Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

O Efeito do Manejo Alimentar sobre a Caracterização do Fitoplâncton em Cultivo do Tambaqui (Colossoma macropomum Cuvier, 1818)

DOI: http://dx.doi.org/10.17080/1676-5664/btcc.v12n1p45-50

http://www.periodicos.ufra.edu.br/index.php?journal=tjfas 

downloadpdf

Raimundo A. L. Souza1, Rafaela F. Araújo1, Denise C. S. Ribeiro1, Paulo R. B. Santos1, Glauber D. A. Palheta1 & Nuno F. A. C. Melo1

 

Resumo: Na piscicultura um dos fatores mais importantes é o fornecimento da alimentação, que tenha uma boa qualidade nutricional e que atenda a necessidade de cada organismo. Com o crescente número de viveiros de peixes e a falta de controle desses ambientes cresce a preocupação acerca da qualidade da água e dos alimentos provenientes da atividade de piscicultura. Este trabalho objetivou avaliar qualitativamente e quantitativamente o fitoplâncton ocorrente em três viveiros de piscicultura na Universidade Federal Rural da Amazônia em diferentes sistemas de alimentação, durante dois períodos (seco e chuvoso); determinando a frequência de ocorrência, diversidade e densidade de espécies ocorrentes nos viveiros contendo tambaqui (Colossoma macropomum). Cada viveiro recebeu um tratamento: T1 – peixes alimentados com ração peletizada; T2 – alimentados com ração e mandioca; e T3 – alimentados com mandioca. Foram encontrados 31 táxons, que pertencem a 5 filos em 6 classes, sendo a classe Bacillariophyceae dominante. A densidade do fitoplâncton no período seco variou de 837 cel.mL-1 (viveiro 03) a 2.491 cel.mL-1 (viveiro 02). No período chuvoso, a mínima foi de 574 cel.mL-1 (viveiro 03), e a máxima foi 1.806 cel.mL-1 (viveiro 01). Com o aumento da concentração de mandioca na alimentação dos peixes, houve a diminuição na densidade do fitoplâncton, sendo a mandioca possivelmente um fator limitante na densidade fitoplanctônica, portanto, recomenda-se pesquisas relativas a ação da composição química da mandioca na alimentação de peixes cultivados e sua influência na qualidade biológica da água.

Palavras-chave: piscicultura, fitoplâncton, Amazônia

 

Abstract: Pisciculture one of the most important factors is the provision of food, which has a good nutritional quality and meets the needs of each species. With the increasing number of fish ponds and lack of control of these environments is growing concern about the quality of water and food from the fish farming activity. This study aimed to evaluate qualitatively and quantitatively the phytoplankton occurring in three fish ponds in the Federal Rural University of Amazonia in different feeding systems for two periods (dry and wet); determining the frequency of occurrence, diversity and density of species occurring in nurseries containing tambaqui (Colossoma macropomum). Each pond received treatment: T1 - fish fed pelleted diet, T2 - and fed with cassava, and T3 - fed cassava. We found 31 taxa, belonging to 5 phyla in 6 classes, and the class Bacillariophyceae dominant. The density of phytoplankton in the dry season ranged from 837 cel.mL-1 (pond 03) to 2,491 cel.mL-1 (pond 02). In the rainy season, the minimum was 574 cel.mL-1 (pond 03), and the maximum was 1,806 cel.mL-1 (pond 01). With increasing concentration of cassava in fish feed, there was a decrease in the density of phytoplankton, cassava possibly being a limiting factor on phytoplankton density, so it is recommended to research on the action of the chemical composition of cassava in feed for farmed fish and its influence on the biological quality of the water.Keywords: Amazon river, estuarine hydrodynamic, nutrients.

Key words: aquaculture, phytoplankton, Amazon

 

1 Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA, Avenida Presidente Tancredo Neves, nº 2501, Bairro: Terra Firme Cep: 66.077-530, Belém-Pará-Brasil. E-mail: rafa_pesca@yahoo.com.br

 

Literatura Citada

BICUDO, C.E.M.; MENEZES, M. 2006. Gêneros de Algas de Águas Continentais do Brasil (Chave para Identificação e Descrições). 2 ed. São Carlos: Rima. 502p.

BOURRELLY, P., 1972. Les Algues d’EauDouce. Tome I: Lesalgues vertes. Editions N. Boubée&Cie, Paris-VIe, 572 p.

BURSTIN, B.A.; FLYNN, M.N. Avaliação da integridade ambiental do rio Jaquari-Mirim, no entorno das Pequenas Hidrelétricas Centrais São Joaquim e São José, município de São João da Boa Vista, São Paulo usando como critério a qualidade da água e a comunidade fitoplantônica. Ver Inter Revista Intertox de Toxicologia, Risco Ambiental e Sociedade, v. 5, n. 1, p. 140-153, fev. 2012. 

DATTA, S. e JANA, B.B. 1998 Control of bloom in a tropical Lake: grazing efficiency of some herbivorous fishes. Journal of Fish Biology, United Kingdom, 53: 12-34. http://dx.doi.org/10.1111/j.1095-8649.1998.tb00104.x

DESIKACHARY, T.S. 1959. Cyanophyta. New Delhi, Indian. Council of Agricultural Researcher. 686p.

FURUYA, W. M. Redução do impacto ambiental por meio da ração. In: Palestra VII Seminário de Aves e Suínos – Acesui Regiões. III Seminário de Aqüicultura, Maricultura e Pesca. Anais... Belo Horizonte-MG. p. 121-139. 2007.

