Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Avaliação do California Mastitis Test e da Contagem de Células Somáticas para o Diagnóstico da Mastite Subclínica Caprina1

DOI: http://dx.doi.org/10.15528/2176-4158/rcpa.v12n1p102-105

http://www.ojs.ufpi.br/index.php/rcpa 

downloadpdf

Francisco S. F. Alves2, Raymundo R. Pinheiro3, Lauana B. Santiago4, Vanderlan W. S. dos Santos5, Geisa I. F. Esteves6, Carlos J. de Moura7 & David T. de Barros7

 

Resumo: Vários estudos têm confirmado diferenças fisiológicas entre a glândula mamária caprina e a bovina, demonstrando que devem ser realizadas adaptações para caprinos, determinando escores que melhor reflitam o verdadeiro estado sanitário da glândula mamária nesta espécie. O objetivo deste estudo foi correlacionar os resultados do California Mastitis Test (CMT), da contagem de células somáticas (CCS) e do exame bacteriológico do leite de caprinos e comparar com os padrões existentes na literatura. Foram utilizadas 23 fêmeas da raça Saanen pertencentes a Embrapa Caprinos e realizados exame clínico dos animais e teste da caneca telada, sendo que nenhum animal apresentava sintomas de mastite clínica. Posteriormente realizou-se o CMT, a coleta de leite para a contagem de células somáticas e exame microbiológico. Para a análise estatística foi utilizado o programa Assistat 7.5. Não foi observada diferença estatística significativa entre os escores 3+ e 2+ ou entre os escores 1+, traços e 0 do CMT, quando correlacionado com o exame microbiológico. A reação 3+ foi estatisticamente diferente (p<0,01) das reações 1+, traços e 0. Considerando o valor de 1120 x 103 céls/mL como o limite máximo de células no leite caprino, foi demonstrada diferença altamente significativa (p<0,001) entre as amostras microbiologicamente positivas e negativas. Quanto à correlação entre a CCS e o CMT, foi constatada diferença significativa (p<0,05) somente entre os escores 0 e 3+ do CMT.

Palavras-chave: caprinos, glândula mamária, exame microbiológico, leite, testes

 

Abstract: The physiological differences existed between mammary gland of bovine and goat have been confirmed by several researchers nowadays, proving the utilization of indirect testes for diagnosis of mastitis in goats deserves a different interpretation. The aim of this study was to correlate the California Mastitis Test (CMT) scores, the Somatic Cells Count (SCC) and the microbiological exam, comparing with the existent patterns of literature. 23 Saanen goats of Brazilian Agriculture Research Enterprise Embrapa were used, clinical exam accomplished and a wired cup test realized which showed none of the animal with symptom of mastitis. The CMT was realized and samples were collected for SCC and microbiological exam. Statistical analysis was made by Assistat program 7.5. There was no statistical difference between 3+ and 2+ scores or between 1+, line and 0 of CMT, when compared with microbiological exam. Reaction 3+ was statistically different (p<0,01) of the reactions 1+, lines and 0. Considering the value of 1,120 x 103 céls/mL as the maximum limit of cells accepted in the goat milk, difference was demonstrated highly significant (p<0,001) among the samples microbiological positive and negative. In relationship to the correlation between CCS and CMT, significant difference was verified (p<0,05) only among the scores 0 and 3+ of CMT.

Key words: goats, mammary gland, microbiological exam, milk, tests

 

1 Estudo financiado pela Embrapa Caprinos e Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FUNCAP)
2 Médico Veterinário – Pesquisador da Embrapa Caprinos. e-mail: selmo@cnpc.embrapa.br (autor para correspondência)
3 Médico Veterinário – Pesquisador da Embrapa Caprinos e Professor da UVA
4 Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia – UVA/Embrapa Caprinos. Bolsista FUNCAP
5 Graduando em Zootecnia – UVA. Bolsista FUNCAP
6 Graduanda em Medicina Veterinária – UGF
7 Graduando em Medicina Veterinária – UFRPE

 

Literatura Citada

CARTER, G. R.; CLAUS, W.; RIKIHISA, Y. Essencials of veterinary bacteriology and mycology. 3.ed. Philadelphia: Lea & Febiger, 1986. 261 p.

HINCKLEY, L. S. Revision of the somatic cell count standart for goat milk. Dairy, Food and Environmental Sanitation, v. 10, n. 9, p. 548-549, 1990.

ROTA, A. M.; ROJAS, A.; MARTÍN, L.; RODRÍGUEZ, P.; TOVAR, J. J. Uso de la prueba de California para la detección de mamitis en el ganado caprino. Avances en Alimentacion y Mejora Animal, v. 2, n. 34, p. 67-69, 1994.

SILVA, E. R.; ARAÚJO, A. M.; ALVES, F. S. F.; PINHEIRO, R. R.; SAUKAS, T. N. Associação entre o California Mastitis Test e a Contagem de Células Somáticas na avaliação da saúde da glândula mamária caprina. Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science, v. 38, n. 1, 2001. doi

SILVA, E. R.; SAUKAS, T. N.; ALVES, F. S. F.; PINHEIRO, R. R. Contagem de células somáticas e California Mastitis Test no diagnóstico da mastite subclínica caprina. Sobral: Embrapa CNPC, 1996. 26p. (Embrapa-CNPC. Documentos, 30).

SILVA, F. A. S.; AZEVEDO, C. A. V. A new version of the Assistat-Computers in Agriculture, 4, Orlando- FL-USA: Anais… Orlando: American Society of Agricultural Engineers, 2006. p. 393-396.