Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Qualidade de Sementes de Soja Submetidas ao Armazenamento no Oeste de Santa Catarina, Brasil

DOI: http://dx.doi.org/10.13083/1414-3984.v22n04a01

http://www.seer.ufv.br/seer/index.php/reveng/index 

downloadpdf

Camila F. Carvalho1, Cileide M. M. Coelho2 & Clovis A. Souza3

 

Resumo: São consideradas sementes de alta qualidade aquelas que apresentam ótimas características genéticas, fisiológicas, físicas e sanitárias. O controle de qualidade assume importância fundamental para assegurar a obtenção de sementes de alta qualidade, a partir da fase de campo, do beneficiamento e armazenamento das sementes de soja. O objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade fisiológica de sementes de cultivares de soja transgênicas (BMX Potência RR, BMX Energia RR, BMX Força RR, SYN 3358 RR) e convencional (BRS 284) armazenadas em condições convencionais de sacaria até o momento de sua comercialização. As sementes foram obtidas na safra 2009/2010 e armazenadas por sete meses, no município de Campos Novos - SC. Coletou-se uma amostra média representativa de cada lote antes de submetê-los ao armazenamento e após sete meses, subdividiu-se em quatro repetições para obter a amostra de trabalho, onde se realizaram as determinações de germinação, envelhecimento acelerado, teste de frio, condutividade elétrica e tetrazólio. A análise de variância pelo teste F indicou diferenças significativas (P<0,05) entre os genótipos para todas as variáveis. Considerando a germinação após o armazenamento, apenas as cultivares BMX Potência RR, BMX Energia RR e BMX Força RR poderiam ser comercializadas. Através dos testes de vigor observou-se que apenas a BMX Potência RR apresentou alto vigor, o que permitiu concluir que a eficiência do armazenamento convencional foi dependente da cultivar. Possivelmente, o dano mecânico foi a maior causa da perda de viabilidade e no vigor em todas as cultivares, o qual está fortemente associado aos danos causados à semente na colheita e no beneficiamento.

Palavras-chave: Glycine max, cultivares, germinação, vigor

 

Abstract: High quality seeds are considered those showing good genetic, physiological, physical and sanitary properties. Quality control is of great importance for the maintenance of high quality seeds from the field to processing and storage of soybean seeds. The objective of this study was to evaluate the physiological quality of seeds of transgenic (BMX Potência RR, BMX Energia RR, BMX Força RR, SYN 3358 RR) and conventional soybean (BRS 284) stored in conventional bag conditions until the time of selling. The seeds were obtained in the 2009/2010 growing season and stored for seven months in Campos Novos – SC, Brazil. For this study a representative sample of the batch was collected before being submitted to storage and after seven months of storage, and was split into four replications to obtain the working samples, where tests for germination, accelerated aging, cold test, tetrazolium and electrical conductivity were performed. Analysis of variance by the F-test indicated significant differences (P <0.05) among genotypes for all variables. Considering germination after storage, only the cultivars BMX Potência RR, BMX Energia RR and BMX Força RR could be marketed. According to the vigor tests it was shown that only BMX Potência RR had a high vigor, which concluded that the efficiency of conventional storage was dependent on the cultivar. Mechanical damage was potentially a major cause of viability and vigor loss in all cultivars, which is strongly associated with damage to the seed during harvesting and processing.

Key words: Glycine max, cultivars, germination, vigor

 

1 Engª Agrônoma, Mestranda, Produção Vegetal, Univ. do Estado de Santa Catarina/UDESC, Lages/SC - kamylafc@gmail.com
2 Engª Agrônoma, Drª em Ciências, Profª Adjunto 1, Univ. do Estado de Santa Catarina/UDESC, Lages/SC - cileide.coelho@pq.cnpq.br
3 Engo Agrônomo, Dr. em Ciências, Prof. Associado, Univ. do Estado de Santa Catarina/UDESC, Lages/SC - souza_clovis@cav.udesc.br

 

Literatura Citada

ÁVILA, M.R.; BRACCINI, A.L.; ALBRECHT, L.P.; SCAPIM, C.A.; MANDARINO, J.M.G.; BAZO, G.L.; CABRAL, Y.C.F. Effect of storage period on isoflavone content and physiological quality of conventional and transgenic soybean seeds. Revista Brasileira de Sementes, v.33, n.1, p.149-161, 2011. doi

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Instrução Normativa 25/2005, de 16 de dezembro de 2005, Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (Anexo IX – Padrões para produção e comercialização de sementes de soja). Brasília, DF: SNAD/DNDN/ CLAV: Diário Oficial da União, Brasília, DF, 20 dez. 2005, p.18, Seção 1.

