Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Análise Comparativa da Qualidade de Vida e Funcionalidade de Idosos Atendidos em Comunidade, Assistidos ou Não pela Fisioterapia

DOI: http://dx.doi.org/10.15601/2238-1945/pcnb.v3n6p22-30

http://www3.izabelahendrix.edu.br/ojs/index.php/bio/index 

downloadpdf

Rafaella P. Lopes1, Olmo Bruniele2, Lívia S. Ambrósio3 & Joani A. Nogueira4

 

Resumo: A qualidade de vida esta em alta na comunidade cientifica no que se refere a pessoa idosa. A qualidade de vida está intimamente relacionada com o bem-estar e com a autonomia de realizar suas atividades de vida diária, logo a incapacidade funcional gera declínios na sua vida social. A praticidade de atividade física adaptada poderá melhorar as condições físicas e funcionais dos idosos. Esta pesquisa tem como objetivo comparar a qualidade de vida e funcionalidade de idosos atendidos pela fisioterapia em uma comunidade carente do Espírito Santo com os não atendidos. Participaram do estudo 48 idosos de ambos os sexos com idades entre 60 a 90 anos. A amostra foi dividida em dois grupos de 22 idosos assistidos pela fisioterapia através de terapia em grupo e 26 idosos que não sofreram nenhuma intervenção terapêutica. Foi aplicado um questionário elaborado pelas pesquisadoras, o questionário de WHOQOL abreviado e o Barthel ADL Index. . Para analise dos resultados foi aplicado o teste T para dados pareados, correlação de Pearson considerado nível de significância de p <0,005. Dos avaliados a predominância foi do sexo feminino, com média de idade de 70,52 anos (± 0,92). Sobre conhecimento da profissão de fisioterapia em grupo sem atenção (GS), 23,08% não conhecem, 65,38% nunca fizeram fisioterapia e 76,47% relatam não possuir necessidade. O interesse na participação de fisioterapia em grupo preventivamente, 88,46% do GS responderam sim. Houve significância estatística na qualidade de vida do grupo participante da fisioterapia (GF) para domínios físico (p < 0,005), domínio ambiental (p <0,005) e no escore total (p < 0,005). Na correlação dos escores WHOQOL e Barthel (p < 0,005). Concluímos que indivíduos que são assistidos pela fisioterapia possuem melhor qualidade de vida e conseqüente capacidade funcional em relação aos indivíduos não assistidos pela fisioterapia.

Palavras-chave: idoso, capacidade funcional, qualidade de vida

 

1 Estudante do Curso de Graduação em Fisioterapia da Faculdade Novo Milênio - Vila Velha/ES
2 Professora e mestre da disciplina de Geriatria e Gerontologia - Curso de Graduação em Fisioterapia da Faculdade Novo Milênio-Vila Velha/ES. Endereço para correspondência: Av. Sta Leopoldina, 840, Coqueiral de Itaparica – Vila Velha/ES – Tel. (27) 33995555. E-mail: brunieleolmo@hotmail.com
3 Supervisora de estágio Saúde do Idoso da UBS do Divino Espírito Santo – do Curso de Graduação em Fisioterapia da Faculdade Novo Milênio-Vila Velha/ES
4 Professor e mestre da disciplina Fisioterapia Saúde e Sociedade - Curso de Graduação em Fisioterapia da Faculdade Novo Milênio-Vila Velha/ES

 

Literatura Citada

MINAYO, MCS; HARTZ, ZMA; BUSS, PM. Qualidade de vida e saúde: um debate necessário. Ciência & Saúde Coletiva. 5(1): 7-18. 2000. doi

CERQUEIRA, ATAR; OLIVEIRA, NIL. Programa de apoio a cuidadores: uma ação terapêutica e preventiva na atenção à saúde dos idosos. Psicologia USP. 13(1): 133-150. 2002. https://doi.org/10.1590/S0103-65642002000100007

CARVALHO, J; OLIVEIRA, J; MAGALHÃES, J; ASCENSÃO, A; MOTA, J; SOARES, JMC. Força muscular em idosos II: efeito de um programa complementar de treino na força muscular de idosos de ambos os sexos. Revista Portuguesa de Ciência do Desporto. 4(1): 58-65. 2004. https://doi.org/10.5628/rpcd.04.01.58

