Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Estudo de Caso URBAM: Uma Análise das Relações Existentes entre a Estrutura Organizacional e as Rotinas de seu Ambiente Interno

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2177-7284/regs.v4n2p652-677

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/REGS/index 

downloadpdf

Alcione D. R. C. de Lima1, Daisy de Oliveira1, Lilian V. Ferreira1, Neide A. M. Santos1, Priscila A. de Oliveira1 & Lilian C. C. Camargo2

 

Resumo: Neste trabalho, buscou-se examinar as relações entre a parte estrutural da Urbanizadora Municipal S.A. e as rotinas próprias de seu ambiente interno, para verificar se há ligações entre a concepção dessa estrutura e as ações relacionadas à qualidade de vida no trabalho; se há influência dessa mesma estrutura na gestão da folha de pagamento e benefícios, bem como, sobre as relações sindicais. Essa análise foi desenvolvida com base em informações retiradas do site institucional, assim como, em documentos da organização. Os dados do estudo de caso foram coletados por meio de entrevistas com profissionais da área de Recursos Humanos. Os resultados apontaram para uma branda influência da estrutura sobre os demais fatores, notada particularmente sobre a QVT. Identificou-se ainda a insatisfação por parte dos colaboradores com os benefícios oferecidos pela URBAM. Assim também, observou-se que os processos dentro da empresa são pouco formalizados e as relações sindicais pouco expressivas.

Palavras-chave: estrutura organizacional, folha de pagamento e benefícios, qualidade de vida no trabalho, relações sindicais

 

Abstract: In this study, we sought to examine the relationship between the structural part of the Urbanizadora Municipal S.A. and the routines of their internal environment to see if there are connections between the design of this structure and the actions related to quality of life at work; if there is an influence this same structure in the management of payroll and benefits , as well as on union relations. This analysis was developed based on information drawn from the corporate website as well as in documents of the organization. Data from the case study were collected through interviews with professionals in the field of Human Resources. The results showed a mild influence of structure on other factors, particularly noticeable on QWL. Still identified dissatisfaction by employees with the benefits offered by URBAM. Likewise, it was observed that the processes within the company are somewhat formalized and the union relations are weak.

Key words: organizational structure, payroll and benefits, quality of work life, union relations

 

1 Graduandas em tecnologia de gestão de recursos humanos pela Universidade Metodista de São Paulo
2 Mestranda do programa de Administração da Universidade Metodista de São Paulo; Especialista em Gestão de RH e Psicologia Organizacional; Graduada em Administração de Empresas pela ESAN-Escola Superior de Administração de Negócios

 

Literatura Citada

AGUIAR, A. B.; MARTINS, G. A. A teoria faz estruturas organizacionais de Mintzberg e a gestão estratégica de custos: um estudo nas ONGs Paulistas. Revista Eletrônica Scielo. Set/2006. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rcf/v17nspe/v17nspea05.pdf>. Acesso em: 26/4/2013.

ALMEIDA, M. L. A estrutura sindical atual e as reformas. Gestão de Processos de Recursos Humanos e Relações Trabalhistas/Universidade Metodista de São Paulo. Organização de Luciano Venelli Costa. 2. ed. São Bernardo do Campo: Ed. do Autor, 2013. 192 p.

ANTUNES, R. L. C. O que é sindicalismo. 1. ed. São Paulo: Brasiliense, 1980. 82 p.

ANTUNES, R. L. C. O novo sindicalismo. 1. ed. São Paulo: Editora Brasil Urgente, 1991. 150 p.

BORGES, A. A origem e papel dos sindicatos. Módulo do curso centralizado de formação política. Escola Nacional de Formação da CONTAG – ENFOC Brasília. Ago./2006. Disponível em: <http://www.fetraece.org.br/images/Site_6/origemsind.pdf>. Acesso em: 7/3/2013.

CAVASSANI, A. P.; CAVASSANI, E. B.; BIAZIN, C. C. Qualidade de vida no trabalho: fatores que influenciam as organizações. XIII SIMPEP. Nov./2006. Disponível em: <http://www.simpep.feb.unesp.br/anais/anais_13/artigos/784.pdf> Acesso em: 28/2/2013.

