Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Caracterização da Pesca Artesanal e Análise Comparativa da Produção Pesqueira Capturada na Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, Estado de Pernambuco, entre o Período Chuvoso e de Estiagem

DOI: http://dx.doi.org/10.17080/1676-5664/btcc.v10n1p21-41

http://www.periodicos.ufra.edu.br/index.php?journal=tjfas 

downloadpdf

Magda S. L. P. Cruz1, Sergio M. G. Mattos2, Paulo Travassos3 & Eduardo M. Almeida4

 

Resumo: Neste trabalho estão descritas as unidades de produção pesqueira: embarcações, artes de pesca e desembarques; e avaliada a possível diferença na diversidade de espécies, no volume de produção entre embarcações com diferentes propulsões, entre as artes de pesca, entre os desembarques, nos períodos chuvoso e de estiagem. Estimou-se a produção média para os municípios amostrados da calha do São Francisco e do Lago de Itaparica e os reservatórios amostrados da área de influencia dos rios Brígida e Pajeú. Realizou-se um censo da frota, dos pescadores, desembarques, aparelhos de pesca e diversidade de espécies. As coletas de dados com o acompanhamento do desembarque de uma amostra de embarcações ocorreu em lugares de maior número de embarcações e melhor infra-estrutura. A pesca na região é artesanal realizada por canoas a remo (93,4 %) ou motorizadas (6,6 %). As artes de pesca foram: redes; linhas com diferentes arranjos, das simples de mão até espinheis, com boia, conhecido por boião, e vara e molinete; tarrafas, tarrafão, arpão e covos. As espécies capturadas diferiram estatisticamente nos dois períodos amostrados. Houve diferença na produção pesqueira nos períodos, chuvoso e de estiagem; de embarcações com propulsão diferentes; com uso das artes de pesca tarrafão e covo; e nos desembarques de Belém do São Francisco, Petrolina, Petrolândia, açude do Saco I e açude de Entremontes. A produção média estimada na área é 240,6 t, período chuvoso, e 136,1 t, na estiagem.

Palavras-chave: açudes, desembarques, estimativa de produção, rio São Francisco

 

Abstract: The major fishing producing units are described in the present study: boats, fishing tackles and landing sites; and it was investigated possibles differences between species diversities, in the productivity of boats with different propulsions, between fishing tackles, and between landing sites, all considering the seasonality of the rainy and drought periods. An evaluation on the average production was also made on the sampled cities in the São Francisco basin and Itaparica Lake, and also in some reservoir in the Brígida and Pajeú rivers influence areas. A census was fulfilled in order to quantify the fleet, number of fishermen, landing sites, fishing equipment and species diversity. The places showing higher number of boats and infra-structure were targeted for data collecting with the attendance of landing on a sample of boats. The fishing in the region is handmade, conducted on canoe with paddle or motorized, 93,4 % and 6,6 % respectively. The fishing tackles found was: nets; lines arranged variably (since handlines to longlines, with buoy, know also as “boião” and rod with moulinet); tarrafa, tarrafão, harpoon and traps. The survey of the caught species showed statistical differences between the periods considered. Was also noticed differences in the fishing production in the two seasons, rainy and drought; between boats with different propulsion; between the fishing tackles, with tarrafão and trap; and between the landing sites in Belém do São Francisco, Petrolina, Petrolândia, Saco I reservoir and Entremontes reservoir. The average production estimated in the area is 241t e 136,1t, respectively for the periods rainy and drought.

Key words: landing, production, evaluation, São Francisco river, water reservoir

 

1 Engenheira de Pesca, Ministério da Pesca e Aquicultura – Superintendência Federal em Pernambuco. E-mail: magda.cruz@mpa.gov.br
2 Coordenador de Pesca Artesanal Marinha, Ministério da Pesca e Aquicultura
3 Professor, Universidade Federal Rural de Pernambuco, Departamento de Pesca e Aquicultura
4 Biólogo, Ministério do Meio Ambiente, Instituto Chico Mendes

 

Literatura Citada

AGÊNCIA ESTADUAL DE PLANEJAMENTO E PESQUISAS DE PERNAMBUCO - CONDEPE / FIDEM. Identificação e Estimativa do Potencial Pesqueiro Extensivo no Interior de Pernambuco. Recife, 1981.62p.

AGOSTINHO, A. A.; VAZZOLER, A. E. E. M.; GOMES, L. C. ; OKADA, E. K. Estratificación Y Comportamento de Prochilodus Scrofa em Distintas Fases del Ciclo de Vida, em la Planície de Inundação del Alto Rio Paraná y Embalse de Itaipu, Paraná, Brasil. 1993. Rev. Hydrobio. Trop. 26(1): 79-90.

