Купить СНПЧ А7 Архангельск, оперативня доставка

crosscheckdeposited

Perfil Nutricional e Antropométrico de Crianças do Ensino Fundamental de Escolas Públicas da Cidade de Minas do Leão/RS

DOI: http://dx.doi.org/10.15602/1983-9480/cmrs.v12n23p37-43

https://www.metodista.br/revistas/revistas-ipa/index.php/RS/index 

downloadpdf

Bettega C. Lopes1, Gustavo Ribeiro2, André L. Lopes2 & Cintia Stocchero1

 

Resumo: A obesidade tem aumentado de maneira exponencial nos últimos anos, sendo considerada como a maior epidemia do mundo moderno. Nosso estudo buscou verifi car o perfi l nutricional de crianças entre 6 e 10 anos de idade das redes municipal e estadual de ensino e identifi car a prevalência de sobrepeso e obesidade nessa população. Para isso, foram avaliados 195 sujeitos matriculados nas instituições de ensino público da Cidade de Minas do Leão-RS. Os sujeitos foram divididos segundo sexo e faixa etária e tiveram mensuradas suas medidas antropométricas para calcular o índice de massa corporal (IMC) percentil. O sobrepeso foi defi nido como IMC > ao percentil 85 e obesidade como IMC > ao percentil 95. O estudo obteve os seguintes resultados: para meninos de 6 a 7 anos de idade, a prevalência de sobrepeso e obesidade foi de 11% para ambas as classifi cações na rede estadual e de 24% na rede municipal. Entre os meninos de 8 a 10 anos de idade, estes índices foram de 16% no ensino estadual e de 18% no ensino municipal, igualmente para ambas as classifi cações. As meninas com idade entre 6 e 7 anos de idade apresentaram 13% de sobrepeso e 20% de obesidade na rede estadual, enquanto seus pares da rede municipal apresentaram 37% de sobrepeso e nenhum caso de obesidade. Nas meninas de 8 a 10 anos estes índices foram de 15% e menos de 1% no ensino estadual e de 22% e 8% no ensino municipal. Concluimos, que a prevalência de sobrepeso e obesidade infantil mostrou-se elevada e similar a outros estudos realizados no Brasil. Dessa forma, fi ca evidente a necessidade de intervenção dietética e de exercícios físicos direcionados a essa população.

Palavras-chave: Obesidade Infantil - Perfi l Nutricional - Indice de Massa Corporal - Saúde Pública

 

Abstract: Obesity has increased exponentially in the last years, being considered an epidemic in the modern world. Our study aimed to verify the nutritional profi le in public (state and municipal) elementary school children (6-10 years old) and to identify overweight and obesity prevalence in this population. 195 subjects from the public schools of Minas do Leao-RS were evaluated. The subjects were divided according with sex and age e had measured their anthropometric data to calculate the Body Mass Index (BMI). Overweight has been defi ned as BMI > 85 percentile and obesity as BMI > 95 percentile. The study achieved the following results: for 6-7 year old boys, they were 11% overweight and 11% obese in state schools and 24% (for both classifi cations) in municipal schools. In the 8-10 year old boys group, we found 16% overweight and 16% obese in state schools and 18% (for both classifi cations) in municipal schools. For 6-7 year old girls, they were 13% overweight and 20% obese in state schools, meanwhile their peers in the municipal schools were 37% overweight and presented no obesity. Finally, The 8-10 year old girls group presented 15% overweight and less than 1% obesity in state schools, and 22% overweight and 8% obesity in municipal schools. Therefore, it is evident the need for dietetic intervention and physical exercise prescription directed to this population.