CHIAVENATO, I. Gestão de Pessoas: o novo papel de recursos humanos nas organizações. 3. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2008. 579 p.

CHIAVENATO, I. Remuneração, benefícios e relações de trabalho: como reter talentos na organização. 6. ed. Barueri: Manole, 2009. 242 p.

COSTA, M. S.; LIMA, T. O. D.; CANUTO, T. B.; NASCIMENTO, W. Contraposições de aspectos determinantes da relação de trabalho na organização. Moodle Universidade Metodista de São Paulo. 2012. Disponível em: <http://metodistasp.eduead.com.br/eduead/pluginfile.php/173788/mod_resource/content/3/Artigo%20Contraposi%C3%A7%C3%B5es.pdf >. Acesso em: 14/3/2013.

DESSLER, G. Administração de Recursos Humanos. 2. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2003. 330 p.

GATTAI, S. Modelos de gestão históricos e contemporâneos. 2. ed. São Bernardo do Campo: Ed. Do Autor, 2012, 144 p.

GODOY, A. S. Introdução à pesquisa qualitativa e suas possibilidades. Revista de Administração de Empresas (RAE). Mar./abr., 1995. Disponível em: < http://rae.fgv.br/sites/rae.fgv.br/files/artigos/10.1590_S0034-75901995000200008.pdf>. Acesso em: 26/3/2013.

GONÇALVES, G. Resumo prático da folha de pagamento. 4. ed. Curitiba: Juruá Editora, 2008, 150 p.

HALL, R. H. Organizações: estruturas, processos e resultados. 8. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2004. 322 p.

LEITE, A. M. P.; SOARES, T. S.; NOGUEIRA, G. S.; PEÑA, S. V. Perfil e qualidade de vida de trabalhadores de colheita florestal. Revista Árvore. 2012. Disponível em: < http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_pdf&pid=S0100-67622012000100017&lng=en&nrm=iso&tlng=pt>. Acesso em: 28/2/2013.

MICHAELIS: dicionário de Português online. Disponível em: < http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=insalubridade>. Acesso em: 12/3/2013.

OLIVEIRA, P. W. S.; LEONE, R. J. G. Gestão estratégica de benefícios: proposição de um modelo matemático para assistência médica dos funcionários. RAM – Revista de Administração Mackenzie. Out./2007. Disponível em: < http://www.scielo.br/pdf/ram/v9n2/06.pdf>. Acesso em: 11/3/2013.

PALMIERI, P. R.; ASCENCIO, A. S. A elaboração da folha de pagamento. Gestão de Processos de Recursos Humanos e Relações Trabalhistas/Universidade Metodista de São Paulo. Organização de Luciano Venelli Costa. 2. Ed. São Bernardo do Campo: Ed. do Autor, 2013. 192 p.

ROBBINS, S. P.; JUDGE, T. A., SOBRAL, F. Comportamento Organizacional. 14. ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2010, 633 p.

RODRIGUES, A. L.; MACHADO-DA-SILVA, C. L. Tensões entre econômico e social: uma proposta de análise a luz da teoria da estruturação. Revista Eletrônica Scielo. Mar./2008. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/rae/v48n2/v48n2a04.pdf>. Acesso em: 26/3/2013.

Site da Urbanizadora Municipal S.A. – URBAM. Disponível em: <http://urbam.com.br/SiteNovo/Empresa/Urbam.aspx>. Acesso em: 22/2/2013.

Site do Sindicato dos Empregados de Agentes Autônomos do Comércio e em Empresas de Assessoramento, Perícias, Informação e Pesquisas e de Empresas de Serviços Contábeis de São José dos Campos e Região – SEAAC. Disponível em: < http://www.seaacsjc.org.br/>. Acesso em: 12/3/2013.

Site do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários e Anexos do Vale do Paraíba – STTRAVP. Disponível em: < http://www.sttravp.org.br/>. Acesso em: 15/3/2013.