HAMMER, O., HARPER, D. A. T. & RYAN, P. D. 2011. PAST – Palaeontological Statistics. Ver. 1.12. Disponível em http://www.folk.uio.no/ohammer/past. Acessado em 01/10/2012.

HASLE, G. R.; SYVERTSEN, E. E., 1996. Marine Diatoms. In: C. R. Tomas (Ed.), Identifying Marine Diatoms and Dinoflagellates. Academic Press Inc., New York, pp. 5-385. doi

HONDA, Y.R.; MERCANTE, C.T.J.; VIEIRA, J.M.S.; ESTEVES, K.E.; CABIANCA, M.A.A.; AZEVEDO, M.T.P. 2006 Cianotoxinas em pesqueiros da região metropolitana de São Paulo. In: ESTEVES, E.K. e SANT´ANNA, C.L. Pesqueiros sob uma visão integrada demeio ambiente, saúde pública e manejo: um estudo na região metropolitana. São Carlos: Rima. p.105-120.

JONES, P.L.; SILVA, S.S.; MITCHELL, B.D. Effect of dietary protein content on growth performance, feed utilization and carcass composition in the Australian freshwater crayfish, Cheraxalbidus Clark, and Cherax destructor Clark (Decapodoa, Parastacidae). Aquaculture Nutrition, v.2, p.141-150, 1996. doi

KUBITZA, F. Qualidade da Água no Cultivo de Peixes e Camarões. Jundiaí. 229p.: il.2003.

MATSUZAKI, M.; MUCCI, J. L. N.; ROCHA, A. A. 2004.Comunidade fitoplanctônica deum pesqueiro na cidade de São Paulo. Revista de Saúde Pública, v. 38, n. 5, p. 679-686. doi

MATSUZAKI, M.; MUCCI, J.L.N.; ROCHA, A.A.A Comunidade fitoplanctônica de um pesqueiro na cidade de São Paulo. Revista Saúde Pública, São Paulo, 38(5): 679-686. 2004. http://dx.doi.org/10.1590/s0034-89102004000500010

MATTEUCCI, S.D.; COLMA, A. 1982. Metodologia para el estúdio de lavegetacion. Washington: The General Secretariat of the Organization of American States. 167p. (Série Biologia - Monografia, 22).

MONTEIRO, M. D. R., MELO, N. F. A. C. de, ALVES, M. A. M. da S. Composição e distribuição do microfitoplâncton do rio Guamá no trecho entre Belém e São Miguel do Guamá, Pará, Brasil. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Naturais. vol.4, no.3, p.341-351. ISSN 1981-8114. 2009.

OSTRENSKY, A.; BORGHETTI, J. R.; SOTO, D. Aquicultura no Brasil: O desafio é crescer. Brasília: CNPq, cap. 6, p.159-182. 2008.

PAIVA, R. S.; ESKINAZI-LEÇA, E.; PASSAVANTE, J. Z. O.; SILVA-CUNHA, M. G. G.; MELO, N. F. A. C. 2006. Considerações ecológicas sobre o fitoplâncton da baía do Guajará e foz do rio Guamá, Pará, Brasil. Boletim do Museu Paraense Emílio Goeldi. Ciências Naturais, 1(2): 133-146.

PATRICK, R. & REIMER, C. 1966. The diatoms of the United States. Monographs of the Academy of Natural sciences of Philadelphia, 688p.

PERAGALLO, H.; PERAGALLO, M., 1908. Diatomées Marines de France. M. J. Tempère, Grez-sur-Loing (S.-et-M.), 491 p.

RANGEL, A. H. N.; LEONEL, F. P.; BRAGA, A. P.; PINHEIRO, M. J. P.; LIMA JUNIOR, D. M. Utilização da mandioca na alimentação de ruminantes. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável, v. 3, p. 1, 2008.

REZENDE, F. J. W. et al. Perfil da aquicultura no Estado do Acre. Amazônia: Ci&Desenv., Belém, v. 4, n. 7, jul./dez. 2008.

ROUND, F.E.; CRAWFORD. R.M.; MANN, D.G. The diatoms. Biology & morphology of the genera. Cambridge: Cambridge University. 747p.

SANT’ANNA, C.L.; GENTIL, R.C.; SILVA,D. 2006Comunidade Fitoplanctônica de Pesqueiros da Região Metropolitana de São Paulo. In: ESTEVES, K.E. e SANT’ANNA, C.L. Pesqueiros sob uma Visão Integrada de Meio Ambiente, Saúde Pública e Manejo. São Carlos: Rima. p. 49-62.

SHANNON, C. E.; WIENER, N., 1963. The Mathematical theory of communication. Univ. Illinois Press, London, 360 p.

SIPAÚBA-TAVARES, L.H.; GOMES, J.P.F.; BRAGA, F.M. de S.Effect of liming management on the water quality in Colossoma macropomum (Tambaqui) ponds. Acta Brasiliensia, 15(3): 95-103. 2003.

SILVA, A. M. C. B. Perfil da piscicultura na Região Sudeste do Estado do Pará. Pará. 2010. 45 f. Dissertação (Mestrado em ciência animal), Departamento de ciência animal, Núcleo de Ciências Agrárias e Desenvolvimento Rural. Universidade federal do Pará, 2010.

SUSSEL, F. R. Alimentação na Criação de Peixes em tanques-rede. Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA¬). SP. 14p. 2008.

ZIMMERMANN, S.; JOST, H.C. Recentes Avanços na Nutrição de Peixes: a Nutrição por Fases em Piscicultura Intensiva. In: IISIMPÓSIO SOBRE MANEJO E NUTRIÇÃO DE PEIXES. Anais... CBNA, Piracicaba, SP. p.123-162, 1998.