Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

A Leitura Literária na Formação Inicial e Continuada de Professores de Educação Infantil e Séries Iniciais

DOI: http://dx.doi.org/10.15599/0104-4834/cogeime.v22n42p129-147

https://www.redemetodista.edu.br/revistas/revistas-cogeime/index.php/COGEIME/index 

downloadpdf

Andrea S. Mascarello1 & Renata C. O. B. Cunha2

 

Resumo: O texto socializa os resultados de uma pesquisa de iniciação científica interessada em experiências com a leitura literária em contexto de formação no curso de Pedagogia e em práticas de formação continuada dirigidas aos professores de educação infantil e séries iniciais. Com base em consulta ao banco de teses da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), foi possível verificar que as práticas de leitura literária na formação de professores têm sido pouco discutidas na pós-graduação e exigem uma atenção especial de formadores e pesquisadores interessados na temática.

Palavras-chave: formação de professores, leitura, literatura

 

Abstract: This paper shares the results of a survey on the literary reading experiences within the context of education in pedagogy courses and in continued education practices targeted at kindergarten and elementary school teachers. Based on a research on Capes’s thesis database we found that the practices of literary reading in teacher education have been little discussed in graduate school and require special attention from researchers and educators interested in the subject.

Key words: teacher education, reading, literature

 

1 Bolsista de iniciação científica nos períodos 2011-2012 e 2012-2013. Estudante do quinto semestre do curso de licenciatura em Filosofia na Unimep. E-mail: andreamascarello@hotmail.com
2 Doutora em Educação pela Unicamp. Professora do programa de pós-graduação em Educação na Unimep.E-mail: reccunha@unimep.br

 

Literatura Citada

ALMEIDA, A. L. C. O professor-leitor, sua identidade, sua práxis. In: KLEIMAN, A. B. (org.). A formação do professor: perspectivas da linguística aplicada. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2001.

ANDRADE, C. D. O sebo. In: A paixão pelos livros. Rio de Janeiro: Casa da Palavra, 2004.

ANDRÉ, M. E. D. A. A produção acadêmica sobre formação de professores: um estudo comparativo das dissertações e teses defendidas nos anos 1990 e 2000. Revista brasileira de pesquisa sobre formação docente, Belo Horizonte, v. 1, n. 1, p. 41-56, ago./dez. 2009. Disponível em http://formacaodocente.autenticaeditora.com.br. Acesso em: 10 ago. 2012.

BENJAMIN, W. Textos escolhidos. In: Os Pensadores. São Paulo: Abril Cultural, 1975.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Ensino Fundamental. Programa de formação de professores alfabetizadores – guia de orientações metodológicas gerais. Brasília: MEC/SEF, 2001.

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP no 1, de 15 de maio de 2006. Institui as diretrizes curriculares nacionais para o curso de graduação em pedagogia, licenciatura. Disponível em: http://www.portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_06.pdf. Acesso em: 10 ago. 2012.

BUFFA, E.; CANALES, R. P. Extensão: meio de comunicação entre universidade e comunidade. EccoS Revista Científica, São Paulo, v. 9, n. 1, p. 157-169, jan./jun. 2007. Disponível em: http://redalyc.uaemex.mx/redalyc/pdf/715/71590109.pdf. Acesso: 10 ago. 2012.

BURLAMAQUE, F. V. Os primeiros passos na construção de leitores autônomos: a formação do professor. In: TURCHI, M. Z.; SILVA, V. M. T. (orgs.). Leitor formado, leitor em formação: leitura literária em questão. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2006.

CABRAL, G. R. Programa de formação continuada de professores: pró-letramento em ação. 2010. 130 p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Católica de Petrópolis Centro de Teologia e Humanidade.

CADERMATORI, L. O professor e a literatura: para pequenos, médios e grandes. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

CARDOSO, A. O. Da infância à docência: leitura e formação num Grupo de Estudos. 2001. 200 p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas, Campinas.

CHARMEUX, E. Aprender a ler: vencendo o fracasso. São Paulo: Cortez, 1994.

CHRISTOV, L. H. S.. Educação continuada: função essencial do coordenador pedagógico. In: PLACCO, V. M. N. S. O coordenador pedagógico e a educação continuada. São Paulo: Loyola, 2003.

DIONÍSIO, M. L. Literatura, leitura e escola. Uma hipótese de trabalho para a construção de um leitor cosmopolita. In: PAIVA, A., et al. (orgs.). Leituras literárias: discursos transitivos. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

ECO, U. Algumas funções da literatura. In: Sobre a literatura. Rio de Janeiro: Record, 2003.

GUIA GERAL DO PRÓ-LETRAMENTO. Programa de formação continuada de professores das séries iniciais do ensino fundamental. Brasília: Ministério da Educação, 2007.

KRAMER, S. Leitura e escrita como experiência: seu papel na formação de sujeitos sociais. Revista Presença Pedagógica, Belo Horizonte, v. 6, n. 31, p. 17-27, jan./fev. 2000. Disponível em: http://www.presencapedagogica.com.br/capa6/artigos/31.pdf. Acesso em: 20 ago. 2012.

LAJOLO, M. Do mundo da leitura para a leitura do mundo. São Paulo: Ática, 1993.

LIMA, Ariane Gomes. Formação contínua, leitura e literatura no programa de formação de professores alfabetizadores. 2008. 199 p. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo. São Paulo.

LOURENÇO, K. C. Biblioteca escolar: da mediação à prática de leitura. 2010. 297 p. Dissertação (Mestrado em Letras) – Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, RS.

PETIT, M. Os jovens e a leitura: uma nova perspectiva. 2. ed. São Paulo: Editora 34, 2009.

PETIT, M. Lecturas: del espacio íntimo al espacio público. México: FCE, 2001.

QUEIRÓS, B. C. Manifesto por um Brasil literário. Discurso na FLIP, 2009. Disponível em: http://www.brasilliterario.org.br/ManifestoBrasilliterario.pdf. Acesso em: 22 ago. 2012.

RODRIGUES, C. L. F. A leitura na formação básica do pedagogo: reflexão e proposta. 2000. 197 p. 2000. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade Estadual de Campinas. Campinas.

SILVA, E. T. De olhos abertos. Reflexões sobre o desenvolvimento da leitura no Brasil. São Paulo: Ática, 1991.

SILVA, M. G. C. N. A relevância da dimensão estética no ensino: uma experiência de professoras em formação no projeto contação de histórias. 2009. 73 p. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Vale do Rio Sinos. São Leopoldo, RS.

SOARES, M. Leitura e democracia cultural. In: PAIVA, A., et al. (org.). Democratizando a leitura: pesquisas e práticas. Belo Horizonte: Autêntica, 2004.

SOUZA, R. M. Leitores do RODAPALAVRA: representando percursos. 2008. 112 p. Dissertação (Mestrado em Estudos da Linguagem) – Departamento de Ciências Humanas, Universidade do Estado da Bahia. Salvador, BA. YUNES, E. (org). A experiência da leitura. São Paulo: Loyola, 2003.