Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

O Papel da Razão na Sociedade: Uma Crítica da Teologia Ontológica de Paul Tillich com Implicações Éticas

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/1677-2644/correlatio.v12n24p99-115

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/COR/index 

downloadpdf

Paulo R. B. Leal1

 

Resumo: O artigo consta de uma análise da crítica do teólogo filósofo teuto-americano Paul Tillich (1886 – 1965) ao conceito de “razão” técnica. Analisando três campos distintos: o uso da razão técnica como via de domínio controlador; ambiguidade existencial e uma reinserção da relação com o outro (alteridade) a partir de uma redescoberta da razão ontológica. Estes três campos, como Tillich os via, estariam inteiramente determinados por uma ética existencial. Este princípio retoma o conceito de “espiritualidade” humana a partir de uma ética cujos princípios ontológicos são expressos nos conceitos de justiça, amor e poder. Uma visão integradora da vida a partir dos elementos ontológicos que a teologia de Paul Tillich tentou retomar na primeira metade do século XX.

Palavras-chave: razão técnica, razão ontológica, ética, Escola de Frankfurt, alteridade, espiritualidade

 

Abstract: The article comprises a critical analysis of the Teutonic-American philosopher theologian Paul Tillich (1886 - 1965) the concept of “reason” technique. Analyzing three distinct fields: the use of technical reason as a means of controlling domain; existential ambiguityand reinsertion of a relationship with the other (alterity) from a rediscovery of theontological ground. These three fields, as Tillich saw them, would be entirely determined by an existential ethic. This principle takes the concept of “spirituality” from a man whose ethical principles are expressed in the ontological concepts of justice, love and power. An integrated view of life from the ontological elements that the theology of Paul Tillich attempted to retake the first half of the twentieth century.

Key words: technical reason, ontological reason, ethics, Frankfurt School, alterity, and spirituality

 

1 O autor é formado em Filosofia (Universidade Federal do Pará) e Teologia, Mestre em Ciências da Religião pela UMESP (Universidade Metodista de São Paulo), vinculado ao grupo de pesquisas Paul Tillich (CNPq) e professor de teologia e filosofia. E-mail: paulorbleal@yahoo.com.br