Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Da Docência no Ensino Superior: Condições e Exigências

DOI: http://dx.doi.org/10.15600/2238-121X/comunicacoes.v20n1p43-52

https://www.metodista.br/revistas/revistas-unimep/index.php/comunicacao 

downloadpdf

Antonio J. Severino1

 

Resumo: A docência nas instituições universitárias do Brasil continua marcada por severas limitações, o que a impede de ser mediação mais fecunda dos objetivos intrínsecos de uma formação intelectual e profissional que pudesse atender, de forma mais consistente, as reais necessidades culturais da sociedade brasileira. A presente comunicação discute, de uma perspectiva de cunho filosófico e de modo bem sintético, algumas das causas dessa situação bem como exigências que se põem para a superação das limitações diagnosticadas. Sustenta a ideia de que a fecundidade da pedagogia universitária depende de um alicerce fundado em 3 pilares: o compromisso com a missão emancipadora da educação, o tratamento investigativo no processo ensino-aprendizagem e a competência teórico-prática na fundamentação do conhecimento. Assim, a mudança qualitativa do ensino superior no Brasil demanda a efetiva presença de um projeto educacional, assumido pelas Instituições, que expresse, além do explícito compromisso com a construção da cidadania, o compromisso com a construção do conhecimento, superando-se a mentalidade de que o ensino e a aprendizagem se dão apenas pela transmissão de pacotes, de produtos de conhecimento e adotando-se a convicção de que só se ensina e se aprende, pesquisando, construindo o conhecimento.

Palavras-chave: cidadania, construção do conhecimento, pesquisa, formação humana, projeto educacional

 

Abstract: The teaching in the universities of Brazil remains marked by severe limitations, which prevents it from being more fruitful mediation of intrinsic goals of an intellectual and professional training that could meet, more consistently, the real cultural needs of Brazilian society. This paper discusses, from a philosophical perspective and so well synthetic, some of the causes of this situation and requirements that are set to overcome the limitations diagnosed. Supports the idea that the fruitfulness of university pedagogy depends on a foundation based on three pillars: a commitment to emancipatory mission of education, treatment research in the teaching-learning process and competence in theoretical and practical foundation of knowledge. Thus, the qualitative change in higher education in Brazil demand the effective presence of an educational project, undertaken by the institutions that express, beyond the explicit commitment to building citizenship, commitment to the construction of knowledge, overcoming the mentality of that teaching and learning take place only by packet transmission, product knowledge and adopting the belief that only teach and learn, researching, building knowledge.

Key words: citizenship, construction of knowledge, research, human formation, educational project

 

1 Docente aposentado de Filosofia da Educação na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo. Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Nove de Julho, de São Paulo. ajsev@uol.com.br

 

Literatura Citada

ABREU, M. Célia e MASETTO, Marcos. O professor universitário em aula: prática e princípios teóricos. São Paulo: Autores Associados, 1990.

ALTHUSSER, Louis. Ideologia e aparelhos ideológicos de Estado. Lisboa/São Paulo, Presença/Martins Fontes, s/d.

ANASTASIOU, Léa das G. C. Metodologia de ensino na universidade brasileira: elementos de uma trajetória. In: CASTANHO, S.; CASTANHO, M. Eugênia. (Orgs). Temas e textos em metodologia do ensino superior. Campinas: Papirus, 2001.p. 57-69.

BERBEL, Neusi A. N. Metodologia do ensino superior: realidade e significado. Campinas: Papirus, 1989.

BITTAR, Mariluce, OLIVEIRA, João F. de, MOROSINI, Marília. (Orgs). Educação superior no Brasil- 10 anos pós-LDB. Brasília. INEP, 2008.

CASTANHO, S.; CASTANHO, M.Eugênia. (Orgs). Temas e textos em metodologia do ensino superior. Campinas: Papirus, 2001.

CHIZZOTTI, Antonio. Metodologia do ensino superior: o ensino com pesquisa. In: CASTANHO, S.; CASTANHO, M. Eugênia. (Orgs). Temas e textos em metodologia do ensino superior. Campinas: Papirus, 2001., p. 103-112.