RAMOS, LR; VERAS, RP; KALACHE, A. Envelhecimento populacional: Uma realidade brasileira. Revista Saúde Pública. 21(3): 211-214. 1987. https://doi.org/10.1590/S0034-89101987000300006

VILAÇA, CM; BARREIROS, DS; GALLI, FA; BORÇARI, IT; ANDRADE, LF; GOULART, MA; CONCEIÇÃO, CL; CARNEIRO, MLM. O autocuidado de cuidadores informais em domicilio – percepção de acadêmicos de enfermagem. Revista eletrônica de enfermagem. Disponível: http://www.fen.ufg.br, 7(2): 221-226. 2005.

PRADO, SD; SAYD, JD. A pesquisa sobre envelhecimento humano no Brasil: grupos e linhas de pesquisa. Ciência & Saúde Coletiva. 9(1): 57-68. 2004. doi

SANTOS, SR; SANTOS, IBC; FERNANDES, MGM; HENRIQUES, MERM. Qualidade de vida do idosos na comunidade: aplicação da Escala de Flanagan. Revista Latino Americana Enfermagem. 10(6): 757-764. 2002. doi

GONZÁLEZ, NM. Symposium de calidad de vida: generalidades, mediciones que la componen. Arch Reumatol. 4(1): 40-42. 1993.

MOR, V; MURPHY, J; MASTERSON-ALLEN, S; WILLEY, C; RAZMPOUR, A; JACKSON, ME; GREER, D; KATZ, S. Risk of functional decline among well elders. Journal Clinic Epidemiologia. 42:895-904. 1989. doi

ROSA, TEC; BENÍCIO, MHD; LATORRE, DO; RAMOS, LR. Fatores determinantes da capacidade funcional entre idosos. Revista Saúde Pública. 37(1): 40-48. 2003. https://doi.org/10.1590/S0034-89102003000100008

DIOGO, MJD. A dinâmica dependência-autonomia em idosos submetidos à amputação de membros inferiores. Revista Latino-americana Enfermagem. 5(1): 59-64. 1997. https://doi.org/10.1590/S0104-11691997000100007

SANTOS, LD; SALMELA, LFT; LELIS, FO; LOBO, MB. Eficácia da atividade física na manutenção do desempenho funcional do idoso: revisão de literatura. Fisioterapia Brasil. 2(3): 169-177. 2001.

MAYOR, A; MAYOR, RU. Adaptação funcional do aparelho respiratório aos efeitos do envelhecimento: aplicabilidade dos exercícios globais de força e resistência. Fisioterapia Brasil. 5(1): 56-60. 2004.

FIATARONE, MA; EVANS, WJ. The etiology and reversibility of muscle dysfunction in the aged. Journal Gerontol. 48:77-83. 1993. doi

VELOZ, MCT; SCHULZE, CMN; CAMARGO, BV. Representações sociais do envelhecimento. Psicol Reflex Crit. 12(2). 1999.

SANTOS, SR; SANTOS, IBC; FERNANDES, MGM; HENRIQUES, MERM. Qualidade de vida do idoso na comunidade: Aplicação da Escala de Flanagan. Revista Latino-americana Enfermagem. 10(6): 757-764. 2002. doi

RAMOS, LR. Fatores determinantes do envelhecimento saudável em idosos residentes em centro urbano: Projeto Epidoso, São Paulo. Caderno de Saúde Pública. 19(3): 793-798. 2003. doi

TRIBESS, S; JUNIOR, JSV. Prescrição de exercícios físicos para idosos. Revista Saúde.com. 1(2): 163-172. 2005

PEREIRA, RJ; COTTA, RMM; FRANCESCHINI, SCC; RIBEIRO, RCL; SAMPAIO, RF; PRIORE, SE; CECON, PR; Contribuição dos domínios físico, social, psicológico e ambiental para a qualidade de vida global de idosos. Revista de Psiquiatria RS. 28(1): 27-38. 2006.

PAULINO, ACS; NUNES, MB. Análise dos resultados da fisioterapia em grupo. Trabalho de conclusão de curso de graduação em Fisioterapia da Faculdade Novo Milênio. 2006.