Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

A Formação do Ser Humano em Correlação com os Mundos em que Vivemos

DOI: http://dx.doi.org/10.15603/2176-1043/el.v16n2p17-41

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/EL/index 

downloadpdf

Rui Josgrilberg1

 

Resumo: Este artigo aborda as contribuições fundamentais da filosofia transcendental, especialmente as de Kant e Husserl, para a compreensão dos processos culturais e educativos. Como “educação” é raramente mencionada por esses dois autores, especialmente por Husserl, alguns intérpretes concluíram equivocadamente que a questão não era importante para eles. Nós buscamos demonstrar que educação e cultura têm para esses filósofos uma significação central quando se trata de humanidade. A subjetividade transcendental, de modo distinto em Kant e Husserl, proporciona a base a priori para a dinâmica formadora que vem da educação e todas as propostas de uma pragmática cultural. Podemos falar de uma pragmática transcendental (Hoyos, Apel, Habermas), por incorporar o sentido transcendental à produção cultural. A educação é vista como um processo transitivo e como tarefa de formação que correlaciona subjetividades e mundos.

Palavras-chave: mundos, tarefa formativa, subjetividade, Kant, Husserl

 

Abstract: This essay considers the essential contribution of the transcendental philosophies of Kant and Husserl for the understanding of educational and cultural processes. Since “education” is not frequently mentioned by these philosophers some authors erroneously assumed that the issue is not relevant for them. We try to demonstrate the opposite. The transcendental subjectivity is to be of service to cultural commitments like science and education. From the transcendental perspective we can demonstrate how education is a vocation at work with different worlds correlated with different subjectivities. Both worlds and subjectivities are not fixed realities but transient processes of being that are to be worked out as a task for all human beings. This entails consequences for education and thus new categories for the educational correlation between world(s) and subjectivities are suggested.

Key words: worlds, educational task, subjectivities, Kant, Husserl 

 

1 Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Metodista de São Paulo