Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

A Implantação do Plano Nacional de Formação de Professores (Parfor) em Uma Universidade Comunitária

DOI: http://dx.doi.org/10.15599/0104-4834/cogeime.v22n42p71-85

https://www.redemetodista.edu.br/revistas/revistas-cogeime/index.php/COGEIME/index 

downloadpdf

Rafael Â. B. Pinto1 & Valdelice B. Ferreira2

 

Resumo: O presente artigo tem por finalidade apresentar um estudo parcial da implementação do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor) em uma universidade comunitária do interior do Estado de São Paulo: a Universidade de Sorocaba (Uniso). O Parfor, que faz parte do Plano de Ações Articuladas (PAR) e da Política Nacional de Formação de Professores da Educação Básica, instituída pelo governo federal por meio do Decreto nº 6.755/2009, é resultado de ações do Ministério da Educação em colaboração com secretarias estaduais e municipais de educação e instituições públicas e comunitárias de educação superior com o objetivo de ministrar cursos superiores de licenciatura e de formação continuada gratuitos e de qualidade a professores em exercício nas escolas públicas sem formação adequada à Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDBEN). Nessa experiência, inovadora para a Universidade, pode-se constatar sua estrita relação com as comunidades local e regional, o compromisso com a educação e os resultados de suas práticas e de seus serviços vinculados ao ensino, à pesquisa e à extensão, voltados para essas comunidades. Os alunos, ao trazerem às aulas suas experiências diárias, exigem dos docentes uma atuação pedagógica diferenciada, proporcionando a oportunidade de valorização da vivência educativa do professor-aluno, trabalhando com os princípios de educação permanente e de professor e escola reflexivos. Nessa perspectiva, espera-se que o trabalho escolar seja mais participativo, sendo seus atores conscientes de seu papel na construção de um ensino e de uma educação de qualidade.

Palavras-chave: Plano Nacional de Formação de Professores (Parfor), universidade comunitária, formação de professores

 

Abstract: The aim of this paper is to present a partial study of the implementation of the National Plan for Teacher Education (Parfor) in a community university located in the countryside of São Paulo: the University of Sorocaba (Uniso). Parfor is part of the Joint Action Plan and the National Policy of Teacher Education for Basic Education established by the Federal Government through Decree N. 6,755/2009, and is the result of actions of the Ministry of Education in collaboration with state and municipal education departments, and community and public institutions of higher education. Its aim is to provide free and quality courses in undergraduate and continued education to teachers working in public schools without adequate education according to the National Education Guidelines and Framework Law (LDBEN). In this groundbreaking experiment for the University, one can see its close relationship with the local and regional communities, the commitment to education and the results of its practices and services related to teaching, research and extension in these communities. By bringing their daily experiences to class, students demand a differentiated pedagogical performance from their teachers, providing the opportunity to value the student-teacher educational relationship and work with the principles of lifelong learning and reflective teachers and schools. In this perspective, schoolwork is expected to be more participatory, its actors being aware of their role in building a quality school and education.

Key words: National Plan for Teacher Education (PARFOR), university, teacher education

 

1 Doutorando em Educação, coordenador geral do Parfor/Uniso e assessor acadêmico e de planejamento da Universidade de Sorocaba. E-mail: rafael.pinto@prof.uniso.br
2 Doutora em Educação, coordenadora do curso de Pedagogia da Uniso e do curso de Pedagogia do Parfor/Uniso. E-mail: valdelice.ferreira@prof.uniso.br

 

Literatura Citada

ALARCÃO, I. (2001). Escola reflexiva e nova racionalidade. Porto Alegre: Artmed, 2001.

ALARCÃO, I. Professores reflexivos em uma escola reflexiva. São Paulo: Cortez, 2003.

BITTAR, M. O ensino superior privado no Brasil e a formação do segmento das universidades comunitárias. Avaliação: rede de avaliação institucional da educação superior, Campinas, SP, v. 6, n. 2, p. 33-42, jun. 2001.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado, 1988.

BRASIL. Ministério da Educação. Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996.

BRASIL. Casa Civil. Lei no 10.172, de 09 de janeiro de 2001. Aprova o Plano Nacional de Educação e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 10 jan. 2001.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Superior. Portaria no 11, de 28 de abril de 2003. Institui Comissão Especial com a finalidade de analisar, oferecer subsídios, fazer recomendações, propor critérios e estratégias para a reformulação dos processos e políticas de avaliação do ensino superior e elaborar a revisão crítica dos seus instrumentos, metodologias e critérios utilizados. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 30 abr. 2003.

BRASIL. Comissão Nacional para a reformulação da educação superior. Uma nova política para a educação superior. Brasília, 1985. Relatório final.

FRANTZ, W.; SILVA, E. W. As funções sociais da universidade: o papel da extensão e a questão das comunitárias. Ijuí: Unijuí, 2002.

FRANTZ, W. O processo de construção de um novo modelo de universidade: a universidade comunitária. In: RISTOFF, D.; SEVEGNANI, P. (Orgs.). Modelos institucionais de educação superior. Brasília: Inep, 2006.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. São Paulo: Cortez, 2006.

IMBERNÓN, F. Formação permanente do professorado: novas tendências. São Paulo: Cortez, 2009.

NÓVOA, A. (Org.). Profissão professor. Porto: Porto Editora, 1999.

UNIVERSIDADE DE SOROCABA. Plano de desenvolvimento institucional: 2010-2014. Uniso: Sorocaba, 2010.

VANNUCCHI, A. A universidade comunitária. São Paulo: Loyola, 2004.