Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Qualidade da Semeadura do Milho em Função do Sistema Dosador de Sementes e Velocidades de Operação

DOI: http://dx.doi.org/10.14688/1984-3801/gst.v7n1p107-114

http://rioverde.ifgoiano.edu.br/periodicos/index.php/gst/index 

downloadpdf

Eduardo L. Bottega1, Danilo H. Rosolem2, Antonio M. Oliveira Neto2, Hugo von L. Piazzetta3 & Naiara Guerra2

 

Resumo: O incremento na produtividade de milho depende, dentre vários fatores, da qualidade de implantação da lavoura no momento da semeadura. Objetivou-se com este estudo comparar o desempenho de sistemas dosadores de sementes (TitaniUM® e disco perfurado horizontal) e velocidades de semeadura (4,0; 7,0 e 9,5 km h-1) na implantação da cultura do milho. O experimento foi conduzido no Sítio Beira Rio, localizado no município de Primeiro de Maio/PR, sendo semeado o híbrido Agroceres 9030 PRO. Foi utilizado o esquema fatorial 3x2, segundo delineamento de blocos ao acaso com cinco repetições. Avaliou-se a distribuição longitudinal de sementes por meio da amostragem de espaçamentos múltiplos, falhos e aceitável e também a velocidade de emergência de plântulas. O aumento da velocidade de deslocamento provocou aumento na incidência de espaçamentos falhos e duplos, independente do dosador de sementes utilizado. O sistema dosador de sementes TitaniUM® mostrou-se superior ao dosador tipo disco perfurado tradicional, sendo as médias de plantas falhas e duplas estatisticamente inferiores.

Palavras-chave: semeadura direta, velocidade de semeadura, Zea mays

 

Abstract: The increase in corn yield depends, among other factors, the quality of the crop estabilishment at the time of sowing. The objective of this study was to compare the performance of seed dispensing systems (Titanium® and perforated horizontal plate) and seeding velocity (4.0, 7.0 and 9.5 km h-1) in the implementation of the corn crop. The experiment was conducted at Beira Rio farm, located in the municipality of Primeiro de Maio, in Paraná state, being seeded hybrid Agroceres 9030 PRO. The 3x2 factorial arrangement was used, according to a randomized block design with five replications. We evaluated the longitudinal seed distribution by sampling flawed, double spacing and acceptable and also the speed of seedling emergence. The increase in travel speed caused an increase in the incidence of defective and double spacing, independently of the seeder used. The feeder Titanium® seed system was superior to the traditional dosimeter drilled, and the averages of plants and double faults were statistically lower.

Key words: no-tillage system, seeding speed, Zea mays

 

1 Universidade Federal de Santa Catarina, Campus Curitibanos - SC. E-mail: eduardo.bottega@ufsc.br
2 Faculdade Integrado de Campo Mourão, Campo Mourão - PR. Endereço: Rodovia BR 158, KM 207, CEP: 87300-970
3 Universidade Federal da Fronteira Sul, Erechim – RS, Brasil

 

Literatura Citada

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. Projeto de norma 04: 015. 06-007: semeadora - semeadora-adubadora - ensaios de campo - método de ensaio. São Paulo, 1995. 12 p.

CANOVA, R.; SILVA, R. P.; FURLANI, C. E. A.; CORTEZ, J. W. Distribuição de sementes por uma semeadora-adubadora em função de alterações no mecanismo dosador e de diferentes velocidades de deslocamento. Engenharia na Agricultura, v.15, n.3, 299-306, jul./set., 2007.

CONAB. Companhia Nacional de Abastecimento. Acompanhamento da Safra Brasileira de Grãos 2012/13 – Nono Levantamento – Junho/2013. Companhia Nacional de Abastecimento. – Brasília: Conab, 2013. 21 p.

CORTEZ, J.W.; FURLANI, C.E.A.; SILVA, R.P. Semeadoras de precisão. Cultivar máquinas, n.56, p.16-19, setembro 2006.

DIAS, V. O. D.; ALONÇO, A. S.; BAUMHARDT, U. B.; BONOTTO, G. J. Distribuição de sementes de milho e soja em função da velocidade e densidade de semeadura. Ciência Rural, v.39, n.6, p.1721-1728, 2009. doi

EMBRAPA. Centro Nacional de Pesquisas de Solos (Rio de Janeiro, RJ). Sistema brasileiro de classificação de solos. 2. ed. Brasília: Embrapa Produção da Informação; Rio de Janeiro: Embrapa Solos, 2006, p.196.

