Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Aplicação da Termografia Infravermelha para Determinar os Padrões de Temperatura da Bolsa Escrotal de Catetos (Tayassu tajacu Linnaeus, 1758)

DOI: http://dx.doi.org/10.14269/2318-1265/jabb.v2n3p85-89

http://www.jabbnet.com/ 

downloadpdf

Luanda R. Lima1, João B. F. Souza Junior2, Aracely R. F. Ricarte2, Érika A. A. Santos2, Leonardo L. M. Costa2, Moacir F. Oliveira2 & José A. D. Barbosa Filho1

 

Resumo: Os catetos possuem importante função ecológica, participando da cadeia trófica como parte da dieta de grandes felinos. Deste modo, o decréscimo populacional, com possibilidade de extinção local de porcos-do-mato, pode interferir profundamente na biodiversidade local, uma vez que a presença destes animais pode garantir a existência de outras espécies. Diante disso, o objetivo deste estudo foi testar o uso da termografia infravermelha na avaliação da temperatura escrotal do cateto, listando os parâmetros seminais e padrões de termografia do escroto, visando com isso à obtenção de uma técnica rápida e precisa de seleção de reprodutores. Para isso foram utilizados 12 machos adultos, de onde foi possível fazer a coleta de sêmen. Em seguida, foram obtidas a termografia do escroto. No entanto, observou-se através dos dados que não havia nenhuma relação entre os padrões de qualidade do sêmen e a termografia, e que estes animais apresentam padrões termográficos do escroto (31,5 °C) diferentes da maioria dos mamíferos. Contudo, ainda é necessário realizar mais estudos com maior número de animais e utilização de animais com alterações testiculares, a fim de certificar o uso da termografia para a seleção de reprodutores cateto.

Palavras-chave: eletroejaculação, temperatura escrotal, termografia infravermelha

 

Abstract: Collared peccaries possess an important ecological function because they belong to the trophic chain as part of the diet of great felines. Therefore, the populational decrease of collared peccaries, as well as the possibility of their local extinction can interfere on the local biodiversity, since the presence of those animals can assure the existence of other species. So, the aim of this study was to test the use of infrared thermography in the evaluation of the scrotal temperature of collared peccary, listing seminal and scrotal thermography parameters, aiming the achievement of a precise and rapid technique of reproducer selection. To do this, we used 12 adult male to do the semen collection, then data of their scrotal thermography was obtained. However, the data showed that there was observed no relationship between the seminal quality pattern and the thermography. Furthermore, the animals presented a scrotal thermography pattern (31.5 °C) different from other mammalians. Nevertheless, it is still necessary to perform more studies with more animals and also using animals with testicular alteration to certify the use of thermography as a tool of reproducer selection of collared peccary.

Key words: electroejaculation, scrotal temperature, infrared thermography

 

1 Departamento de Engenharia Agrícola, Universidade Federal do Ceará, 60450-760 Fortaleza, Brasil. E-mail: luanda_rego@hotmail.com
2 Departamento de Ciências Animais, Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), Mossoró, RN, Brasil

 

Literatura Citada

Batista JS, Bezerra FSB, Lira R A, Orpinelli SRT, Dias CEV, Oliveira AS (2008) Síndrome do estresse em catetos (Tayassu tajacu) submetidos à captura e contenção em diferentes horários da manhã em Mossoró, RN. Ciência Animal Brasileira, 9:170-176.

Bellantoni E (1991) Habitat use by mule deer and collared peccaries in an urban environment. Tucson, AZ: University of Arizona, 2-33. (Report, 42).

Cioffi MC (2006) Efeito do diabetes mellitus sobre a função testicular do rato Wistar. Dissertação de Mestrado em Medicina Veterinária. Universidade de São Paulo. São Paulo.

Colman D, Brioschi ML, Junior MC, Tambara EM, Barbosa MC, Melo F, Blume LP (2004) Análise macroscópica infra-vermelha da difusão do óxido nitroso via inalatória para a cavidade abdominal, em ratos submetidos a pneumoperitônio. Ver. Bras. Anestesiol. 2:218-228. doi

Fagundes AKF, Moura MRP, Oliveira ECS, Silva JR VA (2011) Colheita de sêmen de gatos domésticos por meio de eletroejaculação... Peculiaridades e desafios.

Fontana CS, Bencke GA, Reis RE (2003) Livro vermelho de fauna ameaçada de extinção no rio grande do sul. Porto Alegre: EDIPUCRS, pp 632.

Gabaldi SH, Wolf A (2002) A importância da termorregulação testicular na qualidade do sêmen em touros. Ciências Agrárias. FEA, adrenalina, 2:66-70.

Kastelic JP, Silva AEDF, Barbosa RT, Machado R (1997) Novos métodos de avaliação da capacidade reprodutiva de touros. In Convenção Nacional da Raça Canchim, 35-45.

Moura DJ, Maia APA, Vercellino RA, Medeiros BBL, Sarubbi J, Griska PR (2011) Uso da termografia infravermelha na análise da termorregulação de cavalo em treinamento. Engenharia Agrícola, 31:23-32. doi

Nääs IA, Romanini CEB, Neves DP (2010) Broiler surface temperature distribution of 42 day old chickens. Scientia Agricola, 67:497-502. doi

Pezzini TG, Sartori R, Silva TASN, McManus C, Mariante AS (2006) Características seminais de touros curraleiros e holandeses submetidos à insulação escrotal. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 41:863-88. doi

Ribeiro HDW, Silva GAP, Brioschi ML, Nascimento AJ, Biondo-Simões MLP, Matias JEF (2009) Termografia infravermelha em tempo real como método de avaliação da viabilidade do baço em modelo de esplenectomia parcial em porcos. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, 36:438-441. doi

Silva RG (2000) Introdução à Bioclimatologia Animal. São Paulo: Nobel.

Souza ALP, Castelo TS, Queiroz JPAF, Barros IO, Paula VV, Oliveira MF, Silva AR (2009) Evaluation of anesthetic protocol for the collection of semen from captive collared peccaries (Tayassu tajacu) by eletroejaculation. Animal Reproduction Science, 116:370–375. doi

Souza Jr JBF, Arruda AMV, Domingos HGT, Costa LLM (2013) Regional differences in the surface temperature of Naked Neck laying hens in a semi-arid environment. International Journal Biometeorology, 57:377-380. doi