Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Ciência, Filosofar e Teologia: Nota Introdutória a Dois Textos Clássicos de Josef Pieper

DOI: http://dx.doi.org/10.15599/0104-4834/cogeime.v23n44p65-73

https://www.redemetodista.edu.br/revistas/revistas-cogeime/index.php/COGEIME/index 

downloadpdf

Jean Lauand1

 

Resumo: Josef Pieper, um dos filósofos que melhor discutiram as relações entre ciência, filosofar e teologia, apresenta aqui duas de suas clássicas reflexões: Em “Dois modos de ser crítico” mostra que o crivo de rigor da ciência (nichts durchlassen “não deixar passar nada”) não é o mesmo que o do filosofar e da teologia (nichts auslassen “não deixar de fora nada”). E, em “A Tese de Pascal: Teologia e Física”, analisa o diferente papel da tradição na ciência e na teologia.

Palavras-chave: Josef Pieper, ciência, teologia, Pascal

 

Abstract: Josef Pieper, one of the most outstanding philosophers in discussing relations between Science, Philosophy and Theology, presents two short studies: on the different ways of being critical in Science (nichts durchlassen) and in Philosophy and Theology (nichts auslassen). And “The thesis of Pascal” is on the different role of tradition in Science and Theology.

Key words: Josef Pieper, science, theology, Pascal

 

1 Professor Titular Sênior da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo – FEUSP e dos programas de Mestrado e Doutorado em Educação e Ciências da Religião da Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). jeanlaua@usp.br

 

Literatura Citada

ELIOT, T. S. “Introduction” a Leisure the Basis of Culture. London: Faber & Faber, 1952.

MARITAIN, J. Sobre a Filosofia da História. São Paulo, Herder, 1962.

PIEPER, J. Verteidigungsrede für die Philosophie. München: Kösel, 1966.

PIEPER, J. Was heisst Philosophieren? Vier Vorlesungen. München: Kösel, 8. ed., 1980.