Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Discurso da Gramática: Questões de Enunciação e Efeitos de Autoria

DOI: http://dx.doi.org/10.15529/1980-6914/letras.v16n1p25-33

http://editorarevistas.mackenzie.br/index.php/tl/index 

downloadpdf

Diana L. P. de Barros1

 

Resumo: Este estudo faz parte de uma pesquisa maior sobre as gramáticas da língua portuguesa do século XVI aos dias atuais. O projeto geral fundamenta se na teoria e metodologia da Semiótica discursiva francesa. Nesse quadro, as gramáticas são analisadas como discursos e é essa questão teórico metodológica que diferencia este projeto de outras formas de conceber a história das ideias linguísticas. Trataremos, neste artigo, da questão das estratégias enunciativas de pessoa no discurso das gramáticas e dos diferentes efeitos de sentido de autoria que nele produzem.

Palavras-chave: História das gramáticas. Semiótica e discurso da gramática. Enunciação, pessoas do discurso e autoria

 

Abstract: This study is a part of a larger research being carried out on the topic of Portuguese Grammars from the 16th to 21st century. The project finds theoretical and methodological shelter in the scope of French Discursive Semiotics. In this picture, grammatical pieces are analyzed as discourses and it is this theoretical methodological matter that differs this approach to others in the how the history of linguistic ideas is conceived. In this paper, we focus on the strategies of enunciation of person in the discourse of grammars and the different effects of authorship obtained.

Key words: History of grammars. Semiotics and discourse of grammar. Enunciation, persons of discourse and authorship

 

1 Doutora, livre docente e professora titular no Programa de Pós Graduação em Letras da Universidade Presbiteriana Mackenzie (UPM) – São Paulo – SP – Brasil. E mail: dianaluz@mackenzie.br

 

Literatura Citada

AUROUX, S. A revolução tecnológica da gramatização. Campinas: Editora da Unicamp, 1988.

BARROS, D. L. P. de. O discurso da norma na gramática de João de Barros. ALFA, v. 45, p. 11-32, 2001.

BARROS, D. L. P. de. O discurso da norma na gramática de Fernão de Oliveira. Línguas e Instrumentos Linguísticos, n. 7, p. 7-21, 2002a.

BARROS, D. L. P. de. Interação em anúncios publicitários. In: PRETI, D. (Org.). Interação na fala e na escrita. São Paulo: Humanitas, 2002b. p. 17-44.

BARROS, D. L. P. de. O discurso da gramática: imagens da norma e da língua. Linguística, v. 17, p. 95-113, 2005a.

BARROS, D. L. P. de. O discurso da norma nas gramáticas portuguesas do século XVI. Estudios Portugueses, Salamanca, v. 5, p. 11-24, 2005b.

BARROS, D. L. P. de. Efeitos de oralidade no texto escrito. In: PRETI, D. Oralidade em diferentes discursos. São Paulo: Humanitas, 2006. p. 57-84.

BARROS, D. L. P. de. Preconceito e intolerância em gramáticas do português. In: BARROS, D. L. P.; FIORIN, J. L. A fabricação dos sentidos. Estudos em homenagem a Izidoro Blikstein. São Paulo: Paulistana, Humanitas, 2008. p. 339-363.

BARROS, D. L. P. de. Linguagem popular e oralidade: efeitos de sentido nos discursos. In: PRETI, D. (Org.). Oralidade em textos escritos. 1. ed. São Paulo: Humanitas, 2009. v. 10, p. 41-72.

BARROS, D. L. P. de. O discurso da gramática do português. Revista da ABRALIN, n. especial, p. 291 332, 2011a.

BARROS, D. L. P. de B. Efeitos da oralidade em gêneros discursivos diferentes. In: PRETI, D. (Org.). Variações na fala e na escrita. São Paulo: Humanitas, 2011b. p. 209-242.

BARROS, J. de. Grammatica da lingua portuguesa. Lisboa: Lodouicum Rotorigiu[m], Typographum, 1540. (3. ed. 1957).

CUNHA, C. Gramática da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Fundação Nacional do Material Escolar MEC, 1972.

FIORIN, J. L. As astúcias da enunciação. São Paulo: Ática, 1996.

MACIEL, M. de A. Grammatica analytica. Rio de Janeiro: Typ. Central, 1887.

NEVES, M. H. de M. Gramática de usos do português. São Paulo: Editora Unesp, 2000.

OLIVEIRA, F. de. Grammatica da lingoagem portuguesa. Lisboa: Casa d’Germão Galharde, 1536. (3. ed. 1936).

RIBEIRO, J. Grammatica portuguesa. Rio de Janeiro: Livraria Francisco Alves, 1887 (11. ed. 1904; 21. ed. 1930).