ANA/GEF/PNUMA/OEA. Síntese do Resumo Executivo do Plano Decenal de Recursos Hídricos da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco – PBHSF (2004 – 2013). Agência Nacional das Águas: Brasília, 2004. p. 196.

ARAGÃO, J. A. N.; CASTRO-SILVA, S. M. M. Censo Estrutural da Pesca, Coleta de Dados e Estimação de Desembarques de Pescado. IBAMA: Brasília, 2006. p.180.

BARBOSA, J. M.; SOARES, E. C. Perfil da ictiofauna da bacia do São Francisco: estudo preliminar. 2009. Rev. Bras. Eng. Pesca 4(1): 155 – 172.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil 1946. Disponível em: < http://www.presidencia.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constitui%C3%A7ao46.htm>. Acesso em: 24 de abril 2006.

BURGOS, P. F.; SILVA, J. W. B. Diágnóstico da Aquicultura na Região Nordeste do Brasil. FAO/Proj. GCP/RLA/075/ITA-AQUILA. Brasília/DF. 1989. p. 342.

CALADO NETO, A. V; COSTA, B. D. F. da; SEVERI, W; ANTONELLO, A; MARCELINO, S. C. Caracterização das Artes de Pesca no Reservatório de Sobradinho. In: IX Congresso Brasileiro de Engenharia de Pesca, 21 a 25 de setembro de 2003, Porto Seguro/BA. Anais...2003. vol.1.p.928-937.

CARDOSO, R. S.; FREITAS, C. E. de C. Desembarque e Esforço de Pesca da Frota Pesqueira Comercial de Manicoré (Médio Rio Madeira), Amazonas, Brasil. Acta Amazônica. Vol. 37(4) 2007. 605 – 612p. doi

COSTA, F. H. F.; LIMA, F. M.; SILVA, A. A. da; SILVA, A. C. da; GOMES, J.K.N. Análise da Produção Pesqueira do Açude Orós-CE. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE PESCA X, 3 a 6 de novembro de 1997, Guarapari. Anais...1997. p.59-68.

CRUZ, M. S. L. P. Caracterização e Avaliação da Pesca Artesanal no Sertão do Estado de Pernambuco. 2006. 73 f. (Monografia). Departamento de Pesca e Aqüicultura. Recife.

CUNHA DA SILVA, A. J. A importância da pesca para a economia. 1994. 1 e.d.(57 f. (Monografia) – Departamento de Economia e Administração, Centro de Ciências Sociais, Universidade Católica de Pernambuco. Recife.

DAVIES, W. D. Progress Report on Fisheries Development in Northeastern Brazil II. Reservoir fisheries of Noretheastern Brazil. 1972. International Center for Aquaculture Research and Development. n° 2. p. 1-7.

FARIA, O. L. de. A.B.C. da pescaria de açudes no Seridó. Instituto Joaquim Nabuco de Pesquisas Sociais. 1961. Recife. p.67.

GURGEL, J. J. S.; OLIVEIRA, A.G. Efeitos da Introdução de Peixes e Crustáceos no Semi-árido do Nordeste Brasileiro. Coleção Mossoroense. Mossoró/RN. Serie B. n° 453. p. 28. 1987.

GURGEL, J. J. S. Produtividade da Pesca nos Açudes do Nordeste. Panorama da Aqüicultura. Rio de Janeiro. Vol. 3, janeiro/fevereiro, n.15. 1993.

LIMA, F. M. Análise da Produção Pesqueira dos Açudes Nordestinos Administrados pelo DNOCS, nos anos de 1986 a 1992. 1993. (Monografia) - Departamento de Engenharia de Pesca/Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Ceará. Fortaleza.

LOWE – McCONNELL,R. L. The Fishes of Rupunini Savanna District of British Guiana, South America. Part 1: Ecological Groupings of Fish Species and Effects of the Seazonal Cycle on the Fish. 1964. J. Limn. Soc. Vol. 45. p.103 -144.

MOLLE, F.; CARDIER,E. Manual do Pequeno Açude. SUDENE. 1992. 523p.

OLIVEIRA, F. S. C. de. Aspectos da pesca artesanal na praia de Pau Amarelo, Paulista-PE. 2002. (30 f. Monografia) – Departamento de Pesca, Universidade Federal Rural de Pernambuco. Recife.

OLIVEIRA, L.C. F. de; LOPES, J. P.. A Pesca e o Pescador nos Reservatórios da CHESF. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE PESCA IX, 21 a 25 de setembro de 2003, Porto Seguro/BA. Anais...2003.

OLIVEIRA, J.M.; SANTOS, G.C.B. dos. (Ed. Adjuntos). Estatística de Desembarque Pesqueiro - Censo Estrutural da Pesca 2006: relatório final. 2008. MMA/IBAMA: Brasília. p.208.

