Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Reabilitação Funcional do Membro Superior no Hemiparético: Relato de Caso

DOI: http://dx.doi.org/10.15601/2238-1945/pcnb.v3n6p41-50

http://www3.izabelahendrix.edu.br/ojs/index.php/bio/index 

downloadpdf

R. P. Lopes1, A. I. Barcelos2, E. S. Santos2, M. C. M. Castro3 & W. A. Rocha4

 

Resumo: O acidente vascular encefálico (AVE) é altamente incapacitante ao indivíduo. A hemiparesia é uma das características mais marcantes, podendo promover perda parcial ou total dos movimentos e prejuízo no desempenho das atividades da vida diária. A estimulação elétrica neuromuscular funcional (FES) pode ser usada no tratamento fornecendo feedback ao movimento funcional do paciente. Nosso objetivo foi avaliar os efeitos da FES, associada à fisioterapia convencional, sobre a recuperação do membro superior (MS) afetado. O estudo foi baseado em relato caso de um paciente, 22 anos portado de AVE, evoluindo com hemiparesia à direita. Todos os testes neurológicos de praxe foram realizados antes e após 32 sessões de fisioterapia somando-se a escala de Daniels, o teste de habilidade motora do membro superior (THMMS) e a escala de desempenho físico de Fulg Meyer. O protocolo de tratamento contou com estímulos sensoriais, proprioceptivos. Todo treinamento para a habilidade funcional foi simultâneo à estimulação elétrica neuromuscular funcional em baixa freqüência. Os resultados foram expressos em números absolutos e percentuais. Após o protocolo proposto, houve 33% de aumento da força muscular, quando comparada à avaliação inicial, para rotadores do ombro (Daniels grau 3 para grau 4) e de 67% (Daniels grau 3 para grau 5) para os demais grupamentos musculares do ombro, antebraço e punho. A movimentação voluntária aumentou em 4% e a sensibilidade em 25%. Houve 41% de melhora da habilidade funcional e 37% na qualidade do movimento (Fulg Meyer com 61 pontos antes vs 64 pontos depois e THMMS com 74 pontos antes vs 125 pontos depois), Também se observou adequação dos reflexos, normalização do tônus muscular. Constatamos que a associação da FES ao protocolo de fisioterapia convencional é efetiva na recuperação funcional do MS do hemiparético.

Palavras-chave: FES, hemiparesia, AVE

 

1 Professora e mestre da disciplina de Geriatria e Gerontologia do curso de graduação em Fisioterapia da Faculdade Novo Milênio Vila Velha/ES Brasil
2 Aluno do Curso de Graduação em Fisioterapia da Faculdade Novo Milênio - Vila Velha/ES
3 Mestre e Professora da disciplina Metodologia Científica do Curso de Graduação em Fisioterapia da Faculdade Novo Milênio – Vila Velha/ES
4 Mestre e Professora da disciplina de recursos fisioterapêuticos do Curso de Graduação em Fisioterapia da Faculdade Novo Milênio – Vila Velha/ES

 

Literatura Citada

CESÁRIO, CMM; PENASSO, P; OLIVEIRA, APR. Impacto da disfunção motora na qualidade de vida em pacientes com Acidente Vascular Encefálico. Revista Neurociências. 14 (1): 006-009, 2006.

BOBATH, B. Exemplo de tratamento – Histórico do Caso de A.B. In: BOBATH, B ed. Hemiplegia no adulto: avaliação e tratamento. 3 ed. São Paulo: Manole. p.18, 2001.

NUNES, LCBG. Efeitos da eletroestimulação neuromuscular no músculo tibial anterior de pacientes hemiparéticos espásticos. Dissertação de mestrado. Capinas, Universidade Estadual de Campinas, Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação. 120 p, 2004.

LANDAU WM, SAHRMANN AS. Preservation of directly stimulated muscle strength in hemiplegia dueto stroke. ARCHNEUROL. 59 (9): 1453-7,2002. doi

SOUZA, SRS; OLIVEIRA, CA; MIZUTA, NA; SANTOS, MH; MOREIRA, AP. Reabilitação Funcional para Membros Superiores pós Acidente Vascular Encefálico. Revista Fisioterapia Brasil, 4(3): 195-199 2003.

SHEPHERD RB. Exercise and Training to Optimize Functional Motor Performance in Stroke: Driving Neural Reorganization Neural Plasticity. 8:1-2, 2001.

MORLIN, ACG; DELATTRE, AM; CACHO, EWA; OBERG; TD; OLIVEIRA, R. Concordância e tradução para o português do Teste de Habilidade Motora do Membro Superior – THMMS. Revista Neurociências. 14(2): 006-009, 2006.

CACHO, EWA; MELO FRLV; OLIVEIRA, R. Avaliação da recuperação motora de pacientes hemiplégicos através do protocolo de desempenho físico Fulg Meyer. Revista Neurociências. 12 (2): 094 – 102, 2004.

PECKHAM PH; KEITH MW; FREEHAFER AA. Restoration of functional control by electrical stimulation in the upper extremity of the quadriplegic patient. Journal of Bone & Joint Surgery American. 70:144-148. 1988. https://doi.org/10.2106/00004623-198870010-00027

BARROSO JVC; RAMOS, JGL; SANCHES, P; MULLER, A. Estimulação elétrica transvaginal no tratamento da incontinência urinária. Revista do Hospital de Clínicas de Porto Alegre e Faculdade de medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. 22 (3): 18 – 21, 2002.

POLESE, JC; TONIAL, A; JUNG, FK; MAZUCO, R; OLIVEIRA, SG; SCHUSTER, RC. Avaliação da funcionalidade de indivíduos acometidos por Acidente Vascular Encefálico.Revista Neurociências 16(3): 175-178, 2008.

VALENTE, SCF; PAULA, EB; ABRANCHES, M; COSTA, V; BORGES, B; CHAMLIAN, TR; MASIERO, D. Resultados da fisioterapia hospitalar na função do membro superior comprometido após acidente vascular encefálico.Revista Neurociências 14 (3): 122-126, 2006.

DINIZ, L; ABRANCHES, MHS. Neuroplasticidade na terapia de restrição e indução do movimento em pacientes com acidente vascular encefálico. Encefálico. Med Reabil, 22(3): 53-5, 2003.

LIMA, AC. Avaliação funcional do membro superior homolateral em indivíduos com acidente vascular encefálico. Dissertação de mestrado, UNB/UNIGRAN, 2007.

RIBEIRO, N. O ambiente terapêutico como agente otimizador na neuroplasticidade em reabilitação de pacientes neurológicos.Diálogos possíveis. Ano 4,n.2, 2005.

TORRIANI, C; MOTA, EPO; KAZURAYAMA, SHP; BURIN, SR; MENGATTI, T; CAMINHO,J; E BASTOS,F; BASTOS,G; CHRIS, J. Relação entre independência e o nível de disfunção motora e funcional em pacientes hemiparéticos. Revista Neurociências. 15 (1): 33-38, 2007.

ECARD, L; SILVA, APS; NETO, MP, CAGY, M; PIEDADE, R; RIBEIRO, P. Alterações na coerência cortical inter-hemisférica produzidas pela estimulação elétrica funcional (FES).Arquivos de Neuropsiquiatria.65(2-a): p. 327-331, 2007. doi

PLAVŠIC, A; DJUROVIC, A; POPOVIC, MB. Tratamento com estimulação elétrica funcional para facilitação da recuperação motora em paciente com acidente cerebrovascular subagudo. Acta Fisiatrica, 15(2): 117 – 121, 2008.