Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Ascensão e Decadência da Śakti: Paradoxos do Sagrado Feminino entre a Índia Medieval e a Contemporaneidade

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-0985/mandragora.v19n19p125-147

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/MA/index 

downloadpdf

Maria L. A. Gnerre1

 

Resumo: Este artigo propõe-se a lançar um olhar panorâmico sobre questões de gênero em momentos específicos da história indiana, sobretudo no âmbito do tantrismo, a partir do qual se configura um corpo sagrado, altamente relacionado ao feminino. Buscaremos, assim, fornecer subsídios históricos para a compreensão desse cenário paradoxal, de uma cultura que, por um lado, vem preservando como poucas no mundo uma história de culto ao sagrado feminino, e que, na contemporaneidade, tem assistido a fortes conflitos envolvendo a questão do gênero em determinadas regiões. Nossa hipótese é a de que esse conflito seja característico de uma modernidade na qual se constrói uma nova feminilidade, que, por sua vez, escapa tanto dos moldes ancestrais sagrados quanto dos discursivos que vinham sendo chancelados pela própria historiografia.

Palavras-chave: gênero, Índia, corpo, sacralidade, paradoxos

 

Abstract: This article intends to launch a panoramic view on gender issues, at specific moments of Indian history, especially in the context of Tantrism, from which is configured a sacred body, highly related to the female. As well seek to provide subsidies for the historical understanding of this paradoxical scenario, a culture that has been preserving on the one hand as a story few in the world to worship the sacred feminine and, in contemporary times, has witnessed strong conflicts involving the issue of gender certain regions. Our hypothesis is that this conflict is characteristic of modernity in which to build a new femininity, which in turn escapes both the molds ancestral sacred, as the discursive patterns that had been authorized by the historiography itself.

Key words: gender, India, body, sacredness, paradox

 

1 Doutora em História pela Unicamp, e Pós-doutora em Ciências das Religiões pela UFJF. Professora Adjunta do Departamento de Ciências das Religiões da UFPB, Vice-coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ciências das Religiões da UFPB e Líder do Grupo Padma (CNPq/UFPB) de pesquisas em religiões de filosofias da Índia

 

Literatura Citada

BHATT, Govardhan P. (org.). The forceful yoga: being the translation of Haṭhayoga-pradīpikā, Gheraṇḍa Saṃhitā and Śiva Saṃhitā (by SINH, Pancham; VASU, Rai Bahadur Srisa Chandra). Déli, Índia: Motilal Barnasidass, 2009.

BHAGAVADGITA: The song divine. Gorakhpur, Índia: Gita Press, 2007. (With sanskrit text and english translation.)

BIANCHINI, Flávia. O estudo da religião da grande deusa nas escrituras indianas e o Canto I do Devi Gita. 2013. Dissertação. João Pessoa: UFPB, 2013.

BROWN, C. M. The triumph of the Goddess: the canonical model and theological visions of the Devi-Bhagavata Purana. New Delhi: Sri Satguru Publicantions, 1992.

CARVALHO, Matheus Landau de. O sistema varṇa-āśrama (estratificações sócio-ocupacionais e etapas de vida) nas Leis de Manu (Mānava-Dharmaśāstra): aspetos religiosos e sociológicos. 2013. Dissertação. Minas Gerais: Universidade Federal de Juiz de Fora: 2013.

CHAKRAVARTI, Uma; ROY, Kum Kum. In search of our past – a review of the limitations and possibilities of the historiography of women in early India. Review of Women’s Studies, –v. XXIII, n. 18, 30 Apr. 1988.

DANIÉLOU, Alain. Yoga, Kâma. Les corps est un temple. Paris, França: Kailash Editions, 2005.

ELIADE, Mircea. Yoga: imortalidade e liberdade. São Paulo: Palas Athena, 2004.

FERREIRA, Mário; GNERRE, M. L. A.; POSSEBON, Fabrício. Antologia védica. João Pessoa: UFPB, 2011.

