Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Influência do Intemperismo Acelerado nas Propriedades Colorimétricas da Madeira de Angelim Pedra

DOI: http://dx.doi.org/10.14583/2318-7670.v02n02a02

http://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/nativa/index 

downloadpdf

Ricardo F. Teles1 & Alexandre F. da Costa2

 

Resumo: A fim de reduzir o custo e a duração dos testes em campo de apodrecimento para a avaliação do intemperismo, testes laboratoriais têm sido desenvolvidos para simular o intemperismo e estimar e comparar a durabilidade natural de várias espécies de madeira. Neste contexto, o objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do intemperismo acelerado nas propriedades colorimétricas da madeira de angelim pedra (Hymenolobium petraeum). Trinta amostras foram produzidas e uma câmara climática foi utilizada para a avaliação do intemperismo acelerado. As amostras foram expostas a um ciclo de radiação, umidade e temperatura controlada de acordo com a norma ASTM G 154/2006 e avaliada de acordo com o sistema CIELab em um espectrofotocolorímetro por períodos sucessivos de 24 horas até um total de 240 horas. Observou-se que nas primeiras 24 horas de exposição ocorreu o escurecimento na superfície da madeira, diminuindo a variável luminosidade (L*) com posterior estabilização deste parâmetro. Para as demais variáveis que foram observados um aumento dos pigmentos vermelho (a*) e amarelo (b*) com posterior declínio no valor dessas variáveis. Estes resultados indicam um processo de lixiviação na superfície da madeira, modificando a cor natural da espécie de madeira durante a exposição ao intemperismo acelerado.

Palavras-chave: CIELab, intemperismo, pigmentos colorimétrico, madeira tropical

 

Abstract: In order to reduce cost and the field tests duration for the assessment of weathering, laboratory tests have been developed to simulate weathering and estimate and compare the natural durability of various wood species. In this context, the aim of this study was to evaluate the effect of accelerated weathering on the colorimetric properties of Hymenolobium petraeum wood. Thirty samples were produced and a climatic chamber machine was used for the evaluation of accelerated weathering. The samples exposed to alternating cycles of radiation, humidity and temperature controlled in accordance with ASTM G 154/2006 and evaluated according to the CIELab system in a spectrophotocolorimeter after successive periods of 24 hours until a total of 240 hours in the exposed faces. It was observed that in the first 24 hours of exposure occurred a darkening in the wood surface by decreasing the lightness variable (L*) with stabilization of this parameter. For the others variables that were noticed an increase of red (a*) and yellow (b*) pigments with subsequent decline on the value of these variables. These results indicate a leaching process in the wood surface, modifying the natural color of the wood specie analyzed.

Key words: CIELab, weathering, color pigments, tropical wood

 

1 Coord. de Produção Moveleira, Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Brasília, Brasília, Distrito Federal, Brasil. E-mail: ricardo.teles@ifb.edu.br
2 Departamento de Engenharia Florestal, Universidade de Brasília, Brasília, Distrito Federal, Brasil

 

Literatura Citada

AMERICAN SOCIETY FOR TESTING AND MATERIALS (ASTM). ASTM G 154: Standard practice for operating fluorescent light apparatus for uv exposure of nonmetallic materials. Philadelphia: ASTM, 2006. 4p.

CAMARGOS, J. A. A. Colorimetria aplicada na elaboração de uma tabela de cores para madeiras tropicais. 1999. 95f. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) – Universidade de Brasília, Brasília, 1999.

CAMARGOS, J. A. A.; GONÇALEZ, J. C. A. Colorimetria aplicada como instrumento na elaboração de uma tabela de cores de madeira. Brasil Florestal, Brasília, v. 71, n.4, p.30-41, out./dez. 2001.

COSTA, J. A. et al. Fotodegradação de duas espécies de madeiras tropicais: jatobá (Hymenaea courbaril) e tauari (Couratari oblongifolia) submetidas à radiação ultravioleta. Cerne, Lavras, v.17, n.1, p.133-139, jan./mar. 2011.

