-pulverizador com e sem assistência de ar. Engenharia na Agricultura, Viçosa, MG, v.16, n.4, p.400-407, out/dez, 2008.

DIRETIVA 2002/44/CE. Relativa às prescrições mínimas de segurança e saúde respeitantes à exposição dos trabalhadores aos riscos devidos aos agentes físicos (vibrações). Parlamento Europeu e do Conselho, 2002.

ISO 2631-1. “Mechanical vibration and shock – evaluation of human exposure to wholebody vibration – Part I: general requirements”. Switzerland: International Standard, 1997.

LANÇAS, K.P.; TOSIN, R.C.; ARAUJO, J.A.B.; MONTEIRO, L.A.; GUERRA, S.P.S.. Avaliação da Vibração Ocupacional no Corpo Inteiro para Tratores Agrícolas de 55,2 kw e 109,5 kw. CONBEA, Juazeiro, BA/ Petrolina, PE, ago. 2009.

MACHADO, C.C.; SILVA, E.N.; PEREIRA, R.S. O Setor Florestal Brasileiro e a Colheita Florestal. In: Machado, C.C. (Ed.) Colheita florestal. 2ed. Viçosa: UFV, 2002, p.15-42.

MTE. - Ministério do Trabalho e Emprego. Atividades e operações insalubres: NR 15. Portaria MTb n.º 3.214, de 08 de junho de 1978. Disponível em: <http://portal.mte.gov.br/data/files/8A7C816A36A27C140136A8089B344C39/NR-15%20(atualizada%202011)%20II.pdf>, Acesso em: 15 de fevereiro de 2013.

ROTH, C.W. Transmissibilidade da vibração e distribuição da pressão na interface assentooperador de tratores agrícolas em condições dinâmicas. 2010. 142 f. Tese (Doutorado em Engenharia Agrícola – Mecanização Agrícola) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2010.

SOEIRO, N.S. Vibrações e o corpo humano: Uma avaliação ocupacional. I Workshop de Vibração e Acústica da Região Norte, Tucuruí, Pará, 2011.

SOUZA, L.H.; VIEIRA, L.B.; FERNANDES, H.C.; LIMA, J.S.S. Níveis de ruído emitidos por uma recolhedora-trilhadora de feijão. Revista Engenharia Agrícola, Viçosa, MG, v.24, n.3, p.745-749, abr./jun., 2004.

ZOPPELLO, G., MONARCA, D., CECCHINI, M. et al. Aziende agricole, il rischio da rumore. Macchine e Motori Agricoli, v.2, n.10, p.9-16, 1995.