Key words: Childhood obesity - Nutritional Profi le - Body Mass Index - Public Health

 

1 Centro Universitário Metodista, do IPA, Porto Alegre – RS, Brasil
2 Laboratório de Pesquisa do Exercício (Lapex) da Escola de Educação Física (ESEF) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS, Brasil, e-mail: andrelopes.efi@bol.com.br 

 

Literatura Citada

ABRANTES, Marcelo, LAMOUNIER, Joel, COLOSIMO, Enrico. Prevalência de sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes das regiões Sudeste e Nordeste. Jornal de Pediatria. v. 78, p. 335-340, 2002. doi

ACCIOLY, Elizabeth; SAUNDERS, Claudia; LACERDA, Elisa Maria de Aquino. Nutrição em obstetrícia e pediatria. Rio de Janeiro: Cultura Médica, 2003.

BALABAN, Geni; SILVA, Gisélia. Overweight and obesity prevalence in children and adolescents from a private school in Recife. Jornal de Pdiatria. v. 77, n. 2, p. 96-100, 2001. doi

BRASIL, Lana do Monte Paula; Fisberg, Mauro; MARANHÃO, Hélcio de Souza. Excesso de peso de escolares em região do Nordeste brasileiro: contraste entre rede de ensino público e privada. Revista Brasileira de Saúde Materno Infantil. v. 7, p. 405-412, 2007.

COLE, Tim et al. Establishing a standard defi nition for child overweight and obesity worldwide: international survey. BMJ. v. 320, p. 1240-1243, 2000.

CONDE, Wolney Lisboa; MONTEIRO, Carlos Augusto. Body mass index cutoff points for evaluation of nutritional status in Brazilian children and adolescents. Jornal de Pediatria. v. 82:266-272, 2006. doi

FERNANDES, Rômulo Araújo; et al. Estado nutricional de adolescentes segundo o índice de massa corporal. Motriz. v.13, n.2, p.106-113, 2007.

FISBERG, Mauro. Atualização em Obesidade na infância e adolescência. São Paulo: Editora Atheneu, 2005.

GIULIANO, Rodolfo; CARNEIRO, Elizabeth. Fatores associados a obesidade em escolares. Jornal de pediatria. v. 80, n.1, p.17-22, 2004.

GUIMARÃES, Isabel; GUIMARÃES, Armênio. Síndome metabólica na infância e adolescência: um fatormaior de risco cardiovascular. Revista Baiana de Saude Pública. v.30 n.2, p.349-362, 2006.

GUEDES, Dartagnan Pinto; GUEDES, Joana Elizabeth Pinto. Controle do peso corporal: composição corporal, atividade física e nutrição. Londrina: Midiograf, 1998.

MUST, Aviva, DALLAL, Gerard, DIETZ, Willian. Reference data for obesity: 85th and 95th percentiles of body mass index (wt/ht2) and triceps skinfold thickness. American Journal Clinical Nutrition. v. 53, p.839-846, 1991.

NCHS/CDC. Grouwth charts 2000. Disponível em: http://www.cdc.gov/growhicharts. Acesso 06 de março de 2010.

PINTO, Márcia Carla Morete; OLIVEIRA, Andréa de Campos. Ocorrência da obesidade infantil em pré-escolares de uma creche de São Paulo. Einstein. v.7, n.2, p.170-175, 2009.

TOLOCKA, Rute; et al. Perfi l de crescimento e estado nutricional em crianças de creches e pré-escolas do município de Piracicaba. Maringá. v. 19, n. 3, p. 343-351, 2008.

SALOMONS, Eline; RECH, Cassiano Ricardo; LOCH, Mathias Roberto. Estado nutricional de escolares de seis a dez anos da rede municipal de ensino de Arapoti. Paraná. Revista Brasileira de Cineantropometria e Desempenho Humano. v. 9, p.243-249, 2007.

VIEIRA, Maria de Fátima Alves, et al. Estado nutricional de escolares de 1ª a 4ª séries do ensino fundamental das escolas urbanas da cidade de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Cadernos de Saúde Pública. v. 24, p.1667-1674, 2008.

WHO. World Health Organization. T 8. He challenge of obesity in the WHO European Region and the strategies for response: summary. Branca F, Nikogosian H, Lobstein T, eds. Dinamarca, 2007.