PEREIRA JÚNIOR, E. DE A.; LOPES, J. P.; SANTOS NETO, M. A. dos. O Papel do Atravessador na Comercialização do Pescado do Lago de Itaparica. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE PESCA XIV, 18 a 22 de outubro de 20058, Fortaleza. Anais...2005.p.90-104.

POMPEU, P. dos S. Efeitos das Estações Seca e Chuvosa e da Ausencia de Cheias nas Comunidades de Peixes de Três Lagoas Marginais do Médioo São Francisco. 1997. (72 f. Dissertação Ecologia, Conservação e Manejo de Vida Silvestre) – Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Minas Gerais. Belo Horizonte.

ROCHA, G. R. A.; SCHIAVETTI, A. Diversity of Fish and Fisheries from the Lake Encantada environmental Protection Area, Ilhéus, Brazil. Aquatic Conservation: Marine and Freshwater Ecosystems: 702–711 (2007) Disponível em: < http://www.interscience.wiley.com >. Acesso em: 11 de agosto 2009.

RODRIGUES, F. B., COLLART, O. O. Comercialização do Pescado no Município de Ibimirim In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE PESCA XI, 17 a 21 de outubro de 1999, Olinda. Anais....1999.

SALES, L. T.; CAVALCANTI, M. A. A. U.; SALES, L. S.; BATISTA, R. M. C.; FERREIRA, J. A. B.; OLIVEIRA, P. N. de.; PESSÔA, M. N. C. Potencialidade Pesqueira dos Reservatórios das Bacias dos Rios Pajeú, Terra Nova, Brígida, Garças, Pontal e Grupo de Bacias de Pequenos Rios Interiores (GIs). In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE PESCA XI, 17 a 21 de outubro de 1999, Olinda. Anais....1999.

SALES, L. T. de. Avaliação dos peixamentos realizados em açudes das bacias hidrográficas dos rios Brígida, Terra Nova, Pajeú e Moxotó (Período 1991 / 1999). 2001(105f. Dissertação Mestre em Ciências na área de Gestão Ambiental) - Programa de Pós-Graduação em Gestão e Políticas Ambientais da Universidade Federal de Pernambuco. Recife.

SECRETARIA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E MEIO AMBIENTE – SECTMA. Cenários para o bioma caatinga- Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Caatinga. Secretaria de Ciência Tecnologia e Meio ambiente – SECTMA. Recife. 2004. 283p.

SECRETARIA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E MEIO AMBIENTE - SECTMA. Lei das Águas n°12984 – 30 de dezembro de 2005, Políticas e sistema de gerenciamento de recursos hídricos de Pernambuco. Recife/PE. 2006. p. 30.

SIEBER, A. O.; SILVA, J. M. S.; COLLART, O. O. Pesca e Peixamento na Bacia do Rio Ipanema. In: VII Congresso de Iniciação Científica UFRPE, 15 a 18 de dezembro de 1998, Recife/PE, Brasil. Anais...1998.

SILVA, A. L. N. da; OLIVEIRA, V. S. de; LOPES, J. P; MASCARENHAS, F. A. L; HAYASHI, LINS, J.L. Aspectos gerais da pesca nos reservatórios Moxotó e Itaparica, submédio São Francisco. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE PESCA X, 3 a 6 de novembro de 1997, Guarapari. Anais...1997.

SOARES, E. C.; COLLART, O. O. Aproveitamento pesqueiro do açude Poço da Cruz, município de Ibimirim, Pernambuco. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE PESCA XI, 17 a 2 de outubro de 1999, Olinda/PE. Anais...1999.

SOARES, W. J. de M.; OLIVEIRA, J.M. (Ed. Adjuntos). Pesca e Aqüicultura no Brasil - 1991/2000- Produção e Balança Comercial. 2005. MMA/IBAMA: Brasília. p. 260.

SOUZA E SILVA, J. (Coord.). Perfil da pesca artesanal do litoral norte de Pernambuco: Aspectos socioeconômicos e ambientais (relatório final). Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Esportes: 2002. 64p.

SUPERINTENDÊNCIA DO DESENVOLVIMENTO DA PESCA – SUDEPE. 1988. Uma proposta de intervenção na pesca artesanal. Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Pesquero (PDP): Coordenação de Extensão (COEXT). Mimeo. 11 p.

VASCONCELOS, A. R. M. de; LAZZARO, X.; OLIVEIRA, V. S.de. Inferências dos comprimentos e pesos das espécies capturadas com redes de emalhar em açudes do semi-árido de Pernambuco. CONGRESSO BRASILEIRO DE ENGENHARIA DE PESCA, X 3 a 6 de novembro de 1997, Guarapari. Anais...1997.