BRASIL. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Regras para análise de sementes. Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Secretaria de Defesa Agropecuária. Brasília, DF: Mapa/ACS, 2009. 365p.

CAVARIANI, C.; TOLEDO, M.Z.; RODELLA, R.A.; FRANÇA NETO, J.B.; NAKAGAWA, J. Velocidade de hidratação em função de características do tegumento de sementes de soja de diferentes cultivares e localidades. Revista Brasileira de Sementes, v.31, n.1, p. 30-39, 2009. doi

COLETE, J.C.F.; VIEIRA, R.D.; PANOBIANCO, M.; DUTRA, A.S. Condutividade elétrica da solução de embebição de sementes e emergência de plântulas de soja. Científica, v.35, n.1, p. 10-16, 2007.

FRANÇA NETO, J.B.; KRZYZANOWSKI, F.C.; COSTA, N.P. O teste de tetrazólio em sementes de soja. Londrina: EMBRAPA-CNPSo, 1998. 72p.

FRANÇA NETO, J.B.; KRYZANOWSKI, F.C.; PÁDUA, G.P.; COSTA, N.P.; HENNING, A.A. Tecnologia da produção de semente de soja de alta qualidade. Londrina: EMBRAPA-CNPo, 2007. 12p. (EMBRAPA-CNPSo. Circular Técnica, 40).

FRANÇA NETO, J.B.; PÁDUA, G.P.; CARVALHO, M.L.M.; COSTA, O.; BRUMATTI, P.S.R.; KRZYZANOWSKI, F.C.; COSTA, N.P.; HENNING, A.A.; SANCHES, D.P. Semente esverdeada de soja e sua qualidade fisiológica. Londrina: EMBRAPA-CNPSo, 2005. 8p. (EMBRAPA-CNPSo. Circular Técnica, 38).

KRZYZANOWSKI, F.C.; FRANÇA NETO, J.B.;HENNING, A.A.; COSTA, N.P. A semente de soja como tecnologia e base para altas produtividades. Londrina: EMBRAPA-CNPSo, 2008. 8p. (EMBRAPA-CNPo. Circular Técnica, 55).

LITTEL, R.C.; FREUND, R.J.; SPECTOR, P.C. SAS System for Linear Models. 3. ed. Cary, NC, USA: SAS InstituteInc, 1991. 329p.

MARCOS FILHO, J.; CICERO, S.M.; SILVA, W.R. Avaliação da qualidade de sementes. 1ª ed. Piracicaba: FEALQ, 1987. 230p.

MATOS, M.A. Análise de Mercado do Sistema OCB: Mercado da Soja. Brasília, 8 abr. 2008. Disponível em: <http://www.brasilcooperativo.coop.br>. Acesso em: 8 set. 2010.

MENEGATTI, A.L.A.; BARROS, A.L.M. Análise comparativa dos custos de produção entre soja transgênica e convencional: um estudo de caso para o Estado do Mato Grosso do Sul. Revista de Economia e Sociologia Rural, v.45, n.1, p.163-183, 2007. doi

NETTO, D.A.M.; BORBA, C.S.; OLIVEIRA, A.C.; AZEVEDO, J.T.; ANDRADE, R.V.; ANDREOLI, C. Qualidade fisiológica de sementes de sorgo (Sorghum bicolor (L.) Moench) danificadas após armazenamento. Revista Brasileira de Sementes, v.19, n.2, p. 341-347, 1997.

PAIVAAGUERO, J.A.; VIEIRA, R.D.; BITTENCOURT, S.R.M. Avaliação da qualidade fisiológica de sementes de cultivares de soja. Revista Brasileira de Sementes, v.19, n.2, p.254-259, 1997.

SAS. SAS InstituteInc® 2003. Cary, NC, USA, Lic. UDESC: SAS InstituteInc, 2003.

STEEL, R.G.D.; TORRIE, J.H.; DICKEY, D.A. Principles and procedures of statistics – a biometrical approach. 3. ed. New York, USA: McGraw-Hill, 1997. 666p.

TOZZO, G.A.; PESKE, S.T. Morphological characterization of fruits, seeds and seedlings of Pseudima Frutescens (Aubl.) Radlk (Sapindaceae). Revista Brasileira de Sementes, v.30, n.2, p.12-18, 2007. doi

VANZOLINI, S.; ARAKI, C.A.S.; SILVA, A.C.T.M.; NAKAGAWA, J. Teste de comprimento de plântulas na avaliação da qualidade fisiológica de sementes de soja. Revista Brasileira de Sementes, v.29, n.2, p. 90-96, 2007. doi