EVANS, P. D. et al. Surface checking of CCA-treated Radiata pine decking timber exposed to natural weathering. 2000. In: ANNUAL MEETING OF THE INTERNATIONAL RESEARCH GROUP ON WOOD PRESERVATION, 31., 2000, Kona, Hawaii. Anais… Stockholm: IRGWP, 2000. 12p.

FEIST, W. C.; HON, D. N. S. Chemistry of weathering e protection. In: ROWELL, R. M. The chemistry of solid wood. Washington D.C.: American Chemical Society, 1984. p.401-454. doi

GONÇALEZ, J. C. et al. Efeito da radiação ultravioleta na cor da madeira de freijó (Cordia goeldiana Huber) após receber produtos de acabamentos. Ciência Florestal, Santa Maria, v.20, n.4, p.657-664, out./dez. 2010.

INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVÉIS (IBAMA). Madeiras da Amazônia, Características e utilização. Brasília: IBAMA, 1997. 141p.

INSTITUTO BRASILEIRO DO MEIO AMBIENTE E DOS RECURSOS NATURAIS RENOVÁVÉIS (IBAMA). Madeiras tropicais brasileiras. 2.ed. Brasília: IBAMA, 2002. 152p.

ISHIGURI, F. et al. Extractives relating to heartwood color changes in sugi (Crytomeria japonica) by a combination of smoke-heating and UV radiation exposure. Journal of Wood Science, Tokyo, v.49, n.2, p.135-139, abr. 2003. doi

HON, D. N. S. Weathering and photochemistry of wood. In: HON, D. N. S.; SHIRAISHI, N. Wood and cellulosic chemistry. 2.ed. New York: Marcel Dekker, 2001. 928p.

MARTINS, S. et al. Envelhecimento artificial acelerado por radiação ultravioleta de madeiras de Eucalyptus benthamii e Pinus caribaea var. hondurensis. Floresta, Curitiba, v.41, n.1, p.87-96p, jan./mar. 2011.

MELO, J. E. et al. Classes de densidade para madeiras da Amazônia brasileira. In: CONGRESSO FLORESTAL BRASILEIRO, 6., Campos do Jordão, 1990. Anais... São Paulo: SBS/SBSF, 1990. v.3, p. 695-699.

MOORE, A. K.; OWEN, N. L. Infrared spectroscopic studies of solid wood. Applied Spectroscopy Reviews, v.36, n.1, p.65-86, fev. 2001. doi

NEUMANN, M. G. et al.. A fotoquímica no Brasil. Química Nova, São Paulo, v. 25, supl.1, p.34-38, maio 2002.

PANDEY, K. K. A note on the influence of extractives on the photo-discoloration and photo-degradation of wood. Polymer Degradation and Stability, v.87, n.2, p.375-379, fev. 2005. doi

PASTORE, T. C. M. Estudos do efeito da radiação ultravioleta em madeiras por espectroscopias Raman (FTRaman), de refletância difusa no infravermelho (DRIFT) e no visível (CIE-L*a*b*). 2004. 117f. Tese (Doutorado em Química) – Universidade de Brasília, Brasília, 2004.

SILVA, J. O. et al. Resistência ao intemperismo artificial de cinco madeiras tropicais e de dois produtos de acabamento. Ciência Florestal, Santa Maria, v.17, n.1, p.17-23, jan./mar. 2007.

TOLVAJ, L. Discoloration and deterioration of wood surface by ultraviolet light. In: INTERNATIONAL SYMPOSIUM OF WOOD STRUCTURE AND PROPERTIES, 2., 1994, Zvolen, Slovakia. Anais… Zvole: SWST, 1994.

WILLIAMS, R. S. Weathering of wood. In: ROWELL, R. M. Handbook of wood chemistry and wood composites. Florida: CRC Press, 2005. p.139-185.