Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Associação entre Características Morfológicas e Produtivas na Seleção de Clones de Pennisetum sp.

DOI: http://dx.doi.org/10.15528/2176-4158/rcpa.v12n2p150-153

http://www.ojs.ufpi.br/index.php/rcpa 

downloadpdf

Márcio V. da Cunha2, Mário de A. Lira3, Mércia V. F. dos Santos4, Erinaldo V. de Freitas2, José C. B. Dubeux Jr.4 & Alexandre C. L. de Mello5

 

Resumo: O objetivo deste trabalho foi estudar a associação entre características morfológicas e produtivas em clones de Pennisetum sp. O experimento foi realizado na Estação Experimental do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA), no município de Itambé, Zona da Mata Seca de Pernambuco. Foram avaliadas as correlações canônicas a partir da matriz de correlação genotípicas simples entre características morfológicas e produtivas de oito clones de Pennisetum sp. (Taiwan A-146 2.37, Taiwan A-146 2.27, Taiwan-146 2.114, Merker México MX 6.31, Mott, HV-241, e Elefante B e IRI-381). As correlações canônicas foram significativas a 1% de probabilidade pelo teste do qui- quadrado. O primeiro par de fatores canônicos, com correlação de 1,1379, associou plantas com maior teor de MS a plantas com menores IAF, interceptação luminosa e ângulo foliar. O segundo par de fatores canônicos, com correlação de 1,0400, associou plantas com maior produção de MS a plantas com maior densidade de perfilhos basais, altura, e menor número de folhas verdes por perfilho. Quando o objetivo da seleção for aumentar o teor de matéria seca devem ser selecionados clones de Pennisetum sp. de baixo índice de área foliar, baixa interceptação luminosa e de menor ângulo foliar. Caso o objetivo seja maior produção de matéria seca, plantas mais altas, com menor número de folhas verdes por perfilho e com maior número de perfilhos basais devem ser preferidas.

Palavras-chave: capim-elefante, correlação canônica, milheto, produção de MS, teor de MS

 

Abstract: The objective at this work was study the association between morphological and productive traits in Pennisetum sp. clones. The experiment was carried out at the Experimental Station of the Agronomic Institute of Pernambuco (IPA), in the city of Itambé, Forest Dry Zone of Pernambuco. It was evaluated the canonical correlations from the matrix of simple genotypic correlation between morphological and productive traits of eight Pennisetum sp. clones (Taiwan A-146 2.37, Taiwan A-146 2.27, Taiwan-146 2.114, Merker Mexico MX 6.31, Mott, HV-241, and Elephant B and IRI-381). The canonical correlations were significant at 1% probability by the chi-square test. The first pair of canonical factors, with correlation of 1.1379, was associated plants with higher dry matter content to plants with lower leaf area index, light interception and leaf angle. The second pair of canonical factors, with correlation of 1.0400, it was associated plants with higher dry matter yield to plants with greater basal tillers density and height, and fewer green leaves per tiller. When the goal of the selection is to increase dry matter must be selected clones of Pennisetum sp. with low leaf area index, low light interception and lower leaf angle. If the goal is higher dry matter yield, higher plants, with a smaller number of green leaves per tiller and greater number of basal tillers should be preferred.

Key words: elephant grass, canonical correlation, millet, dry matter yield, dry matter content

 

1 Parte da Tese de Doutorado do primeiro autor, financiada pelo BNB/CNPq/PROMATA
2 Pesquisador do IPA. E-mail: marciovc@msn.com (autor para correspondência)
3 Pesquisador do IPA, professor da UFRPE e Bolsista do CNPq
4 Professor da UFRPE e Bolsista do CNPq
5 Professor da UFRPE

 

Literatura Citada

ABREU, M.A.; VETTER, D.A. Análise de relação entre conjuntos de variáveis na matriz geográfica: correlação Canônica. In: FAISSOL, S. (Ed.) Tendências atuais na geografia urbano/ regional: teorização e quantificação. Rio de Janeiro: IBGE, 1978. p.133-144.

CRUZ, C.D. Princípios de genética quantitativa. Viçosa: UFV, 2005. 349p.

CRUZ, C.D. Programa Genes: Análise multivariada e simulação. Viçosa: UFV, 2006. 175p.

CRUZ, C.D.; REGAZZI, A.J.; CARNEIRO, P.C.S. Modelos biométricos aplicados ao melhoramento genético. Viçosa: UFV, 2004. v.1. 480p.