GARCIA, R. F.; VALE, W. G.; OLIVEIRA, M. T. R.; PEREIRA, E. M.; AMIM, R. T.; BRAGA, T. C. Influência da velocidade de deslocamento no desempenho de uma semeadora-adubadora de precisão no Norte Fluminense. Acta Scientiarum Agronomy, v.33, n.3, p. 417-422, 2011. doi

GARCIA, L. C.; JASPER, R.; JASPER, M.; FORNARI, A. J.; BLUM, J. Influência da Velocidade de deslocamento na Semeadura do Milho. Engenharia Agrícola, v.26, n.2, p.520-527, 2006. doi

IAPAR. INSTITUTO AGRONÔMICO DO PARANÁ. Cartas climáticas do Paraná. 2000. Disponível em: <http://www.iapar.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=59>. Acesso em: 10 mar. 2013.

IAPAR. INTITUTO AGRONÔMICO DO PARANÁ. Zoneamento agrícola para cultura do milho. 2012. Disponível em: <http://www.iapar.br/modules/conteudo/conteudo.php?conteudo=1089>. Acesso em: 10 mar. 2013.

LIU, W.; TOLLENAAR, M.; STEWART, G.; DEEN, W. Impact of planter type, planting speed, and tillage on stand uniformity and yield of corn. Agronomy Journal, n.96, p.1668–1672, 2004. doi

MAHL, D.; GAMERO, C. A.; BENEZ, S. H.; FURLANI, C. E. A.; SILVA, A. R. B. Demanda energética e eficiência da distribuição de sementes de milho sob variação de velocidade e condição de solo. Engenharia Agrícola, v.24, n.1, p.150-157, jan./abr. 2004. doi

MAGUIRE, J. D. Speed of germination-aind in selection and evaluation for seedling emergence and vigor. Crop Science, v.2, n.2, p.176-177, 1962. doi

MELLO, L. M. M.; SILVA, R. P.; LOPES, A.; FURLANI, C. E. A.; BORSATTO, E. A. Distribuição de sementes e produtividade de grãos da cultura do milho em função da velocidade de semeadura e tipos de dosadores. Engenharia Agrícola, v.23, n.3, p.563-567, 2003.

MELLO, A. J. R.; FURLANI, C. E. A.; SILVA, R. P.; LOPES, A.; BORSATTO, E. A. Produtividade de híbridos de milho em função da velocidade de semeadura. Engenharia Agrícola, v.27, n.2, p. 479-486, 2007. doi

PINHEIRO NETO, R.; LUCCA E BRACCINI, A.; SCAPIM, C. A.; BORTOLOTTO, V. C.; PINHEIRO, A. C. Desempenho de mecanismos dosadores de sementes em diferentes velocidades e condições de cobertura do solo. Acta Scientiarum Agronomy, v.30, p. 611-617, 2008. http://dx.doi.org/10.4025/actasciagron.v30i5.5960

SILVA, M. C.; GAMERO, C. A. Qualidade da operação de semeadura de uma semeadora-adubadora de plantio direto em função do tipo de martelete e velocidade de deslocamento. Revista Energia na Agricultura, v.25, n.1, p.85-102, 2010. http://dx.doi.org/10.17224/EnergAgric.2010v25n1p85-102

VALE, W. G.; GARCIA, R. F.; CORRÊA JÚNIOR, D.; GRAVINA, G. A.; KLAVER, P. P. C.; VASCONCELOS JÚNIOR, J. F. S. Influência da velocidade de deslocamento no desempenho de uma semeadora-adubadora direta. Global Science and Technology, v.03, n. 03, 2010, p. 67– 74.

VIGANÓ, J. P.; TAVARES, C. A.; FORALOSSO, A. A.; BITENCOURT, R.; DUARTH, M.; SONCELA, R.; SILVA, T. R. B.; SILVA, S. L.; PRIMO, M.A. Velocidade de emergência na cultura do milho em função da velocidade de deslocamento e mecanismos sulcadores. Revista Cultivando o Saber, Cascavel, v.1, n.1, p. 7-16, 200.