COÊLHO, Ildeu. Universidade e formação de professores. In: GUIMARÃES, Valter S. Formar para o mercado ou para a autonomia? O papel da universidade. Campinas: Papirus, 2006. p. 43-63.

CUNHA, M. Isabel. Ensino com pesquisa: a prática reconstruída do professor universitário. Cadernos de Pesquisa. São Paulo, n. 97, maio de 1996.

GOERGEN, Pedro A crise de identidade da universidade moderna. In: SANTOS FILHO, C e MORAES, s. (Orgs.) Escola e universidade na pós-modernidade. Campinas: Mercado de Letras/Fapesp, 2000.

GRAMSCI, Antonio. Os intelectuais e a organização da cultura. Rio, Civilização, 1968.

MASETTO, Marcos T. (Org.) Docência na Universidade. Campinas: Papirus, 1998.

MASETTO, Marcos T. Atividades pedagógicas no cotidiano da sala de aula universitária: reflexões e sugestões práticas. In. CASTANHO, S.; CASTANHO, M. Eugênia. (Orgs). Temas e textos em metodologia do ensino superior. Campinas: Papirus, 2001., p. 83-102.

MOROSINI, Marilia C. Professor do ensino superior: identidade, docência e formação. Brasilia: INEP, 2000.

PACHANE, Graziela G. Políticas de formação pedagógica do professor universitário: reflexões a partir de uma experiência. Caxambu: Anped, 2004.

PEREIRA, Elisabete M. de A. (Org.) Universidade e educação geral: para além da especialização. Campinas: Alínea, s/d. (Col. Educação em Debate).

PEREIRA, Elisabete M. de A. (Org.) Universidade e currículo: perspectivas de educação geral. Campinas: Mercado de Letras, 2010.

PIMENTA, Selma G. e ANASTASIOU, Lea das G. C. Docência no ensino superior. São Paulo: Cortez, 2002. (Coleção Docência em Formação).

SAVIANI, Dermeval. A nova lei da educação: trajetória, limites e perspectivas. 4ª ed. Campinas-SP: Autores Associados, 1998.

SEVERINO, Antônio J. Educação e humanização: os compromissos ético-políticos de um projeto educacional emancipador. In: HENZ, Celso I,; ROSSATO, Ricardo; BARCELOS, Valdo. Educação humanizadora e os desafios da diversidade. Santa Cruz do Sul: Edunisc, 2009.

SEVERINO, Antônio J. Metodologia do trabalho científico. 23 ed. São Paulo: Cortez, 2007.

SEVERINO, Antônio J. Filosofia na formação universitária. São Paulo: Arte-Livros Editora, 2011.

SEVERINO, Antônio J. Educação, sujeito e história. São Paulo : Olho d´Água, 2001.

SEVERINO, Antônio J. Educação, ideologia e contra-ideologia. São Paulo, EPU, 1986. (Col. Temas Básicos e Educação e Ensino)

TAVARES, José & SANTIAGO, Rui A. (orgs.) Ensino superior: (in)sucesso acadêmico. Porto: Porto Editora, 2000. . (Coleção CIDInE, vol. 13).

TAVARES, José. Formação e inovação no ensino superior. Porto: Porto Editora, 2003. (Coleção CIDInE, vol. 15).

TRINDADE, Hélgio. (Org.) Universidade em ruinas: na república dos professores. Peropolis: Vozes, 1999.

VASCONCELOS, Maria Lúcia M. Carvalho. Contribuindo para a formação de professores universitários: relatos de experiências. In: MASETTO, Marcos (Org.). Docência na Universidade. Campinas, SP: Papirus, 1998. p. 77-94.

VEIGA, Ilma P. A. O cotidiano da aula universitária e as dimensões do projeto político-pedagógico. CASTANHO, S.; CASTANHO, M. Eugênia. (Orgs). Temas e textos em metodologia do ensino superior. Campinas: Papirus, 2001., p. 143-152.