FEUERSTEIN, Georg. A tradição do yoga. São Paulo: Pensamento, 2005.

FLOOD, Gavin. The tantric body. The secret tradition of hindu religion. New York, USA: I. B. Tauris & Co. Ltd., 2006.

GHAROTE, M. D. (comentários). Gheraṇḍa Saṃhitā. Lonavla, Índia: Kaivalyadhama S. M. Y. M. Samiti, 1997.

GNERRE, M. L. A. Religiões orientais: uma introdução. João Pessoa: UFPB, 2011.

GULMINI, Lilian. O Yoga Sutra de Patanjali: tradução e análise da obra a luz de seus fundamentos contextuais, intertextuais e linguísticos. 2002. Dissertação (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas). São Paulo: USP, 2002.

GULMINI, Lilian. Râja Yoga e Sâmkhya: investigações sobre a consciência. In: POSSEBON, Fabrício (org.). Cultura indiana: ensaios e reflexões. João Pessoa: UFPB, 2010.

LOUNDO, Dilip. O ritual na tradição védica: abertura, pluralidade e teleologia. In: GNERRE, Maria Lúcia (org.). Cultura oriental: língua, filosofia e crença. João Pessoa: Universidade Federal da Paraíba, 2012. p. 31-56.

MACDONALD, Arthur A. History of vedic mythology. New Delhi: Sanjay Prakashan, 2004.

MACDONELL, Arthur Anthony. A practical Sanskrit dictionary with transliteration, accentuation, and etymological analysis throughout. London: Oxford University Press, 1929.

MALLISON, James. The Gheranda Samhita: the original sanscrit and English translation. Woodstock, NY: YogaVidya.com, 2004.

MARTINS, Roberto de A. Mundaka upanisad. O conhecimento de Brahman e do ātman. Rio de Janeiro: Corifeu, 2008.

MONIER-WILLIAMS. A sanskrit-english dictionary. Oxford, England: Clarendon Press, 1988.

PANDE, Rekha; PADMA, A. Property rights of women in early medieval Andhra. In: NARI, C. M. A. Facets of Indian womanhood. New Delhi: Indian Publishers and Distributors, 2000. v. 11.

PANDE, Rekha. Women’s history. London: Fitzroy Dearborn Publishers, 1999.

Encyclopedia of Historians and Historical Writing.

SAID, Edward. Orientalismo – o Oriente como invenção do Ocidente. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

SCOTT, Joan Wallach. Gênero: uma categoria útil de análise histórica. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 20, n. 2, p. 71-99, jul.-dez. 1995.

SOUTO, Alicia. A essência do Hatha Yoga: Hatha Pradipika, Gheranda Samhita, Goraksha Shataka. São Paulo: Phorte, 2009.

TIWARI, Naresh Prasad. Bhartiya Darshan evam Paschatya Darshan. Nova Déli, Índia: Motilal Banarsidass, 2006.

VASU, Srisa Chandra. The Gheranda Samhita. Nova Déli, Índia: Munshiram Manoharlal Publishers, 1996.

VASU, Srisa Chandra. The Siva samhita. Nova Déli, Índia: Munshiram Manoharlal Publishers, 1996.

WILKINS, W. J. Hindu mythology, vedic and puranic. Calcutá: Thacker, Spink & Co.; London: W. Thacker & Co., 1900. Disponível em: http://www.sacred-texts.com/hin/hmvp/hmvp17.htm.

WILLIAMS, George M. Handbook of Hindu mythology. Santa Barbara, USA: ABC-Clio Press, 2003.

WOODROFFE, Sir John (AVALON, Arthur). Shakti and Shâkta. London: Luza & Co., 1918. Disponível em: http://www.sacred-texts.com/.

ZIMMER, Heinrich. Filosofias da Índia. São Paulo: Palas Athenas, 2003.